Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Túnel do Tempo: mergulhe na Bus Stop, a famosa e desafiadora chicane de Spa

13 de agosto de 2013 3
A Bus Stop

A Bus Stop

A Blanchimont

A Blanchimont

O lendário circuito de Spa-Francorchamps, palco da volta da Fórmula-1, no dia 25, é muito conhecido também pelo nome de suas curvas, a mais famosa, a Eau Rouge, feita de pé cravado em torno dos 300 km/h em subida. Mas quero lembrar aqui da mais curiosa, sepultada na reforma mais recente feita no circuito belga: a Bus Stop, literalmente, uma parada de ônibus por seu formato, além de os carros passarem em velocidade baixa antes da reta dos boxes.

A tomada da Bus Stop era também um dos inúmeros pontos de ultrapassagem de Spa, uma pista que agrada a todos e que separa os homens dos meninos. A Bus Stop vinha logo depois da curva mais rápida da F-1, a Blanchimont, feita a esquerda acima dos 300 km/h.

Foi na Blanchimont que o Luciano Burti quase morreu, em 2001, a bordo de uma Prost. O brasileiro veio no vácuo do irresponsável Eddie Irvine e arriscou uma ultrapassagem por dentro na curva. O irlandês talvez não tenha visto o Burti (para a Velhinha de Taubaté) e continuou em frente. Luciano bateu na traseira da Jaguar e saiu reto na Blanchimont, indo bater a 280km/h na proteção de pneus. Relembre:

A barreira de pneus  salvou a vida do brasileiro. Burti foi induzido ao coma, ficando entre a vida e a morte por dois dias. Nunca mais conseguiu ser um piloto competitivo na F-1.

Daniel, vou dar uma de abusado e dar um pitaco nesta bela estreia da nossa seção Túnel do Tempo (toda terça-feira relembraremos algo histórico da F-1 aqui no blog). Ao ler teu texto sobre a  Bus Stop, lembrei de um momento clássico ocorrido exatamente na chicane famosa.

Foi quando o colombiano Juan Pablo Montoya, com uma das últimas  Williams que andava, ultrapassou com categoria o então hexacampeão Michael Schumacher (maior ganhador  da história de  Spa, com seis vitórias). Mais tarde, o  alemão viria a ser o campeão mundial naquele ano. Baita manobra:

Comentários (3)

  • Matteus Saldanha diz: 13 de agosto de 2013

    Pra mim não resta mais dúvidas de que este é o melhor circuito da F1

  • Mauro Cardoso diz: 13 de agosto de 2013

    O circuito todo en si facinamte…

Envie seu Comentário