Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Posts com a tag "emprego"

Dicas de cores de roupas para usar em entrevista de emprego

04 de dezembro de 2013 0

169270562Foto: Getty Imagens/Divulgação

Estar bem vestido em uma entrevista de emprego é essencial para causar uma boa impressão nos recrutadores. Mas, além das peças, as cores de roupa podem dizer muito sobre um candidato.

- Segundo uma pesquisa da empresa Harris Interactive, realizada com 2.099 profissionais de recrutamento e recursos humanos dos Estados Unidos, as cores azul (23%) e preto (15%) são as mais recomendadas para a ocasião.

Laranja está no topo da lista das piores cores (25%), e é a cor mais relacionada a pessoas que não são profissionais.

- Vemos isso nas roupas que usamos no dia a dia ou nas vitrines de lojas de roupas sociais: usamos sempre o azul, o preto ou cinza. Os homens ainda podem brincar mais com as gravatas, afirma Jorge Martins, gerente da divisão de marketing e vendas da recrutadora Robert Half.

13329523

Homens devem usar terno azul, diz especialista

 Segundo ele, vestir-se para uma entrevista pede um estudo sobre a cultura da empresa. - Empresas de algumas áreas, como criatividade, esportes e internet aceitam roupas mais despojadas.

- Para homens, a roupa ideal para uma entrevista geralmente é um terno azul, preto ou cinza, com uma camisa branca e uma gravata puxando para o vermelho escuro, diz.

- Para a mulher, sempre recomendo tailleur cinza, preto ou bege. Um lenço é a cereja do bolo, mas deve ter sempre tons pastéis, explica.

E nada de vestido vermelho. 

Olhem que legal!  Abaixo as impressões que as cores causam, segundo a pesquisa, divulgada pelo site CareerBuilder:

Preto - Bom líder
Azul - Trabalha bem em equipe
Cinza - É lógico e analítico
Branco - Bem organizado
Marrom - Confiável
Vermelho - Poderoso
Verde, amarelo, laranja ou roxo - Profissionais criativos

Fonte: Folha de São Paulo

Fica a dica

>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Dinheiro não é tudo: 7 Formas de não se acomodar na vida

02 de outubro de 2013 0
Foto: Reprodução / Getty Images

Foto: Reprodução / Getty Images

Se você não vai trabalhar todas as manhãs com paixão, é hora de reavaliar sua vida, porque você é jovem demais para se estabelecer. Você está no auge de seu potencial. Não há nada que você não possa alcançar. E a única coisa que separa você do seu sonho é o salto. Aqui vão sete dicas, que encontramos no site Casal Sem Vergonha, para você não se acomodar:

1. Nunca perca o apetite

A vida é apenas uma coleção de experiências, não é? Portanto, tudo e todos agregam valor e significado à sua vida. Não desperdice sua vida e, especialmente, a sua juventude, em um trabalho que não vai lhe oferecer algo significativo. É sobre a experiência, e não sobre o salário. Se o seu trabalho não é empurrá-lo para mais, é hora de parar.

2. Conheça o seu valor

Você pode ser jovem e inexperiente, mas você é valioso. Você tem um cérebro funcionando, tem ideias e um conjunto de experiências para servir como inspiração. As suas habilidades são o que o fazem único e valioso. Não olhe para as empresas e empregadores como entidades poderosas e intocáveis. Eles devem ser gratos a você pelo conjunto único de habilidades que você está trazendo para eles.

3. Sempre inove

As pessoas mais legais são aquelas que nunca se contentam com o que é normal. Você nunca vai conseguir evoluir, a menos que você esteja constantemente em busca de melhorias. Uma maneira fácil para crescer é encontrar oportunidades de melhoria em coisas que já existem.

4. Não deixe que seu trabalho o defina

Você não está usando o máximo do seu potencial. Pense que, se você saltar, poderá ir para muitos lugares. Seu primeiro trabalho não deve ser o único trabalho que você imagine ou deseje ter para o resto de sua vida. Ele deve ser um meio para um fim claro. Se você não tiver certeza de quais são os fins, no entanto, não o deixe de usar como um trampolim.

