Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

A série mais legal da minha vida

24 de março de 2011 8

Foram mais de 7 mil episódios assistidos até agora, 202 colunas publicadas nos jornais Zero Hora e Diário Catarinense, 2.294 posts publicados aqui neste blog e 2.600 tweets no perfil @blogforadeserie, que é seguido por 2.187 pessoas.

Tudo isso desde maio de 2007, quando a coluna Fora de Série foi criada. Este ano de 2011 marca, portanto, quatro anos de vida seriadomaníaca-profissional.

Daqui a alguns dias, porém, as minhas noites acordada vão ter outra justificativa!

Vou trocar as caixas de DVDs por pacotes de fraldas. Troco também os episódios de dramas e comédias por desenhos animados e musiquinhas infantis. E nada disso vai ser um sacrifício!

Vou virar coadjuvante para deixar a Pietra ser protagonista desse show. É desde já a série mais legal da minha vida! E já estreia com muita audiência (além de meu marido e eu, fãs número 1 da filha que ainda está na barriga, não faltam familiares e amigos acompanhando cada episódio desta temporada também).

Fiquei devendo contar aqui para vocês:  o blog já havia entrado em pausa em agosto porque a rotina de uma mulher grávida é bem diferente do que era antes. Nada de dormir supertarde por conta de uma maratona de CSI, Good Wife ou Supernatural. Nada de emendar o sábado e o domingo revendo Friends, 24 Horas, Sex and the City ou Arrested Development. Muito menos esperar acordada com F5 por alguma legenda quentinha de Fringe, House ou Dexter. As horas da semana antes dedicada a Desperate Housewives, Grey’s Anatomy ou alguma série inédita no Brasil haviam sido ocupadas pela hidroginástica, por compras para enxoval, cursos para gestantes e arrumação do quartinho.

Agora que nossa Modern Family vai aumentar (e que vou aprender na prática o exercício da “Parenthood“), despeço-me do blog para começar a acompanhar outra história.

***

Agradeço o enorme carinho de todos os leitores, internautas e twitteiros que me acompanharam nessa jornada seriadomaníaca de quatro temporadas de duração. Cada email trocado, cada telefonema atendido, cada tweet respondido e cada abraço recebido em um dos três encontros presenciais temáticos que promovi em Porto Alegre ou em Florianópolis estão guardados na memória e no coração!

Pessoalmente, me sinto uma pessoa de sorte por ter conhecido tanta gente bacana e com as mesmas afinidades que eu durante esse período. Profissionalmente, o Fora de Série marcou demais minha vida como jornalista, algo feito com muito carinho e dedicação aqui no Grupo RBS nos últimos quatro anos.

A partir de abril, o Fora de Série terá continuidade somente no jornal todo domingo, com notícias selecionadas pela equipe do Segundo Caderno de Zero Hora. Bons seriados a todos!

O Brasil nas séries - Prints 166 a 175

14 de março de 2011 0

Nestes últimos meses recebi dezenas de colaborações para o Brasil nas Séries!
Reuni todas neste e no post anterior para compartilhar com vocês.

Para quem não lembra, o Brasil nas Séries registra menções sobre nosso país em séries gringas. Não faltam referências a futebol, modelos, Carnaval, criminalidade e outros temas comumente relacionados ao Brasil.

Confira o que os leitores enviaram:

O BRASIL NAS SÉRIES – 166 – Parks & Recreation


No episódio 4 da segunda temporada de PARKS AND RECREATION, duas menções ao Brasil. A primeira é logo no início do episódio, quando um conselheiro/vereador assume em uma coletiva para a cidade Pawnee que estava traindo a esposa e desmente que estava construindo casas para pobres quando na verdade ele estava fazendo sexo grupal numa caverna no Brasil! Na segunda menção, o indiano brinca com essa situação peculiar do vereador.
* Cena enviada por Rodrigo Monteiro e sugerida por Fernando Meurer.


O BRASIL NAS SÉRIES – 167 – Grey’s Anatomy

No episódio 21 da terceira temporada de GREY’S ANATOMY, o chefe Weber fala sobre um certo tipo de peixe brasileiro que está relacionado ao caso médico da semana.
* Cena enviada por Fátima Regina.


O BRASIL NAS SÉRIES – 168 – NCIS

No episódio 16 da quarta temporada de NCIS, a equipe investiga o que está causando a morte do Tenente Sanders, que ao relatar o seu trabalho, menciona uma inspeção por suspeita de infrações uma usina nuclear no Brasil.
* Cena enviada por Giovanna Garcez.


O BRASIL NAS SÉRIES – 169 – NCIS


No episódio 6 da sexta temporada de NCIS,  eles investigam uma série de crimes cometidos por um cidadão que posta vídeos na internet misturando cenas do último crime cometido com pistas para o próximo. No vídeo aparecem aquelas miniaturas de pontos turísticos em bolhas de vidro, e um deles é o Cristo Redentor, que Ziva identifica como “Rio”.
* Cena enviada por Giovanna Garcez.


O BRASIL NAS SÉRIES – 170 – Battlestar Galactica

No episódio especial “Razor”, entre a 3º e a 4º temporadas de BATTLESTAR GALACTICA, durante uma missão um suposto “Da Silva” se dá mal… Fica a pergunta: “Em qual das doze colônias fica o Brasil?”
* Cena enviada por Jonas Bernardes (que avisa que ouviu a cena várias vezes para ter certeza de que é isso mesmo que eles dizem).

