Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de October 2010

O silêncio dos cães em carros

30 de October de 2010 0

É sempre um espectáculo desolador ver um cão abandonado espiando de um carro, as janelas fechadas,  sem dono à vista.

O fotógrafo britânico,  Martin Usborne,  cuja carreira fotográfica começou depois de algum tempo trabalhando como diretor de criação da TV para crianças, criou uma série melancólica de fotos intitulada Silêncio: O Silêncio dos Cães em Automóveis – um aceno a todos os cães, que ficam à espreita dentro dos carros de seus donos, esperando…

Bookmark and Share

Foto e vídeo em 3D

29 de October de 2010 0

A marca AIPTEK está lançando sua primeira camera que filma e fotografa em 3D.

Confira tudo aqui http://www.aiptek3d.com/

Sugestão do colega Omar Junior.

Bookmark and Share

Cuba em Porto Alegre

27 de October de 2010 1

Tadeu Vilani traz Compadre, ¿ Qué Pasa? mostra fotográfica, que nasceu no início de 2008, quando Fidel Castro passa o comando político para Raúl Castro, e com o processo da abertura política e econômica que lentamente começou a refletir no cotidiano da população, viajei em abril e maio de 2008 e voltei no final do mesmo ano para acompanhar as comemorações dos 50 anos da revolução cubana.

O trabalho fotográfico foi realizado com fotografia digital e analógica.


Local: Galeria Câmera Viajante, Rua 24 de outubro, 507/01 – Porto Alegre – RS

Abertura dia 28 de outubro às 20h

Visitação de 29 de outubro a 30 de novembro



Bookmark and Share

A guerra cobra o seu preço

25 de October de 2010 4

RODRIGO LOPES*

Quem é do clube, sabe que um dia vai acontecer. As perguntas são apenas “onde” e “como será”? Nos Bálcãs, no Iraque, no Afenganistão, no Líbano respondem a primeira. Dói muito? Perderei as pernas, morrerei? Terei forças, diante da imensa dor, e continuarei reportando? Fotografando?

Quem é do clube tem medo, aliado sempre vigilante dos correspondents de guerra. Quem é do clube sofre pelos companheiros perdidos no front. Mas, mesmo diante da tristeza, responde apenas em silêncio quando alguém, do fora, larga frases como:

-       Ele sabia do perigo, foi porque quis.
-       Ele já tinha várias fotos, não precisava fazer justamente aquela.
-       Ele já tinha coberturas suficientes no currículo, podia se aposentar.
Ah, os outros… Não sabem que na veia de repórteres, fotógrafos e cinegrafistas puro-sangue, a melhor reportagem, a melhor imagem, é sempre a próxima. Certamente João Silva, um dos melhores fotógrafos da atualidade, está ouvindo frases como essa desde sábado. Português de nascimento, cidadão do mundo por vocação, João perdeu as pernas após pisar em uma mina na cidade de Kandahar, no Afeganistão. Repórter fotográfico do The New York Times, ele estava onde os bons profissionais devem estar: no epicentro dos dramas humanos. Acompanhava uma patrulha do exército americano, como embedded (embutidos, no jargão jornalístico-militar). Ele já cobriu conflitos na África, nos Bálcãs e no Iraque, e é elogiado pelos seus colegas de profissão pela sua bravura e sensatez. O editor executivo do New York Times chegou a considerar como um “artista do conflito”.  Na imagem abaixo João Silva em ação.


João, junto com Greg Marinovich, Ken Oosterbroek e Kevin Carter formam o chamado Clube do Bangue-Bangue, responsável pela cobertura da guerra entre facções negras, travada todos os dias na África do Sul entre 1990 e 1994. São mais de 14 mil imagens que mostram os assassinatos brutais e massacres ocorridos nas cidades dormitórios da periferia de Joannesburg entre o CNA, partido de Nelson Mandela, e o Inkatha, grupo separatista de etnia zulu. A história do grupo que com seu trabalho ajudou a denunciar massacres e sucessivas violações aos direitos humanos está no livro Clube do Bang-Bang, editado no Brasil pela Companhia das Letras. Ken Oosterbroek, primeiro sul-africano a ganhar um Pulitzer, morreu às vistas dos companheiros no meio de uma fuzilaria, com o dedo ainda grudado no disparador da camera. Kevin Carter  suicidou-se aos 33 anos, com uma mangueira enfiada na boca. Acoplara a outra extremidade ao cano de descarga do carro. É dele a emblemática foto da criança desnutrida prestes a ser devorada por um urubu. Greg segue trabalhando.

“‘As vezes nos sentíamos como urubus. Pisamos em cadáveres, metafórica e literalmente, e fizemos disso nosso ganha-pão. Mas nunca matamos ninguém. Acredito que salvamos algumas vidas. E talvez nossas fotos fizeram alguma diferença’, diz Greg no livro.

