Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "chef"

Perfil: Heiko Grabolle

20 de julho de 2015 0

Chef de cozinha do Senac Restaurante-Escola de Blumenau, o alemão Heiko Grabolle veio para o Brasil em 2003 a convite da namorada, hoje esposa, Giselle. Divide seu tempo entre Blumenau e Floripa e é também proprietário da empresa Heiko Grabolle Gastronomia, membro da Associação dos Chefs Alemães VKD e um dos organizadores do Cruzeiro Gourmet, da Costa Cruzeiros.

Heiko nasceu na região da Vestefália e cresceu em um vilarejo pequeno. Sonhava ser jardineiro, mas os temperos e as ervas o fizeram mudar de ideia. Um dia, entrou na cozinha onde seu irmão trabalhava e soube na hora que aquele era o seu lugar.
Começou a carreira no restaurante Alter Wartessal em Colônia, na Alemanha, onde trabalhou e estudou por três anos. Conheceu a trabalho vários lugares, como Suíça, Espanha e Inglaterra, onde fez parte da equipe do Cruzeiro MS Bremen.
Chegou a montar um restaurante com o irmão, Sven Grabolle, na Espanha e finalizou o mestrado em Gastronomia na Escola de Hotelaria DeHoGa em Hamburgo, na Alemanha.

Seu currículo é muito rico e extenso. Heiko deseja ser reconhecido como “o” chef alemão do Brasil. O nosso desejo é que, além de receber reconhecimento, ele continue em Blumenau.

heikoFoto: Rafaela Martins

Hobby: cuidar das minhas plantas e jogar Airsoft.

Lugar inesquecível: Antártica.

Mania: Limpar a casa quando estou estressado!

Livro: Escoffier, Le Répertoire de La Cuisine e Hering, Lexikon der Küche (livros de cozinha clássicos).

Não vivo sem: minha esposa e cerveja, claro (risos)!

Herói: o meu sogro.

O que te irrita: gente sem responsabilidade e crianças no banco de trás do carro sem cinto!

Caos: quando o meu lugar de trabalho é desorganizado e quando estou atrasado!

Sonho: ter uma casa na Alemanha e uma no Brasil.

Luxo: feriado com família (cozinheiro sempre trabalha nestes dias).

Cidade em que moraria: Palma de Mallorca, na Espanha.

Lugar preferido de férias: Alemanha, Espanha e Estados Unidos,

Um presente inesquecível: uma faca japonesa marca Tojiro do meu irmão.

Mulher bonita: só minha mulher!

Para quem sonha cozinhar um dia? Angela Merkel.

Em qual chef se inspirou no início de carreira? Gerhard Hohgraefe e Thomas Bähner, alemães, e Markus Neff, suíço. Dediquei o meu livro Cozinha Alemã a eles.

Qual chef que mais admira hoje? Tem vários, para começar Alex Atala. Mas também Monica Rangel, Rodrigo Martins, Alysson Müller, Fabio Espinosa… Eu admiro chefs que fazem sucesso, pois eu sei como é difícil chegar lá hoje em dia.

Qual prato da culinária alemã mais difícil de preparar? Schwarzwälder Kirsch Torte (original torta floresta negra).

Prato preferido: Adoro carne, adoro churrasco, coisa que não existe na Alemanha. Até hoje tiro fotos das prateleiras de carne no supermercado e envio para os meus amigos de lá.

Conselho: seja realista, otimista e não pare de estudar!