O BRASIL NAS SÉRIES – 171 – Leverage

No episódio 13 da primeira temporada da série LEVERAGE, o investigador de seguros Sterling pede informações sobre Parker para um assistente. Este diz que a personagem é procurada em 9 países, incluindo o Brasil.
* Cena enviada por Leandro de Barros.


O BRASIL NAS SÉRIES – 172 – Miami Medical

O Carnaval brasileiro é um assunto recorrente em séries americanas. A cena acima é do episódio 6 da primeira temporada de MIAMI MEDICAL, “Calle Cubana”.
* Cena enviada por Matheus Ribeiro.


O BRASIL NAS SÉRIES – 173 – Monk

No episódio 15 da sexta temporada de MONK, o suspeito do caso da semana tem conexões com o Brasil, algo que é descoberto durante a investigação.
* Cena enviada por Nathalia Grizoti.


O BRASIL NAS SÉRIES – 174 – Buffy

No episódio 11 da 6ª temporada de BUFFY, Anya compara a textura de um cone atingido por um feitiço com tapioca.
* Cena enviada por Thais Assis.

O BRASIL NAS SÉRIES – 175 – Buffy


No episódio 3 da sétima temporada de BUFFY, Buffy pergunta pra Anya onde ela conseguiu as nozes e Anya diz que foi no Brasil. Eles gostam de uma comida brasileira, hein?
* Cena enviada por Thais Assis.

:: Veja outras menções ao Brasil nas séries de TV

O Brasil nas séries - Prints 155 a 165

14 de março de 2011 0

Nestes últimos meses recebi dezenas de colaborações para o Brasil nas Séries!
Reuni todas neste e no próximo post para compartilhar com vocês.

Para quem não lembra, o Brasil nas Séries registra menções sobre nosso país em séries gringas. Não faltam referências a futebol, modelos, Carnaval, criminalidade e outros temas comumente relacionados ao Brasil.

Confira o que os leitores enviaram:

O BRASIL NAS SÉRIES – 155 – Monk
No 9° episódio da sexta temporada de MONK, o detetive descobre que as córneas de sua falecida esposa haviam sido doadas para uma taxista brasileira chamada Maria. Na cena acima está o registro do diálogo em que Monk pergunta sobre a taxista, dizendo achar que ela era de outro lugar, mas a mulher explica que ela era brasileira.
* Cena enviada por Alex Jesus Ferreira.


O BRASIL NAS SÉRIES – 156 – My Boys


No episódio 6 da quarta temporada de MY BOYS, uma das personagens no bar veste uma camiseta da Seleção Brasileira. Além disso, no mesmo episódio, o jogador de futebol Kaká aparece na televisão do bar.
* Cenas enviadas por Ana Guerra.


O BRASIL NAS SÉRIES – 157 – Bones

No episódio 18 da quinta temporada de BONES, a vítima da semana teria sido curada de uma paralisia depois de nadar no mar do Brasil. Na foto acima, o personagem Sweets explica o curioso caso.
* Cena enviada por Ana Paula Müller.


O BRASIL NAS SÉRIES – 158 – Human Target

No episódio 9 da primeira temporada de HUMAN TARGET, o personagem Christopher Chance tem que enfrentar um brasileiro num torneio clandestino de jiu-jítsu.
* Cena enviada por Ana Paula Müller e Daniel Negreiros. Cena também sugerida por Gilberto Hirdes.


O BRASIL NAS SÉRIES – 159 – Gilmore Girls

A menção acima rola no episódio 11 da terceira temporada de GILMORE GIRLS. Lorelai está conversando com uma cara que conheceu através de Sooky, sobre café. Ele quer abrir um café junto com um amigo e convida Lorelai pra fazer a degustação dos sabores e, ela aceita dizendo que ela e Chuckles, do Brasil, são especialistas em café.
* Cena enviada por Bianca Brida.


O BRASIL NAS SÉRIES – 160 – Burn Notice

No 12º episódio da terceira temporada de BURN NOTICE, o personagem Michael Westen está em frente ao consulado chileno para roubar um arquivo confidencial. Na frente do prédio estão hasteadas as bandeiras do Chile, Brasil, Venezuela e no cantinho, quase imperceptível, a do Uruguai.
* Cena enviada por Bruno Guimarães.


O BRASIL NAS SÉRIES – 161 – CSI MIAMI

No episódio 11 da segunda temporada de CSI: MIAMI, o caso da semana está relacionado a pulgões que são comumente encontrados em um tipo de árvore bem comum no Brasil.
* Cena enviada por Cristiano Hansen.


O BRASIL NAS SÉRIES – 162 – The Forgotten

No 13º episódio da primeira temporada de THE FORGOTTEN, o caso da semana envolvia um jogador de basquete americano que havia namorado garotas brasileiras.
* Cena enviada por Cristiano Hansen.


O BRASIL NAS SÉRIES – 163 – Desperate Housewives

No episódio 17 da sexta temporada de DESPERATE HOUSEWIVES, Gaby estava conversando com a top Paulina Porizkova em Nova York, pedindo um abraço, quando a ainda top disse que Gaby havia a tratado como um lixo. Então Gaby lembra os bons momentos, citando uma sessão de fotos no Brasil.
* Cena enviada por Débora Ohlweiler e Dennis Grassi.


O BRASIL NAS SÉRIES – 164 – The Mentalist

No 21º episódio da segunda temporada de THE MENTALIST, Lisbon e seus subordinados estão rastreando os passos do suspeito da semana quando descobrem que foi comprada uma passagem para o Brasil.
* Cena enviada por Rodrigo Monteiro.


