Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O símbolo da velocidade

07 de setembro de 2012 2

Disputado desde 1921 no mesmo lugar, embora antigamente no estonteante circuito oval, que aparece inclusive no filme Grand Prix, de 1966, o GP da Itália em Monza, o Templo da Velocidade, é O símbolo da velocidade. Só não foi disputado em Monza em 1981 porque ambientalistas protestaram contra a corrida no Parque de Monza, por possivelmente agredir as árvores do local. Se você quiser observar partes do antigo traçado oval na TV, fique de olho na reta posterior à dupla curva de Lesmo. Aquele viaduto que passa em cima dessa reta é o oval antigo. Ele também pode ser visto na chicane no final da reta de chegada, à direita.
Monza já teve também o final de corrida mais incrível e próximo do automobilismo, em 1971, com o quinto colocado a meio segundo do primeiro. Acompanhe aí a chegada e as diferenças. Bom, tudo isso sem contar que Monza é o palco do primeiro título brasileiro na F-1, com o nosso grande Emerson Fittipaldi:
GP de 1971
1) Peter Gethin (BRM)
2) Ronnie Peterson (March)     0s01
3) François Cevert (Tyrrell) 0s09
4) Mike Hailwood (Surtees) 0s18
5) Howden Ganley (BRM) 0s61

A diferença dos quatro primeiros é ainda mais impressionante.

Comentários (2)

Envie seu Comentário