Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Todos podem vencer com chuva em Spa

27 de agosto de 2010 5

Vamos lá, gente, vamos às apostas. Os treinos desta sexta pouco valeram, porque choveu às pampas. O Rubinho vai de macacão novo e pintura especial no carro em comemoração aos 300 GPs disputados. É uma marca muito importante e tem de ser enaltecida. Não esqueçam de um detalhe significativo: é quase certo que a corrida vai ser disputada com chuva. E com chuva em Spa pode sobrar para qualquer um.

Comentários (5)

  • Antonio diz: 27 de agosto de 2010

    É verdade! Chegar aos 300 GPs disputados não é para qualquer um. Mas a situação me faz lembrar de uma piada que eu fazia na infância. Lembro-me do Galvão Bueno narrando as corridas com o Ricardo Pattrese e ele dizia: “Olha, amigo, o Pattrese já correu 250 GPs e só ganhou 5″. Eu dava risada… E não é que um brasileiro, que nem você e eu, conseguiu superar o Pattrese. 300 GPs para ganhar 11… Uau!!! Quando o Rubinho estreou, o Hamilton e o Vettel tomavam mamadeira e os dois já superaram o Rubinho. (O Vettel ainda não, eu sei, mas logo logo vai…) Que momento!

  • Adriano Schemoel diz: 27 de agosto de 2010

    Rubinho merece sim nossos parabéns, se pensarmos que a maioria esmagadora de nós, 99,99999, jamais deu sequer uma arrancadinha de 100 metros que seja num fórmula 1 é de louvar sim a carreira desse grande pilooto, brasileiro com muito orgulho.

  • Mário Gayer do Amaral (Professor) diz: 27 de agosto de 2010

    Merece mesmo, amigo Adriano, afinal não é qualquer um que corre 300 GPS, passe por várias situações boas e ruins, luta contra tudo e todos e não mostra nenhum sinal de cansaço ou vontade de parar.

    em 1993 eu tinha meus 17 anos e nem sonhava em ser professor e o Rubinho já tava correndo. Prova de que el tiempo passa e nós vamos poniendo viejos, como falava a grande Mercedes Sosa.

    Parabéns, Rubinho Highlander!! Esse feito ninguém tira de ti!! Não importa o quanto te dizem de mal, mas isso é história também. e disso eu posso dizer.

    Pra terminar, uma musiquinha inspirada no grande Raul Seixas:

    “Eu estreei a 300 GPS atrás
    E não tem circuito no mundo que eu não saiba demais
    Eu vi o Ayrton Senna dando aquela Primeira Volta na Europa
    Eu vi a morte bater na minha porta
    vi a perda de um grande amigo
    e também chorei, eu chorei

    Eu corri com o Prost, o Hill e o Hakkinen
    Eu vi Michael e Ralf dançar ciranda em minha frente
    Quando todos praguejaram contra a chuva
    Eu fiz a primeira pole na carreira

    Eu senti o coração bater mais forte
    Quando venci minha corrida na Alemanha
    vi o Coulthard e o Hakkinen me carregando
    para minha primeira façanha, emocionei

    Fui pra Ferrari conhecer o meu inferno
    Muita corrida tive que ceder
    Mas o pior não foi aceitar tudo isso
    é ver o povo brasileiro dizendo: Rubinho, vai se f..

    Fui testemunha da afirmação do Vettel
    Vi a estrela de Button e de Hamilton brilharem no céu
    E aquele que provar que estou mentindo
    eu tiro o meu chapéu (ou boné)

    Bom, eheheeheh!! É isso!!!

    Atirem a primeira pedra aquele que nunca chamou o Rubinho de perdedor. Eu atiro meia pedra.

    Até a próxima.

  • Luiz Rogério Alvarenga diz: 27 de agosto de 2010

    Pole? Alonso
    Primeiro? Alonso
    Segundo? Hamilton
    Terceiro? Massa
    Quarto? Sutil
    Quinto? Barrichello
    Volta mais rápida? Hamilton

    Os desafio do Professor: Sutil
    O meu: Sim

  • Adriano Schemoel diz: 28 de agosto de 2010

    Caro Mario Gayer, muito boa a homenagem, eu também atirei minhas pedrinhas no Rubinho, mas o tempo nos ensina, que às vezes, temos que engolir muitos sapos, e, que o importante é perseverar em nossos objetivos, e nisso Rubinho é muito bom. Ma convenhamos ele podia dispensar aquelas sambadinhas, kakak. Abraços e tudo de bom. Ah, e toca Raul aí.

Envie seu Comentário