O BRASIL NAS SÉRIES – 165

Print do seriado animado FAMILY GUY, episódio “April in Quahog” (oitava temporada, episódio 16).
Na ocasião, Peter está jogando no XBOX 360 que deu para seus filhos quando aparece a bandeira do Brasil no jogo,  caracterizando algum morro carioca.
* Cena enviada por Rodrigo Monteiro.

O que fazer com o seriado Two and a Half Men?

13 de março de 2011 1

Por Ticiano Osório

Queridos executivos da CBS,
A coisa mais sensata a fazer seria encerrar Two and a Half Men, criando um final irrevogável para os abusos sexuais e etílicos de Charlie Harper. O destino mais provável seria algo tipo Despedida em Las Vegas – Charlie, na companhia de uma prostituta, morto de tanto se emborrachar. Mas como em comédia não se morre, um bom castigo seria casá-lo e enfurná-lo em uma comunidade amish.
Se resolverem manter o seriado no ar, seguem algumas humildes sugestões:
- Chamar Martin Sheen para interpretar o verdadeiro pai de Charlie Harper. Vocês nem precisariam trocar o nome do seriado, bastaria inverter papéis: como Jake já está bem crescido, Martin, 70 anos, seria o half man do título.
- Chamar Jean-Claude Van Damme. Sua persona é parecida com a de Sheen: ambos frequentam clínicas de rehab por conta de álcool e cocaína, já foram acusados de agredir a esposa e são viciados em sexo. O half men do nome do seriado seriam os homens partidos ao meio pelas porradas do lutador belga.
- Chamar Mel Gibson. O seriado só teria que trocar o nome: Two and a Hated Man.
- Chamar Ru Paul para ser o meio homem do título.
- Chamar Cameron Diaz. Como Charlie Harper, a loira coleciona namorados: Justin Timberlake, Matt Dillon, John Mayer, Kelly Slater, Jared Leto… O seriado só teria que trocar o nome: Twelve and a Half Men.
- Chamar de volta Sheen, agora com as duas Deusas. O seriado só teria que trocar o nome: Two and a BIG Man.


E você, qual a sua sugestão?

Charlie Sheen, um homem meio fora do sério

13 de março de 2011 0

A novela Charlie Sheen parece longe de acabar. Futuro da série Two and a Half Men é incerto

Por Camila Saccomori

Sexo, drogas e demissão. Se a vida de Charlie Sheen fosse um seriado, a atual temporada estaria longe de ser uma sitcom light como Two and a Half Men. A classificação mais precisa, aliás, para a série de escândalos vividos pelo ator de 45 anos seria dramédia, um mix de drama e comédia (e censurada para menores, é claro). Desde o início do ano, o artista mais bem pago da televisão americana exibe um comportamento errático que surpreende fãs, colegas de profissão, amigos e familiares. Não há dia em que uma declaração polêmica proferida pelo astro não vire notícia. Tanto “causou” que perdeu o milionário emprego no início desta semana.

Não que antes ele fosse um santo. A já lendária festa de 36 horas de duração em janeiro – animada por prostitutas, atrizes pornôs e uma mala de cocaína, que o levou direto para a reabilitação -, estopim da briga com seus chefes na emissora CBS, foi apenas um dos muitos eventos polêmicos no currículo de baixarias da vida pessoal do ator. Sheen tem histórico de tudo que de mais farrento se possa imaginar: vício em drogas, álcool, violência doméstica e agora, até, poligamia. Ele está morando com a ex-mulher Brooke Mueller, com a namorada e com a amante sob o mesmo teto da mansão nababesca.

Dono de um estilo de vida extravagante, com contracheque semanal de US$ 1,2 milhões na conta, Charlie Sheeen interpreta na TV o solteirão e beberrão Charlie Harper, ou seja, um mulherengo com reflexos de sua própria personalidade na vida real. Na trama, ele é um bon-vivant que sempre se dá bem, enquanto o irmão se atrapalha para criar o filho adolescente, Jake, que completa os “dois homens e meio” do título. Two and a Half Men é atualmente a comédia de maior audiência dos Estados Unidos, com público de 14 milhões de espectadores, há oito temporadas no ar. No Brasil, a série é exibida pelo Warner Channel e SBT.

O pai da bem-sucedida atração é o judeu Chuck Lorre, a quem Sheen ofendeu publicamente chamando de “verme” e outros insultos. Os executivos da Warner Bros não perdoaram: em documento de 21 páginas, os estúdios anunciou a demissão do astro. Alegam que Sheen estava tendo “uma conduta perigosa de autodestruição” e que ele parecia estar “muito doente”.  Desde então, o baderneiro passou a dar entrevistas descontroladas para vários sites, rádios, jornais e canais de TV. Não recusa quase nenhuma entrevista e fala o que pensa sem censura, o que levou seu assessor de imprensa a pedir demissão por incapacidade de gerenciar a crise dde imagem. Já sobrou pra todo mundo: de Chuck Lorre, o criador da série, até Jon Cryer. Poupado mesmo só o “meio homem” do título da série, o adolescente Angus Jones (por enquanto).