5. Sempre tente alçar voos mais altos

Nunca pare de sonhar. As pessoas mais infelizes são aquelas que não têm motivação. Se você não estiver constantemente atrás de um objetivo, você está morto. Por que qual é o sentido de viver, se você não está crescendo? Não perca a sua motivação só porque é fácil se acomodar. Só aqueles que fazem alguma coisa grande é que desafiam as regras e restrições ditadas pela sociedade.

6. Não deixe que seus erros e falhas o intimidem

É inevitável: você vai falhar. Apenas os que anseiam chegam ao topo é que estão dispostos a crescer com a dor. As lições mais importantes que aprendemos na vida vêm de falhas.

7. Aprenda com os outros

Todo mundo tem algo a oferecer. Todo mundo tem algo de bom. Se você se recusa a ser ajudado ou acha que sabe mais do que todo mundo, então você é ignorante. E a ignorância irá inibir o seu potencial. Sempre se lembre de olhar através do ponto de vista das outras pessoas e enxergar como elas estão percebendo você. A percepção alheia é uma coisa poderosa.

Fca a Dica

>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Dez dicas para ser a queridinha no trabalho

24 de julho de 2013 0

Quer ser aquela pessoa do escritório que é referência para todo mundo em simpatia? Então veja as dicas que encontramos no site M de Mulher e veja como se tornar a queridinha absoluta!

::: Nunca, jamais, em hipótese nenhuma seja a pessoa que tem um toque de celular alto e, pior, com alguma música engraçadinha estilo “ahh, lek lek lek”

::: Elogie a blusa, o batom ou o cabelo da nova estagiária. Ela vai se sentir acolhida

::: Não, você não precisa (nem deve!) abrir sua vida amorosa para todo mundo. Mas sabe aquela história divertida (mas que não compromete!)? Conte no meio da tarde para aliviar o dia da equipe

::: Fuja das fofocas. Melhor: fuja da fofoqueira do setor. Seu relatório é mais importante que saber se o cara do 8º está traindo a mulher

::: Preste atenção no dress code do lugar. Nada de saias curtas ou decotes avantajados – melhor deixar essas produções poderosas (sim, você fica deusa nelas!) para arrasar nas suas baladas no final de semana, né?

::: Espante o mau humor da segunda-feira. Leve um bolo “caseiro” (comprado na sua doceria preferida) e divida com a equipe

::: Convide a colega tímida para um almoço. E a regra vale para o cara reservado (e gato) do andar. Boba, você?

::: Gaste uns minutos conversando sobre a novela com a pessoa mais antiga do setor. Ela pode ser sua fonte de dicas sobre como tudo realmente funciona

::: É sexta-feira? Oba! Agite uma happy hour. Chame todos os seus colegas. Sim, até a implicante. Só que….

::: …Não insista mais que uma vez. Pode gerar uma situação desconfortável ou criar um inimigo sem querer (aposta número 1: a colega implicante)

Fica a Dica

>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Conheça os dez grandes vilões do rendimento no trabalho

03 de julho de 2013 0


Para quem vive atrasado e não consegue organizar as tarefas no dia a dia no trabalho, encontramos no site M de Mulher dicas do especialista em administração de tempo e produtividade Christian Barbosa (SP), autor do livro Você, Dona do Seu Tempo, para fazer o seu dia render muito. Confira:

1. E-mail aberto na tela

Controle a ansiedade definindo momentos para lidar com as mensagens.

2. Não ter clareza

Você sabe 80% do que deve ser feito hoje? Não? Então vai se perder nas tarefas…

3. Reuniões

Pesquisas mostram que 1/3 das reuniões podem ser canceladas. Se o encontro for fundamental, que tenha duração máxima de duas horas.

4. Redes sociais

Utilize intervalos no dia (como a hora do almoço) para checar Facebook, Instagram, Twitter…

5. Desânimo

Leva à perda de concentração e rouba horas do seu dia. Eleve a energia com exercícios, vá ao médico, alimente-se em horários regulares e faça sexo (com frequência).

6. Perda de foco

Se a tarefa for grande, quebre-a em pequenas partes e coloque o celular no modo silencioso.

7. Falta de planejamento

Anote os afazeres em uma agenda ou no celular. O ideal é planejar a rotina semanalmente ou com antecedência de três dias.

