Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Os segredos do anti-horário

03 de junho de 2009 11

Massa na vitória de 2007 em Istambul
Querem saber? Eu achava uma grande bobagem esta história de circuito anti-horário fazer diferença, mas o reconhecimento do Felipe Massa e suas três vitórias seguidas em Istambul, as três seguidas em Interlagos (outro circuito anti-horário), sim, porque em 2007 ele entregou a primeira posição para o companheiro Kimi Raikkonen ser campeão, e a supremacia em Cingapura, a terceira pista com sentido anti-horário do calendário atual, não são de graça.

 

O que é circuito anti-horário? Todos vocês sabem que é aquele que a primeira curva e a maioria delas são feitas para a esquerda, completando o traçado no sentido contrário ao movimento do relógio.

Além da preferência de Massa por esses circuitos, vem o Raikkonen dizendo que as Ferrari vão estar na Turquia tão rápidas quanto às Brawn. Também não é de graça. Portanto, prestem atenção a isso. Ah, o outro vencedor dos quatro GP da Turquia é o próprio Raikkonen.

Postado por Daniel Dias

Comentários (11)

  • Gabriel Lopes diz: 3 de junho de 2009

    O Massa poderia ser um grande campeão na Indy, então…! Mas não vejo muito sentido nisto tudo, pois a dsitribuição de peso dos carros é simétrica, e, hoje em dia, eles só têm mesmo 2 pedais (acelerador e freio). E a direção é assistida, o que torna a questão do esforço no controle do volante indiferente quanto ao sentido da curva. Mas houve o caso do Lotus-75 em que o Colin Chapman projetou o carro com 4 pedais para utilização diferenciada em circuitos “clockwise” e “counterclockwise”.

  • PC, O PC diz: 3 de junho de 2009

    Huummm. .circuito anti horário… taí… esse detalhe realmente é importantissimo…se é anti horário, os ultimos serão os primeiros. Logo, vou jogar todas as minhas fichas no Nakajima… e no Piquet… e no Rubinho…
    Agora tchus que eu tenho que ir comprar figurinhs do Pauer Rangers…

  • Mario Gayer do Amaral diz: 3 de junho de 2009

    …aqui e debater com ótimas pessoas que entendem da F1 e de outros assuntos também. Fico contente pela acolhida que vocês me deram e hoje faço parte dessa grande família, que é a dos amantes dos autinhos. Espero um dia conhecer esses grandes amigos que fiz (incluindo o Daniel também) pela paixão da F1. É isto. O tempo passa rápido e já faz um ano que estou aqui com vocês. E espero que se repita por muitos anos. Abraços a todos vocês e obrigado.

    Ôpa, Professor, se tem alguém aqui que tem de agradecer, sou eu. E desde o início se formou uma empatia entre você, os amantes dos autinhos e deste blogueiro. Sua presença aqui sempre abrilhantou este espaço.

    Abração.

    Daniel

  • Adriana Ramos diz: 3 de junho de 2009

    Os carros são acertados dee forma diferente, pois um carro que faz as curvas preferencialmente para a direita tem as suspensões acertadas para isso. As forças centrífugas atuam de formas diferentes nos lados direito e esquerdo do carro. Além da questão do acerto do carro, tem também o fator piloto. A musculatura do pescoço do piloto está mais acostumada a ter que segurar a cabeça quando ela tenta escapar p/ esquerda no horário e no anti-horário é o inverso e isso altera o rendimento do piloto.

  • Adriana Ramos diz: 3 de junho de 2009

    Resumindo: um circuito anti-horário tem diferenças no ajuste dos carros, mas principalmente no rendimento dos pilotos na medida em que estes não estão acostumados às forças centrífugas pendendo para a direita, o que faz com que eles prejudiquem seus rendimentos pela fadiga. a preparação física é outra para esse tipo de circuito e quem não cuida disso, por achar que é bobagem, sente a diferença depois…

    Grande Adriana. Nós agradecemos pela aula. É tudo isso, mesmo.

    Abraço.

    Daniel

  • Carlos diz: 3 de junho de 2009

    Vamos ver como serão os treinos, mas desta vez, a primeira vez no ano, acredito muito na ferrari, e olha que eu sou pessimista ao extremo. Pelo que vi até agora, o crescimento vertiginoso da escuderia vermelha em mônaco em relação as outras corridas de 2009 e o fato de Massa ser o rei da Turquia, acredito que ele subirá ao pódio em primeiro. Recadinho pra ferrari: Não façam bobagem na estratégia nem durante os pits. Acho que dá até dobradinha colorada em Istambul.

  • Jacques diz: 6 de junho de 2009

    Ferrari ? Mc Laren ? “Isso” ainda existe ??? Esqueça, que pra eles o ano já acabou !!!!!

  • Adriano S Schemoel diz: 3 de junho de 2009

    Esse Massa já era, fica a esperança do gavião bueno.

  • Mario Gayer do Amaral diz: 3 de junho de 2009

    Essa corrida será a prova dos nove pra Ferrari, Daniel. Ou faz uma boa corrida e se consagra de vez ou se afunda no campeonato de uma vez. Agora é tudo ou nada pra eles. Mas este mês de junho pra mim, particularmente é muito especial, Daniel. É neste mês que faço um ano que estou neste espaço, participando, opinando, criticando e sendo criticado. Me lembro do comentário que fiz sobre 1986 e 2008. Foi muito legal. E mais do que isso, fico contente por estar…

  • Valdenio Júnior diz: 4 de junho de 2009

    Aew Prof.. Continue sempre fazendo as críticas que só o Sr. sabe fazer! E desculpa Daniel, mas não vejo muita diferença em relação as “forças centrífugas” geradas em curvas para a dir. e para a Esq. já que como falou nosso amigo abaixo, os carros são acertados com distribuição de peso simétrica. Mas vamos ver. Sempre torço muito pela Ferrari! vamos esperar!

  • Gabriel Lopes diz: 3 de junho de 2009

    Houve também o caso do primeiro teste do Copersucar-Fittipaldi FD01, em que o motor cortava quando Wilsinho percorria o anel externo de Interlagos no sentido anti-horário (o normal do circuito), problema que desaparecia quando fazia a volta no sentido horário. Mas isto era problema de montagem errada do pescador de combustível no tanque. Afora isso, somente problemas do piloto poderiam justificar a questão (carros assimétricos só existem na Indy).

Envie seu Comentário