Recebi a mensagem do breaking news da CNN anunciando a explosão que ferira João Silva no celular ainda na noite de sábado. Não nos conhecemos pessoalmente, mas virei admirador de sua bravura desde que passei a apreciar seus trabalhos. Ouso dizer que temos algo em comum: o gosto pela adrenalina e o sentimento de, ao revelarmos o que há de mais bestial no ser humano, ajudarmos a transformar o mundo num lugar melhor. É por isso que escrevemos ou fotografamos.

João recebeu os primeiros-socorros no local e levado a um hospital militar em Kandahar para ser operado, antes de seguir para a Alemanha. Mesmo ferido pela explosão e com hemorragia interna, João fez o que todos nós, colegas de profissão, esperávamos que fizesse: continuou a fotografar.


* Repórter multimídia do Grupo RBS, cobriu a Guerra do Líbano, em 2006, e outros locais conflagrados, como o Haiti.

Bookmark and Share

Ana Amélia Lemos, também fotógrafa

22 de October de 2010 0

O Informe Especial convidou a candidata ao Senado e segunda mais votada no Rio Grande do Sul, Ana Amélia Lemos, para compartilhar com o leitor de ZH um registro feito por ela. Publicado no dia 17 de outubro.

“Comecei a descobrir o mundo neste bem cuidado sobrado da Avenida Independência.
Ali aprendi a juntar letras, escrever e me comunicar com a magia das palavras, recém descobertas.
Entrei na sala de aula do então Grupo Escolar Argentina, no tumultuado agosto de 1954.
As paredes desse palacete, erguido em 1901, devem guardar segredos e história.
Mas ali ficaram, também, lembranças de minha infância, de sonhos, alegrias e desafios imprevisíveis. Escolhi esse local para fotografar, a pedido do editor Tulio Milman, pelo seu simbolismo. Fiquei emocionada quando a atenciosa superintendente Ana Lucia Goelzer Meira, do Iphan- RS, atual ocupante do prédio, me conduziu às salas para escolha do melhor ângulo para a foto.‘ Os vidros bisotados, das portas, são originais’, informou a superintendente, anotando o cuidado dos alunos com aquele patrimônio e mostrando coleção de fotos magníficas feitas pela festejada Eneida Serrano. A mim, fotógrafa amadora, restou captar este detalhe do prédio do meu inesquecível Grupo Escolar Argentina. Uma saudade enorme inundou a minha alma!”

Bookmark and Share

Oficina gratuita sobre fotografia em Porto Alegre

21 de October de 2010 0

Na era digital, não faltam “fotógrafos” em busca de um flagrante e dos melhores ângulos. Mas como capturar cores perfeitas e manter a qualidade ao reproduzir a imagem? O fotógrafo Ronaldo Rufino ensina como driblar estes e outros desafios no curso sobre “Gerenciamento de cores em fotografia digital”. A oficina, realizada pela Funarte em parceria com o Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, será nos dias 11 e 12 de novembro em Porto Alegre (RS). Serão oferecidas ao público 120 vagas. As inscrições podem ser feitas através do e-mail museucomfotografia@gmail.com .


A programação faz parte de uma série de oficinas gratuitas sobre fotografia que a Fundação Nacional de Artes (Funarte) promove em cinco capitais do país. A primeira oficina foi em São Paulo, nos dias 2 e 3 de setembro, e as 160 vagas disponíveis se esgotaram rapidamente. Além de Porto Alegre, outras três oficinas serão realizadas em Belo Horizonte (27 e 28/11), Recife (3 a 5/12) e Rio de Janeiro (15 a 17/12). Os temas variam de acordo com a oficina. As coleções públicas e particulares de fotografia, o fotógrafo como “testemunha ocular” da história e os princípios básicos de conservação fotográfica são alguns dos assuntos que serão abordados.

Para participar da oficina, em Porto Alegre, é preciso ter conhecimentos em “Adobe Photoshop” e “Adobe Lightroom”. Podem se inscrever fotógrafos, profissionais da área de digitalização e preservação de acervos, estudantes, além, é claro, dos apaixonados por fotografia. O instrutor, Ronaldo Rufino, é formado em Artes Plásticas, e começou a trajetória como fotógrafo há 16 anos.


Bookmark and Share

Calor

20 de October de 2010 0

Calorzinho bom hoje na capital…

Bookmark and Share

Noturnas de Caxias do Sul

20 de October de 2010 0

Olhar noturno do colega Ricardo Wolffenbüttel,  lá da Serra Gaúcha.

Bookmark and Share

Na expectativa

20 de October de 2010 1

Retratos no Hotel, essa era missão passada para mim (JBotega) e o colega Julio Cordeiro, ontem, dia 19.10.

Tudo montado, tudo pronto,  esperando os retratados, sobrou aquele tempinho que eu queria, para sair pelo hotel captando devaneios.

Bookmark and Share

Ângulo baixo

18 de October de 2010 1

Entre uma pauta e outra Ricardo “Maionese” Duarte, caprichou no ângulo e fez essa bela foto!


Bookmark and Share