A novela Charlie Sheen ocupa o posto que já foi de Mel Gibson e Lindsay Lohan como “casos do momento”. Escândalos envolvendo celebridades são cíclicos na mídia. O que surpreende é que o enredo tragicômico da vida real de Sheen anda durando tanto tempo. Especialistas discutem, inclusive, se a sequência de surtos seria sintoma de transtorno bipolar, resultado do abuso de drogas ou até uma torta estratégia de marketing do ator por conta própria. E olha que esta última opção pode não estar errada. Tendo na internet seu grande circo midiático, Sheen criou uma conta de Twitter (sucesso absoluto de seguidores, tanto que entrou para o Guinness) e um programa caseiro transmitido por videostreaming, Sheen’s Korner. Seu nome está em primeiro lugar nas mídias sociais, à frente de marcas como iPad e gente como Obama e Lady Gaga. Lançou ainda um livro de poesias, já promete uma autobiografia para o fim do ano e não para de receber convites como o de dirigir filmes pornôs. Enquanto os viciados em cultura pop e internet não se cansaram de ler sobre o ator, Charlie Sheen seguirá um fenômeno mesmo fora da tela.

FAMÍLIA
Nascido Carlos Irwin Estevez em 1965 em Nova York, Charles Sheen é filho de Martin Sheen, 70 anos, e irmão de Emilio Estevez, 48 anos, ambos atores. O pai tem histórico de uso de drogas, tal como o filho mais novo. Em 1979, nas Fillipinas, Martin filmava Apocalypse Now quando teve um ataque cardíaco devido a excessos químicos/etílicos. Charlie estava presente no set, inclusive. O pai se manifestou sobre o problema de Charlie: “É preciso uma dose igual de preocupação, amor e apoio, então é isso que fazemos por ele”. Já Emílio, agora diretor de cinema, anda fora do radar da mídia.

VÍCIOS
O ator contou em entrevista à CNN que não se considera um viciado e explicou porque não frequenta as reuniões dos Alcoólicos Anônimos: “Você tem que sentar lá naquela sala e ficar se lamentando. Eles são um bando de perdedores e eu sou um vencedor”, disse. Revelou ainda que na última vez que usou drogas tomou “mais do que alguém poderia sobreviver”. “Eu fumava sete pedras de crack por dia”, contou Sheen. “Sobrevivi porque tenho uma constituição diferente.” O ator divulgou ainda que recebeu conselhos de atores que já tiveram problemas com drogas, como Sean Penn, Mel Gibson e Collin Farrell, mas que eles são “muito radicais”. Para aumentar a polêmica, disse que ficou sóbrio por cinco anos e que foi um tédio. “É uma coisa falsa, não sou eu”

PANCADARIA
Noite nada feliz: Charlie Sheen passou a noite de Natal de 2009 na prisão, acusado de violência doméstica. Segundo fontes, ele teria batido na mulher, Brooke Mueller, com quem tem dois meninos gêmeos. O casal está em processo de divórcio desde 2010. O ator já tinha histórico: foi acusado de agredir a ex-mulher, a atriz Denise Richards, no processo de divórcio, em 2005. Sheen foi acusado também de atirar acidentalmente na ex-namorada Kelly Preston, atual mulher de John Travolta.

CRONOLOGIA 2011: UM BAFO POR DIA
27 de janeiro – A produção de Two and a Half Men é suspensa depois de Sheen ter sido convencido a buscar ajuda, após uma festa de 36 horas com drogas e garotas de programa em sua casa ter terminado com sua internação hospitalar
15 de fevereiro – Quando tudo indicava que a produção seria retomada, Sheen lançou uma série de insultos voltados a Chuck Lorre, o criador do programa, em entrevista a uma rádio americana
24 de fevereiro – A produção da série é, então, cancelada pelo resto da atual temporada
28 de fevereiro – O ator pede aumento publicamente: “Topo até fazer a 10ª temporada, mas neste momento, por causa de sofrimento psicológico, terá que ser US$ 3 milhões por episódio”
1º de março – Paparazzi são chamados para registrar uma foto da família: Sheen posa ao lado de dois dos cinco filhos e das duas namoradas em sua mansão em Beverly Hills, na Califórnia. Ele está em um relacionamento com a atriz pornô Bree Olson e a babá Natalie Kenly
2 de março – A polícia de Los Angeles retira filhos da casa de Sheen. Brooke Mueller, mãe dos gêmeos Max e Bob, de dois anos, conseguiu ordem judicial para afastá-los do pai
3 de março – Sheen entra para o Guinness como o usuário que atingiu a marca de 1 milhão de seguidores no Twitter em menos tempo. Com a conta @charliesheen, ele conseguiu a proeza em 25 horas e 17 minutos
7 de março -  A Warner Bros. demite o ator Charlie Sheen e divulga comunicado à imprensa. Sheen disse que não foi procurado pelo estúdio antes do anúncio. “Soube por mensagem de celular. Esses caras são baratas tão covardes que nem tiveram a decência de me ligar.”
8 de março – Para “celebrar” a demissão, o ator foi ao alto de um prédio em Beverly Hills, onde se encachaçou, fumou cigarro e exibiu um facão. “Finalmente estou livre”, disse
8 de março (à noite) – Sheen fez uma transmissão ao vivo por oito minutos na web declarando guerra a Chuck Lorre, a quem chamou de “pequeno verme”. Os insultos seguiram: “Onde você está se escondendo palhaço bobo?” “Pense em mim sempre, perdedor. Pense em mim enquanto você reza ao deus dos Alcóolicos Anônimos. Você pode cheirar sua alma? Você pode cheirar as mentiras? Cheira como malária”, disse.
9 de março – Em entrevista, o ator xinga Jon Cryer, que interpreta Alan, seu irmão na série. “Ele é um traidor. Quando eu estiver em um filme milionário e ele precisar de emprego, direi: ‘Você me deixou sozinho com toda sua estupidez”.
10 de março – Charlie Sheen entra com um processo contra a Warner Bros pedindo indenização pelos salários que não serão recebidos após o cancelamento da série.

