Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cabelos: excesso de banhos quentes causam caspa e seborreia

15 de julho de 2014 0

Cabelo

No frio, todo mundo adora tomar um banho bem quentinho e demorado, o que é muito bom, mas vocês sabiam que o excessos de água quente no corpo e no cabelo pode fazer muito mal?

Quem sofre com caspas, coceiras e queda dos fios deve  redobrar os cuidados. A água muito quente nos cabelos, pode causar alergias seborreia ou caspa (dermatite seborréica). Cerca de  2 a 5% da população sofre dessas doenças, sendo mais freqüente no sexo masculino. Pode ser mais intensa nos recém-nascidos e a partir da adolescência.

Segundo o dermatologista Leonardo Ravache, nos adolescentes, devido ao estímulo hormonal, as glândulas sebáceas estão em maior atividade, por isso, os adolescentes estão mais propícios ao problema.

“A caspa acontece devido a um excesso de oleosidade produzida por um aumento da secreção das glândulas sebáceas que existem na pele. Ela tem caráter crônico, com tendência a períodos de melhora e piora. O inverno está entre os períodos mais desfavoráveis, pois, com o frio e o clima seco a pele fica mais irritada e inflamada”, afirma o especialista.

O estresse e o cansaço ligados ao ritmo de vida acelerado também podem ser os fatores iniciais para que a caspa apareça ou piore.

Já a coceira do couro cabeludo é variável. Com o frio ou com o estresse, pode piorar. “Por se tratar de uma doença crônica, é importante o uso de medicamentos, como xampus apropriados. O excesso de oleosidade cria um ambiente favorável ao desenvolvimento da caspa”, explica o dermatologista.

A queda de cabelo afeta um grande número de pessoas e pode conseqüências emocionais para ambos os sexos. Esse problema emocional vem desde os primórdios da humanidade porque todas as pessoas se preocupam bastante com os cabelos.

Como cuidar

Caspa não tem cura, mas pode ser amenizada e controlada. O uso de shampo anticaspa é essencial. Esses produtos funcionam (mesmo!) porque têm em sua composição princípios ativos que diminuem a divisão celular. Entre os dois mais comuns estão o zinco e o cetoconazol. Só há uma forma de saber qual funciona melhor para você: experimentando.

Em casos de descamação forte, o dermatologista pode receitar medicamentos via oral.

Elimine os maus hábitos!

Para começar, lave o cabelo todo dia em água morna (mais para fria), para que as escamas não se acumulem, e seque com o secador. Na hora de lavar, não use a unha, apenas a polpa do dedo. Também não é legal mexer nos fios o tempo todo. Se você já tem oleosidade em excesso, seguir uma alimentação gordurosa e rica em açúcar pode piorar o caso. Sempre que possível, vá para o sol (da manhã ou do fim da tarde), que é um anti-infl amatório natural. Mas não abuse.

Envie seu Comentário