Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Por que ler dá sono? Confira três dicas para não dormir

13 de janeiro de 2014 0
Reprodução/ Superinteressante

Reprodução/ Superinteressante

Você pensa o dia todo no livro da sua cabeceira, não vê a hora de sentar confortavelmente em sua cama no fim do dia para saber o que acontece com o seu personagem favorito. Mas, ao chegar de fato no momento gostosinho da leitura você não aguenta e dorme. Mas, porquê???

O problema é você! 

Pois é, não é ler um livro que dá sono, mas sim substâncias químicas que deixam pra agir justamente neste momento em seu corpo. Uma delas é a adenosina, que se acumula ao longo do dia. Quanto mais adenosina, maior o sono, segundo a revista Superinteressante.

Ou seja, o problema, na verdade, é a hora da leitura. Experimente ler em outro horário. Você pode até sentir preguiça, não conseguir nem virar a página e se entediar. Mas não terá sono.

Já a segunda substância envolvida é a melatonina. Ela regula o sono, pois é liberada quando o ambiente escurece. Por isso dormimos, normalmente, à noite. E, como a luz inibe a produção de melatonina, quem lê no tablet, por exemplo, tende a sentir menos sono do que quem lê no papel. É por esse mesmo motivo que é mais fácil passar horas na internet ou vendo televisão do que ler um bom livro de madrugada. Não se sinta culpado se a TV estiver mais agradável às 4h.

Três dicas para não dormir – Ponha a leitura em dia antes de cair no sono

1. Começou a bocejar? Levante e dê uns pulinhos. Estar acordado é reagir a estímulos, e esse pequeno exercício nada mais é do que um estímulo motor. De quebra, vai ajudar a quebrar a monotonia.

2. Ler em voz alta exercita outras partes do cérebro, como o lobo temporal (relacionado à audição) e o lobo frontal (relacionado à produção da fala), e vai acabar com aquela preguiça momentânea.

3. Leia sentado. É lógico: a não ser que você tenha problema na coluna, é mais difícil dormir sentado do que deitado, já que, para dormir, é preciso relaxar toda a musculatura, o que não ocorre sentado.

Se nada disso resolver, procure um médico kkkk…

Fonte: Superinteressante

Envie seu Comentário