VÍDEO
Com a participação desta que vos escreve, confira um vídeo com comentários sobre a atual fase de Charlie Sheen

Pausa

01 de agosto de 2010 10

Caros seriadomaníacos

Por motivos pessoais, este blog vai dar uma pausa nas atualizações a partir de hoje. Para ser avisado do retorno, você pode preencher o breve formulário abaixo ou me seguir no twitter: @blogforadeserie

No jornal continua tudo da mesma forma, com a coluna Fora de Série publicada aos domingos em Zero Hora e no Diário Catarinense.

Boas séries para vocês!

Loading…

Jennifer Aniston fará participação em COUGAR TOWN

01 de agosto de 2010 0

Assim como ocorreu em DIRT, as ex-FRIENDS Jennifer Aniston e Courteney Cox vão voltar a atuar juntas: desta vez, a loira vai fazer uma participação especial na comédia COUGAR TOWN. É por pouquíssimo tempo, mas as amigas devem se divertir à beça nessas ocasiões de reencontro.

O produtor executivo da série, Bill Lawrence disse que adoraria o reencontro, mas não revelou mais nada sobre o tema.

Vale lembrar que Lisa Kudrow (a Phoebe) participoiu de um episódio da primeira temporada de Cougar Town.

A informação é do site Entertainment Weekly.

:: Em Dirt, Jennifer e Courteney interpretaram amigas com direito até a selinho no fim

Ator que interpreta lobisomem em TRUE BLOOD fala sobre o assédio

01 de agosto de 2010 4

*suspiro*

O ator Joe Manganiello era o único motivo “colírio” pelo qual eu ainda assistia a ONE TREE HILL, a série teen da CW que eu abandonei por puro tédio.

Agora que ele está na terceira temporada de TRUE BLOOD no papel do lobisomem Alcide Herveaux, podre de HOT, nem preciso mesmo sentir saudade da época em que ele ficava com a Brooke.

Como vocês sabem (já aprenderam em Crepúsculo), o lobisomem está sempre sem camisa porque a temperatura corporal dele é elevada (enquanto os vampiros são gelados). E aí o descamisado Joe anda chamando a atenção do público.

Ele contou que já foi assediado até no banheiro masculino!

- Os homens me dizem que o seriado é o favorito das mulheres deles – contou o ator ao E! Online.

A HBO informa que o personagem continua em True Blood na quarta temporada (em 2011).

Livros de séries de TV

01 de agosto de 2010 3

Na coluna de hoje de Zero Hora e Diário Catarinense, prometi a seguinte lista abaixo. São títulos de livros de seriados lançados no Brasil. A lista não tem a pretensão de compilar todas as obras (aceito sugestões para aumentá-la!) e obviamente os gringos ficam de fora porque a quantidade é muito maior, mas para quem lê inglês na boa e encara uma importação, cabe lembrar que na Amazon há centenas de obras sobre o tema (como o “True Stories of Law&Order: SVU”, bem interessante, ou ainda o volume “Philosophie en Séries”, de Thibaut de Saint Maurice, filósofo que vai de Aristóteles a Descartes para analisar personagens de séries).

A foto acima é de uma parte da minha estante de livros. Estão faltando várias obras, que foram emprestadas e nunca retornaram. É por isso que eu não empresto mais nenhum dos meus xodós e também não gosto de emprestar DVDs! Sorry :D

LIVROS-REFERÊNCIA
Obras que analisam a história das séries de TV

ALMANAQUE DOS SERIADOS DE TV
Paulo Gustavo Pereira
Ediouro
Baita guia. Necessário. Divididos por décadas, de 1950 a 2000, traz dados de séries populares com informações de elenco, produção e curiosidades.

AS MARAVILHOSAS MULHERES DAS SÉRIES DE TV
Fernanda Furquim
Editora Panda Books
Outro ótimo. Traz números, curiosidades sobre atores e enredos, organizado por período e com breves retrospectivas do momento de cada época.

EM TEMPO REAL
Cássio Starling Carlos
Alameda Casa Editorial
Básico para quem curte ler sobre o tema. Avalia o fenômeno atual das séries, discorre sobre o sucesso do formato e fala da Era de Ouro da TV.

LOUCURAS DOS SERIADOS DA TV – 287 HISTÓRIAS REAIS E ABSURDAS
Manoel de Souza
Panda Books
Humor. Traz histórias absurdas, mas reais, de seriados de todos os tempos, de Rin Tin Tin a Sex and City.

SITCOM
Fernanda Furquim
FCF Editora
Esgotado. Contate a autora para comprar. Traz a definição do conceito de sitcom e analisa a história do gênero.

TUDO O QUE SEI APRENDI COM A TV – A FILOSOFIA NOS SERIADOS DE TV
Mark Rowlands
Ediouro.
Filosofia pop. O autor linka seriados como Buffy, Família Soprano e Friends a considerações filosóficas sobre o tema de cada atração e vida contemporânea.