8. Messenger, GTalk…

Está ocupada? Mantenha o status invisível/ offline. Tranquila? Ligue o sinal ocupado. Tem tempo para conversar? Aí, sim, fique disponível.

9. Interrupções

Se muita gente chama você, sua comunicação não anda lá muito adequada. Revise como envia e-mails, dá informações e delega atividades.

10. Tarefas imprevistas

Responda NÃO de forma concreta (baseada em seu planejamento X disponibilidade). Se muitos imprevistos surgem na rotina, seu plano pode não estar adequado.

>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Dicas para arrasar no seu primeiro emprego

23 de maio de 2013 0

Foto: Inmagine Free/ Divulgação

Olá, leitoras do Fica a Dica.

Encontramos um post no site Atrevida sobre dicas para arrasar no primeiro emprego, e resolvemos compartilhar com vocês. Olha que legal:

Antes: para ir direto ao ponto e descolar um trabalho numa empresa, entre em contato com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) ou busque companhias que têm o programa Jovem Aprendiz, para se cadastrar. Se preferir, você pode se candidatar a vagas temporárias, em lojas de shopping ou mesmo buffets infantis. Se solicitarem o seu currículo, faça algo sério, confira mil vezes o português e coloque também trabalhos voluntários e hobbies que mostrem seus pontos positivos. Antes da entrevista, pesquise sobre a empresa, para ir mais afiada e não dar bola fora.

Durante: não é porque você conseguiu a vaga que pode relaxar. Para ficar no emprego, cumpra os horários, fale sem usar gírias e palavrões, não abuse da internet e do telefone. Esses são os erros mais comuns do mundo no ambiente de trabalho!

Depois: organize a sua vida para não deixar acumular lições e trabalhos e, se necessário, peça uma redução do seu horário. Nesse momento da sua vida, o colégio está em primeiro lugar.

>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Pedir aumento para o chefe pode ser mais fácil do que se imagina

15 de maio de 2013 0

Pedir aumento pode parecer um momento deliciado e muitos profissionais acabam perdendo a oportunidade por medo de cometer algum deslize e prejudicar a imagem profissional.  A mentora de coaches, Mônica Vitória, explica que há várias maneiras efetivas, usando estratégias inteligentes na hora de pedir um aumento salarial.

É importante perceber se a empresa passa por um momento estável financeiramente que permite o aumento, verificar se o salário está compatível com o mercado de trabalho; e outro ponto importante, se o trabalhador está atendendo as expectativas do gestor e da organização.

“O maior medo dos trabalhadores é que o pedido seja mal interpretado, gerando o fim da reputação ou até mesmo gerar uma imagem negativa, desgastando o relacionamento entre ambos, mas isso não influencia, é importante ter argumentos claros e consistentes sobre o porque do merecimento do aumento,” explica a mentora de coaches.

Isso envolve apresentar resultados, mostrar o quanto contribuiu para o crescimento da empresa ou departamento que atua. Apresente fatos (planilhas e cases que realmente desenvolveu e que trouxeram benefícios para a empresa).

Nada de pedir o aumento por e-mail ou telefone, isso só vale quando a diretoria possui sede em outro estado ou país. Evite ocasiões informais como festas ou happy hours, a conversa deve acontecer em uma reunião, dependendo da cultura da empresa, um almoço ou café de negócios também é uma oportunidade válida. Seja sempre breve e objetivo. Nada de rodeios.

Nunca use o argumento que pedido de aumento é para solucionar problemas pessoais como pagar dívidas ou arcar com os custos da educação dos filhos. “O que acontece na vida pessoal do funcionário não diz respeito à empresa, isso não se trata de um mérito em termo de renumeração, para conseguir um aumento é importante superar expectativa,” avalia a mentora.

Outra coisa a ser evitada é comparar-se aos outros funcionários, não se trata de uma boa estratégia dizer que o colega tem um salário superior, nenhuma comparação é válida nestas ocasiões, a pessoa pode ter uma carga horária de trabalho menor, mas talvez ser mais produtiva ou tenha outro desígnio de trabalho, e não cabe ao trabalhador avaliar o desempenho e as responsabilidades dos outros.

