Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Rubinho não encararia Indianapolis?

30 de janeiro de 2012 19

Rubens Barrichello está testando na Fórmula-Indy com o carro do brother dele Tony Kanaan. Reparem na foto que o Rubinho já está andando com o carro novo da categoria, com proteções nas rodas traseiras para evitar a decolagem no choque roda com roda.
Isso não quer dizer que o Rubinho correrá na Indy neste ano. Mas existe a possibilidade dele participar apenas nas provas de circuitos mistos e de rua. Oval, nem pensar. O Rubinho fugindo dos circuitos ovais demonstraria o que?
a) Medo.
b) Sabedoria, já que corrida em ovais não têm nada de corrida de automóvel.
c) Inutilidade, já que não disputaria o título.
d) Mesmice de sempre, porque não enfrentaria o maior desafio da categoria norte-americana.
E as 500 Milhas de Indianapolis, ele também não correria?

Comentários (19)

  • Chicão diz: 30 de janeiro de 2012

    Não concordo quando menosprezam o nosso Rubinho.
    Ele foi um bom piloto.
    Se não campeão, um vencedor nas pistas e na vida, um exemplo de cidadão e esportista, se é que podemos definir a F1 como esporte.
    Mas o Rubinho já correu em Indianápolis quando a F1 usava parte daquele circuito.
    Não vejo razões para que ele não aceite este desafio.
    Digo mais:
    Acredito que se ele não ir para a Indy como piloto contratado efetivamente, deve correr as 500 milhas, sim.
    Seria bom para ele, que mostraria que ainda conhece um carro de corridas e sabe como deixá-lo competitivo.
    Torço para que dê certo.

  • Luciano Silveira diz: 30 de janeiro de 2012

    Uma simples pesquisa em entrevistas anteriores do Rubinho mostra o por que de evitar ovais: a família. A esposa dele é radicalmente contrária à participação dele em qualquer corrida em circuitos ovais. Isso antes da morte do Wheldon. Entao imagine como está agora.

    Ele já afirmou que gostaria de correr as 500 Milhas. Mas novamente, não o faz em respeito a um pedido da família.

    Antes de menosprezar o cara, faça seu dever de casa e se informe sobre o que está escrevendo.

  • carlos diz: 30 de janeiro de 2012

    Reporter brasileiro é fod..sempre tenta ganhar fama dando bola nas costas de outra pessoa. Até quando meu deus.

  • Gerson Luiz diz: 30 de janeiro de 2012

    Resposta certa: e) Todas as alternativas anteriores.

  • Giovane Andre Moy diz: 31 de janeiro de 2012

    Na minha opinião ele está certo em não correr nos ovais.Errado é ele tentar correr na Indy.
    No 1º GP de São Paulo foi dada a maior demonstração de falta de noção que já se teve notícia.REalizar uma prova numa pista em que os carros não conseguiam andar em linha reta no seco???Depois fazer aquelas ranhuras no piso para que os carros pudessem andar e deixar aquele poeirao na pista????A F1 tem seus defeitos mas as coisas são bem mais sérias.Nas duas o resultado desejado pelos organizadores é o financeiro,só que na Indy não se importam com a segurança dos envolvidos,querem uma competição “equilibrada” a qualquer custo por isso acontecem tantas batidas, nao há punição e os pilotos são, na maioria, irresponsáveis.
    Ele que fique de férias curtindo os filhos que será mais seguro.
    E imaginem só a choradeira depois de cada batida !!rsrrrssr
    Abraço

  • luis diz: 31 de janeiro de 2012

    Você não perde a oportunidade pra fazer uma matéria tentando desmerecer ele. Desculpe, mas as vezes não é preciso afirmar. basta fazer colocações iguais a da sua matéria… Como jornalista você sabe que conforme a conotação das palavras você pode depreciar alguém…

  • Elio diz: 31 de janeiro de 2012

    Rubinho na Indy? Isso deve ser piada. Nunca ganhou nada na F1, piloto medíocre, medroso, duvido que tenha coragem de encarar a Indy…

  • Carlos Mota diz: 31 de janeiro de 2012

    Vou na contramão e afirmo que corrida em ovais é bastante emocionante de se assistir. Alí o cara tem que ser braço de verdade. Velocidade constante; raras trocas de marcha; pistas estreitas; atenção redobrada por parte do piloto; muita adrenalina: tudo isto faz das corridas em ovais um grande espetáculo. Às vezes morre alguém? Morre! No futebol, já morreram mais atletas do que nos ovais da Indy.
    Quanto ao Rubinho, esta eu havia adiantado há alguns dias. Escrevi que ele estava fazendo o molde de um assento de cockpit de um carro da categoria.