LIVROS SOBRE SÉRIES DE TV
Obras de ficção ou temáticas sobre determinadas séries

24 HORAS E A FILOSOFIA – O MUNDO SEGUNDO JACK
William Irwin
Editora Madras
Uma análise sobre o personagem Jack Bauer e as questões filosóficas que seu comportamento desperta.

A CIÊNCIA MÉDICA DE HOUSE
Andrew Holtz
Editora Bestseller
Os bizarros casos mostrados na série são reais? O autor prova que sim. Traz entrevistas com médicos e dados de especialistas sobre síndromes raras.

A FILOSOFIA EM HOUSE
Maria Cristina Amoretti
Editora Bestseller
Por que House fascina tanto o público? O grupo de filósofos chamado Blitris conecta temas como ética, moral e lógica a histórias mostradas na série.

A FILOSOFIA DE LOST
Simone Regazzoni
Editora Bestseller
O que filósofos como Kant e Platão teriam a dizer sobre as aventuras dos sobreviventes do vôo Oceanic 815? O autor é professor da Universidade Católica de Milão. Analisa os personagens, simbolismos e as questões abordadas no seriado.

AGENTE 86 – O VELHO TRUQUE DO LIVRO CHEIO DE CURIOSIDADES
Odair Braz Junior
Panda Books
Lançado por ocasião do remake da série no cinema em 2009. Traz curiosidades e fatos interessantes sobre a série que estreou nos Estados Unidos em 1965.

CSI: A CIDADE DO PECADO
CSI: JOGO DUPLO
CSI: MORTE NO GELO
Max Allan Collins
Editora Prestígio
Todas as histórias do livro contam casos fictícios de crimes investigados pelos personagens que conhecemos na série de TV (da época de Grissom).

DESVENDANDO OS MISTÉRIOS DE LOST – GUIA NÃO AUTORIZADO
David Lavery e Lynnette Porter
Editora Novo Século
Lançado antes do fim da série. Traz glossário de símbolos e personagens, teorias e especulações. Faz pouco sentido para quem já consulta a Lostpedia.

LOST: IDENTIDADE SECRETA (Cathy Hapka)
LOST: RISCO DE EXTINÇÃO (Cathy Hapka)
LOST: SINAIS DE VIDA (Frank Thompson)
Prestígio Editorial
Contam histórias passadas na ilha sob pontos de vistas de personagens que estariam no avião, mas nunca foram mostrados na série.

LOST E A FILOSOFIA
William Irwin e Sharon M. Kaye
Editora Madras
Mais um livro que analisa a filosofia oculta na série, focando nos aspectos psicologicos dos personagens perdidos em uma ilha.

TESOUROS ENTERRADOS DE LOST
David Lavery
Editora Novo Século
Resumos dos personagens, dilemas, easter eggs dos episódios. Lançado também antes do final da série.

THE O.C. – O FORASTEIRO
Corin Martin
Editora Prestígio
Ideal para saudosos fãs da série. Conta detalhes não citados na série original. O autor mostra o ponto de vista de outros personagens.

SÉRIES DERIVADAS DE LIVROS
Livros que inspiraram seriados de TV

DEXTER
Seriado inspirado em obras de Jeff Lindsay: Dexter no Escuro, Querido e Devotado Dexter e A Mão Esquerda de Deus (todos da Editora Planeta)

DIÁRIOS DO VAMPIRO
A trama da CW nasceu de uma série de livros de Lisa Jane Smith, que escreveu os primeiros livros nos anos 90. São 4 volumes lançados no Brasil pela Record.

GOSSIP GIRL
As histórias dos adolescentes do Upper East Side derivam da imaginação da escritora Cecily von Ziegesar (12 livros da série GG à venda aqui pela Galera Record).

PRETTY LITTLE LIARS
Trama teen baseada em série de livros de sucesso nos EUA, escritos por Sara Shepard. O primeiro volume chega até o fim do ano no Brasil.

SEX AND THE CITY
Derivado de livro bestseller de Candace Bushnell, ícone da chick-lit. Recentemente foi lançada obra que conta a adolescência da protagonista de Sex (Os Diários de Carrie)

TRUE BLOOD
Morto até o Anoitecer (Editora Prestígio) e Vampiros em Dallas (Editora ARX) contam as histórias de Sookie Stackhouse, a garçonete de True Blood.

Fora de Série 1º/agosto - FLASH FORWARD + GOOD WIFE

01 de agosto de 2010 3

Eis que o AXN exibiu o incrível final da primeira e única temporada de FLASH FORWARD esta semana. O episódio Future Shock deixou os fãs ao mesmo tempo elétricos e frustrados. Cancelada, a série não terá continuação dos fatos exibidos! É que este final cheio de ganchos para uma segunda temporada foi gravado antes do anúncio do cancelamento. Uma pena.

Apesar dos muitos furos na história, FF tinha uma premissa interessante sobre saltos no tempo e visões do futuro. Na despedida, vimos que nem todos os vislumbres da fatídica data de 29 de abril foram consolidados. O mais chocante foi descobrir que um novo evento estava previsto para acontecer… em 2015! O criador da série realmente tinha esperança de fazer mais alguns anos de show.

E nem adiantou a mobilização mundo afora, realizada mês passado em diversas cidades, simulando apagões coletivos (espécie de flashmobs) por 2 minutos e 17 segundos. A emissora ABC não irá voltar atrás na decisão. O galã Joseph Fiennes (foto acima) já está até escalado para outra série. Resta buscar (poucas) explicações no livro de 1999 de Robert J. Sawyer que inspirou de leve a trama.