Caso o trabalhador não receba o tão aguardado “sim”, tentar negociar de outra maneira é a forma primordial de mostrar o merecimento, através da disposição para outras atividades que possam gerar este aumento. Cumpra as metas, se esforce e supere as expectativas diariamente de forma que o chefe veja o desenvolvimento profissional.

Fica a Dica
>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Confira 10 atitudes que mais irritam seus colegas de trabalho

06 de maio de 2013 3

Todo mundo se esforça para ter um comportamento profissional durante todo o tempo do trabalho, mas é quase impossível ficar durante todo o expediente sem sair do script corporativo e revelar alguns traços pessoais que podem afetar os colegas.

Encontramos no site Exame uma pesquisa feita com mais de dois mil gestores britânicos que constatou que atitudes simples no dia a dia corporativo são capazes de irritar quem divide o mesmo espaço com você. Confira quais são os hábitos que burlam a etiqueta no trabalho e mais irritam os gestores:

1 Atrasos

No topo da lista está o hábito de perder a noção do tempo e se atrasar para uma reunião. De acordo com o levantamento, 65% dos entrevistados se irritam demasiadamente com este tipo de atitude – que, no melhor dos cenários, pode atrasar todo o resto da agenda para aquele dia.

2 Mesa suja

Almoçar na própria mesa de trabalho e deixar pratos, talheres e tigelas sujos esparramados por lá, após o almoço, é o deslize mais chato, segundo 63% dos participantes.

3 Fofocas

A rádio peão rola solta em boa parte dos locais de trabalho. Mas apesar da rotina, fofocar sobre os colegas é uma das atitudes mais insuportáveis por lá segundo 60% dos entrevistados.

4 E-mails

A troca de e-mails facilitou e muito a comunicação corporativa nas últimas décadas. Mas tem gente que abusa do meio e irrita 56% dos entrevistados ao enviar uma mensagem via e-mail para alguém, pasmem, que está sentado na mesa da frente ou ao lado.

5 Assuntos confidenciais

Não adianta. Alguns temas ou informações não podem ser tratados para além dos limites da empresa (ou até de algumas salas). Segredos corporativos existem, ponto. Burlar este conceito e falar abertamente sobre assuntos confidenciais, além de irritante para 54% dos entrevistados, pode colocar o sucesso do seu negócio e até o futuro da sua carreira em risco.

6 Celular

Por mais autêntica (empolgante ou outros adjetivos do tipo) que seja o toque do seu celular, esquecê-lo na mesa em alto e bom som irrita 42% dos entrevistados. Deixá-lo no silencioso quando chega ao escritório pode evitar maus pensamentos contra você.

7 Cigarro

Para quem fuma, uma parada para o cigarro pode ser a dose de energia necessária para seguir com o expediente. Mas 39% dos entrevistados não encaram com bons olhos o hábito de fazer muitas pausas para fumar durante o trabalho.

8 Doenças

Ir trabalhar quando se está doente pode ser visto, por muitos que agem assim, como um ato de comprometimento extremo com o trabalho. Mas, para 34% dos entrevistados, a percepção deste fato é outra.

9 Crianças

Uma criança pequena pode trazer para o meio do expediente a leveza necessária para manter a motivação em alta. Mas também pode trazer barulho e ser uma fonte de distração. Por isso, para 27% dos entrevistados, o hábito de trazer filhos pequenos ao trabalho não é recomendável.

10 Jargões

Faça um check-up: na última semana quantas vezes você já usou os termos “sair fora da caixa” ou “daqui para frente”. Pois é. Para 23% o uso excessivo de jargões corporativos como estes é irritante.

Fica a Dica!

>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Saiba o que não fazer em uma entrevista de emprego

30 de abril de 2013 0

Sempre rola ansiedade e nervosismo em uma entrevista de emprego. Geralmente não sabemos como agir, como se comportar, o que falar para o entrevistador. Para ajudar vocês neste processo, encontramos no site M de Mulher recomendações da psicóloga Daniela Costa para não cometer gafes em uma seleção de emprego e se dar bem. Confira:

1. Nunca fale alto, como se estivesse num bar.

2. Não use gírias, palavras chulas e vícios de linguagem, como “vou estar fazendo”.

3. Não minta. O entrevistador pode até fazer pegadinhas para descobrir se você está falando a verdade.

4. Tente não chegar ao local ansiosa. Descubra o que faz a sua ansiedade passar, como uma música especial ou um bate-papo, e faça isso antes da entrevista.