  • Rodrigo diz: 31 de janeiro de 2012

    ´Sou fã do Rubinho e sempre serei. Acredito que ele não precisa provar nada a ninguém a não ser a ele próprio e a família dele. É o típico caso da pessoa que todo mundo ri, faz piada, tira sarro, brincam com ele. Mas se algum dia(Deus queira que não) acontecesse alguma coisa com ele, seriam milhares e milhares de pessoas dizendo que ele foi uma boa pessoa, tinha seus méritos, blá blá, blá… Vivemos no típico país onde as pessoas são valorizadas quando estão embaixo da terra. Quando o Maradonna passou por momentos difíceis na Argentina, o povo abraçou a causa junto. Aqui, no país das maravilhas, foi o Ronaldo Fenômeno sair de cena, para que todo mundo tirar uma lasquinha dele. Rubinho fora da Formula 1 para um monte de piloto de autorama poder atuar. Se fosse ele, virava as costas pro Brasil, iria morar na Europa e, abandonaria esse povo que sempre desrespeitou ele e sua família.

  • RAFAEL diz: 31 de janeiro de 2012

    Concordo com o Luciano. Se vc sabe do pedido da família deveria colocar essa opção entre as opções de resposta para sua pergunta.

  • Fernando diz: 31 de janeiro de 2012

    Oi Daniel, gosto muito do teu blog, mas acho que tu presumiste algo errado em relação ao Rubinho. Primeiro, tu escreveste que ele está “fugindo dos ovais”, depois tu colocaste como primeira opção na lista que ele poderia fazer isso por medo. Acho que esse tipo de “provocação” não agrega nada de bom na tua postagem.

    Ainda acho que muita coisa pode passar por baixo dessa ponte… ele estar testando na Indy é um claro indício de que ele pode sim correr lá. Talvez uma temporada inteira… mas se ele correr apenas em circuitos mistos e de rua e obter bons resultados, será um belo “cala-boca” para quem julgou que ele não tinha nada a oferecer na F1.

  • Nei diz: 31 de janeiro de 2012

    Noto nuances de parcialidade no texto. É uma pena, talento não falta ao nobre plumitivo.

  • Isafan Silva diz: 31 de janeiro de 2012

    Acho que deu pra barrichello, seria mais feliz se ficasse na stockcar, é um piloto que pensava ser maior do que realmente é.

  • Jean diz: 31 de janeiro de 2012

    Daniel, pra correr na Indy tem que ter “sangue no olho”, malandragem, esperteza e, sobretudo, braço. Eu digo que o Rubinho tem metade dos atributos: sabe pilotar no braço (ele começou com uma F1 em que o carro não era esse cyborg de hoje em dia) e é esperto, sabe os atalhos. O problema é que ele não tem a malandragem de um Tony Kanaan e nem o “sangue no olho” de um Helio Castroneves. #fato

  • Ienczak diz: 31 de janeiro de 2012

    Só resta uma dúvida: Será que ele fará auto escola para pilotos, pois até agora não correu nada como competição. Ele vai ao autódromo corre, poe o carro nagaragem e retorna para casa feliz. Desde que Sena se foi não temos mais pilotos o Massa ameaçou, mas depois que foi atingido pela peça do carro do Barrichello…

  • Alexandre diz: 1 de fevereiro de 2012

    A minha visão dele é de medroso, sempre foi medroso. Então é bem provável que o medo de encarar o oval é a opção

  • Rafael diz: 6 de fevereiro de 2012

    Medroso ou não, mau piloto ou não, o fato é que o “grande” Massa já teve as mesmas oportunidades que ele, até em condições melhores (temporadas na Ferrari sem Schumacher na concorrência) e não conseguiu superar o “coitado” do Rubinho.

  • Carlos diz: 9 de fevereiro de 2012

    Espero q ele acerte na Indy!! Vários e vários e vários pilotos brasileiros correram todos os ovais da categoria sem o menor problema. Raul Boesel, Gil Ferran, Emerson Fittipaldi, Christian Fittipaldi e etc…etc…

Envie seu Comentário