Entre dois amores

Com futuro mais tranquilo em relação à série acima, THE GOOD WIFE também encerrou sua primeira temporada esta semana no Brasil – e com um baita gancho. A série da boa esposa interpretada por Julianna Margulies (foto acima), que poderá lhe render o Emmy no dia 29, mostrou uma reviravolta na vida de Alicia. Três homens de sua convivência começaram a criar problemas: o ex-colega competitivo, o chefe apaixonado e o marido pulador de cerca que retorna à política. Entre Will e Peter, quem você escolheria? A cena final deixou um suspense incrível: a advogada irá segurar na mão do marido, que busca a redenção, ou se jogar no plano romântico, mas pé-no-chão, do chefe? Façam suas apostas!

TV para ler

Para os brasileiros quem acompanham séries pela internet, os meses de inverno são os mais mornos possíveis. O intervalo típico do verão americano, chamado de midseason, é composto de poucas atrações novas que realmente despertam o interesse de seriadomaníacos. Como alternativa, que tal passar o tempo com leituras relacionadas a séries de sucesso? Confira no blog (LINK AQUI) uma lista de obras de ficção e outras de referência de shows populares.

* Publicado em Zero Hora e Diário Catarinense deste domingo.

Gente com o mesmo gosto para séries que você

01 de agosto de 2010 3

Já falei 500 vezes do orangotag por aqui, né? Mas hoje queria destacar esse servicinho da rede social que é, justamente, conectar pessoas com gostos semelhantes!

Você vai no item Meu Perfil e, abaixo das séries que assiste e já assistiu, aparece uma caixinha com várias carinhas de seriadomaníaco que curtem as mesmas séries que você.

Estes são os orangotaggers que gostam das mesmas séries que eu atualmente:

THE GATES = Crespúculo + Desperate + Charmed + etc

31 de julho de 2010 6

THE GATES não me empolgou de primeira. É aquele tipo de série feito comida-salvação da noite de domingo: você vê o que sobrou na geladeira, sai misturando tudo para a janta e nem sempre fica um rango bom. The Gates pegou elementos de Crepúsculo (os vampiros e os lobisomens), um pouco de Desperate Housewives (a vizinhança “amiga”, os mistérios entre os vizinhos) e uma salada de Charmed, Eastwick e outras com “bruxas”. Só faltava mesmo a ABC pegar um pouquinho de Lost para temperar o troço.

O gosto andava ruim até o episódio 5. Eu andava me irritando com o policial babaca (justamente protagonista da série) que não se tocava de que havia algo de estranho naquela paz toda do condomínio. Quando finalmente o cidadão descobre que – ui – seu vizinho é um vampiro a coisa começa a esquentar (pelo menos neste arco). Os arcos restantes continuam sendo uma salada esquisita. Não me conformo que os vampiros passem um filtro solar phoderoso e possam andar sob o sol. Não me conformo que eles durmam e comam como pessoas normais. Não me conformo que eles sejam lindos e até corados. Pra mim, vampiro legítimo não pode sequer usar anel para circular durante o dia. Tem que ser padronizado como o imaginário coletivo os consagrou.

Enfim, seguirei vendo a série por pura insistência/fome, já que a variedade anda rara nessa midseason fraca. Mas se as bruxas começarem a ficar muito loucas e as bizarrices seguirem me dando nos nervos largo sem dó nem piedade. E vocês, estão assistindo essa série-salada?

:: A propósito: tem gente que jura que já viu lobisomem! Veja esta reportagem do Diário de Santa Maria.

Como as crianças definem as séries adultas

31 de julho de 2010 0

Estava conversando com meu colega André Roca sobre FRIENDS. Ele anda com um hábito que muitos seriadomaníacos também devem ter: no fim da tarde, das 18h às 19h, ele liga na Warner pra ver a série.

O Roca é pai da Manu, que tem 4 anos e 4 meses. Um dia, ele não ligou a TV naquele horário e a pequena estranhou. Perguntou: “pai, tu não vai ver o teu programa das risadas?”.

#fofa!

E vocês, seriadomaníacos com filhos pequenos em casa: o que as crianças comentam sobre suas séries preferidas?

O Brasil nas séries - Print screen do dia (154)

30 de julho de 2010 0

No episódio 13 da segunda temporada de LIE TO ME, Cal está trabalhando em um caso com sua ex-mulher, Zoe. Meio brigando, pedindo ajuda do ex-marido, ela diz que não tem conhecimentos para reconhecer mentiras (e aí lá vem o Brasil na citação).

* Enviado por Juliano de Oliveira.

* Veja outras menções ao Brasil nas séries

O Brasil nas séries - Print screen do dia (153)

28 de julho de 2010 0

Menção ao Brasil em cena da série CHILDREN’S HOSPITAL, episódio 2 da primeira temporada.

* Print enviado por Equipe TeVeInfo.

* Veja outras menções ao Brasil nas séries de TV

Grife gringa lança linha de esmaltes inspirada em GOSSIP GIRL

27 de julho de 2010 5

GOSSIP GIRL, a série mais fashion da TV desde que SEX AND THE CITY se despediu da HBO, vive inspirando produtos de moda e beleza.

Agora a Teen Vogue divulgou que a série terá sua própria linha de esmaltes, que serão produzidos pela marca Nicole by OPI.

Os tons são em azul, verde e prata. E eu já tô babando! No material de divulgação consta que o o vidrinho irá custar oito doletas.