5. Não deixe de se informar sobre a empresa ou loja onde pretende trabalhar. Procure conhecer os produtos que ela vende ou, caso seja uma empresa grande, visite o seu site e fique atenta aos tópicos “valores” e “missão”.

6. Não se sente de qualquer jeito na cadeira. Fique ereta e incline-se um pouco para frente para demonstrar interesse.

7. Não use roupas muito decotadas, curtas ou coloridas. Pense em como você deverá se vestir no dia a dia do trabalho e vá assim à entrevista.

8. Não aja de modo mais ou menos formal do que o necessário. Antes da seleção, vá até a empresa e observe como as pessoas que trabalham lá se comportam. É assim que você deverá agir.

9. Se ficar em dúvida, não deixe de perguntar como você se saiu e se cometeu algum erro que possa corrigir no futuro. É uma atitude válida se o entrevistador der abertura para isso.

>>> O Fica a Dica também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Dicas para se preparar para as férias

25 de dezembro de 2012 0

Vá para as férias sem preocupações profissionais (Foto: Alvarélio Kurossu; Agencia RBS)

As férias estão se aproximando, e devemos aproveitar o tempo livre para fazer tudo o que não poderia fazer com a rotina apressada de trabalho e atividades. Para que você consiga aproveitar bem as suas férias é necessário deixar as pendências e responsabilidades do emprego em dia e organizados.

Confira a seguir as quatro dicas do portal Universia Brasil para se preparar no trabalho para as férias:

1. Prepare sua agenda 

Evite quaisquer contratempos com sua agenda e compromissos com seu chefe ou clientes. Organize o período que estará de férias com antecedência e não se esqueça de conferi-los antes de sair.

2. Informe a todos

 Não há nada pior do que contar com a ajuda de um colega de trabalho e não ser avisado que ele não estará presente. Para evitar esse tipo de desinformações, procure deixar bem avisado para os possíveis interessados ou afetados pela sua ausência.

3. Deixe sua mesa limpa

Sair de férias é uma ótima oportunidade para limpar sua mesa, descartar papéis e deixá-la pronta para a hora de retornar.

4. Prepare seu e-mail 

Não se esqueça de criar uma resposta automática para sua conta de e-mail corporativa de modo que as pessoas que se comunicarem com você não esperem respostas imediatas e sejam prejudicadas.

Fica a Dica!!
Dúvidas e sugestões: ficaadica@horasc.com.br

Dicas para você se tornar um líder desejado pelas grandes empresas

05 de novembro de 2012 0

Foto: Divulgação

Quem nunca sonhou em ser chefe que atire a primeira pedra! Que muitos jovens têm esse desejo, isso a gente já sabe. Mas, e como chegar lá? Essa pergunta pode ser respondida por Alfredo Castro, o diretor-sócio da MOT, que ensina o que as empresas de grande porte, buscam em um líder nato. Veja!

::: Possuir equilíbrio entre conhecimento dos métodos de gestão e o conhecimento comportamental – a maneira como você se comporta ;

::: Conhecer seu próprio perfil e comportamentos, ficando atento ao impacto que eles provocam na equipe;

::: Ter capacidade de pensar globalmente e de compreender as mudanças econômicas e sociais;

::: Compreender o conceito de “diversidade” de maneira ampla, incluindo novos fatores que possam impactar no futuro;

::: Demonstrar uma boa percepção a respeito de seu próprio comportamento e o dos outros;

::: Ser ético e íntegro em relação a seus valores;

::: Ter habilidade no uso de ferramentas tecnológicas e integrado nas atividades das mídias sociais;

::: Ser capaz de construir parcerias e influenciar outras pessoas, mesmo sem ter autoridade sobre elas;

::: Possuir competência para entender as necessidades dos colaboradores e dividir a liderança;

::: Ter habilidade para mudar o estilo de liderança, tendo clareza sobre quando e como variar de um estilo de autoridade para um estilo de orientação.

Fica a dica!!
Dúvidas e sugestões: ficaadica@horasc.com.br