Um zoooooom pras fanáticas por esmaltes:

Da esquerda pra direita: Too Rich For You, Scandal, Secrets & Sparkle, Party In The Penthouse e Nicole…Spotted!. Os nomes são relacionados a assuntos da trama. #adorei



Related Posts with Thumbnails

ROOKIE BLUE será exibida no Brasil pelo Universal Channel

27 de julho de 2010 1

Já falei do quanto gostei de ROOKIE BLUE aqui no blog, né? Pois agora não vai demorar muito para os brasileiros seriadomaníacos conhecerem a atração.

O Universal Channel comprou os direitos de exibição da trama, que vai estrear por aqui em 12 de setembro.

Outras séries novas vão ganhar espaço na grade do canal a partir deste segundo semestre, algo que irá impactar em horários de exibição de outras atrações.

Segue abaixo o teaser de divulgação dos novos horários:

Segunda, 22h – The Good Wife

Segunda, 23h – Brothers & Sisters

Terça, 22h – Law&Order

Terça, 23h – Law&Order: SVU

Quarta, 22h – Three Rivers

Quinta, 22h – House

Sexta, 22h – Greek

Hugh Laurie irá gravar CD de blues

26 de julho de 2010 0

Hugh Laurie, protagonista da série HOUSE, é reconhecido por seus muitos dotes artísticos. Além de atuar, ele se dedica à música com paixão. Agora, o site NME divulga que o astro da TV irá gravar um CD em parceria com Joe Henry. O gênero musical escolhido? Blues.

As gravações devem começar agora mesmo durante o verão americano.

– Estou ‘bêbado’ de empolgação – brincou Laurie durante o anúncio da nova empreitada.

O disco terá a participação especial de vários artistas de Nova Orleans além do produtor Joe Henry (conhecido por seus trabalhos com nomes como Elvis Costello, Teddy Thompson e Solomon Burke).

Outros talentos do ator
- Livro escrito por Laurie é lançado no Brasil
- Hugh Laurie dirige um episódio de House
- O que Laurie tem em comum com House
- Participação no Band from TV

Fora de Série 25 de julho: SUPERNATURAL + COUGAR TOWN

25 de julho de 2010 1

É de dar água na boca: a Comic Con termina neste domingo em San Diego, Estados Unidos. Trata-se da maior convenção de quadrinhos, cinema e TV com cerca de 100 mil fãs reunidos para atividades pop. Para os seriadomaníacos é um prato cheio descobrir novidades sobre as próximas temporadas e encontrar atores, roteiristas e diretores por lá. Hoje o assunto é SUPERNATURAL, cujo painel será realizado neste último dia de evento. A expectativa é alta para saber como Sara Gamble irá tocar o show substituindo Eric Kripke no posto de comandante da série.

:: O canal CW divulgou que teremos muitos “casos da semana” na sexta temporada, que estreia em setembro nos EUA. As gravações já começaram no Canadá.

:: A divisão entre céu e inferno anda meio confusa após o fim do quinto ano, portanto devemos esperar mais seres sobrenaturais perdidos pelo mundo.

:: Dean leva uma vida “normal” sem caçar. Até quando ele aguenta? E será que ele ficará numa boa com o irmão, Sam?

:: Personagens queridos como o anjo Castiel (Mischa Collins, foto acima) voltam para o sexto ano. E Bobby (Jim Beaver) também!

:: Assim como já conhecemos um meio-irmão dos Winchester, vem mais salada familiar por aí: um primo irá dar as caras!

Mamãe está namorando agora

A primeira temporada de COUGAR TOWN terminou esta semana no Sony sem alarde. Estrelada por Courteney Cox e co-produzida por seu marido, David Arquette, a comédia surgiu tirando onda de senhoras que adoram pegar caras mais jovens. No meio da história o foco mudou e agora sequer o nome se sustenta (“cougar” é “pantera”, a mulher mais velha com postura predadora, a tal “papa-anjo”). Ficou mais light e bem família, com direito a namorinho da protagonista (Jules) com seu vizinho gato da mesma idade. O autor da série, Bill Lawrence (produtor de Scrubs), até cogita rebatizar o show para representar melhor o conteúdo. Aprovamos a ideia, desde que continue dando destaque para a hilária Busy Philipps (foto acima), vinda de Freaks & Geeks e sempre com cenas ótimas.

***

Combina com frio e lenço de papel

Para quem perdeu ou quer rever, o canal Liv reexibe as primeiras temporadas de LIFE UNEXPECTED e PARENTHOOD a partir desta semana. Não há melhor programa para as férias de inverno do que puxar o cobertor e conhecer estas coisas fofas. A história da jovem Lux, crescida com pais adotivos, passa às segundas. Já o drama familiar que tem Lauren Graham e Peter Krause no elenco pode ser visto às quartas, ambas às 22h.

* Publicado em Zero Hora e DC deste domingo.

Cantor Justin Bieber fará ponta em CSI

23 de julho de 2010 22

O cantor teen Justin Bieber, de 16 anos, foi convidado para estrear como ator na TV americana. A primeira ponta do guri será na estreia da próxima temporada de CSI, segundo o Zap2it. Provalmente ele aparecerá em mais de um episódio, para delírio de suas fãs.

O papel? Um adolescente problemático, avisam os produtores. O personagem irá se chamar Jason McCann. Na sinopse revelada pelo site, o personagem de Justin terá que tomar uma decisão terrível envolvendo a vida de seu irmão. #medo

CSI retorna em setembro nos EUA após uma décima temporada que não agradou muito.