Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Fãs brincam com filme Rush para atiçar rivalidade entre Alonso e Raikkonen

11 de dezembro de 2013 1
alonso_kimi

Duelo começará na Austrália (Reprodução)

Não há dúvida nenhuma. A grande dupla do ano que vem será Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, na Ferrari. O bicampeão espanhol é o dono do time. O Homem de Gelo campeão em 2007 pela escuderia italiana tem fama de não levar desaforo para casa. E, nas pistas, ambos estão entre os melhores da atualidade.

Pois o duelo de gigantes já é alvo de brincadeiras na internet. Fãs chegaram até a fazer um cartaz inspirado no filme Rush (clique aqui e leia a crônica sobre o filme) Os dois aparecem na foto de óculos escuros e com cara de bad boy. Um prenúncio do que vem por aí.

Kimi, aliás, é a cara de James Hunt. Beberrão, polêmico, festeiro e extremamente veloz. É o único piloto que mantém aquele “charme” da F-1 antiga. Já Alonso, assim como Niki Lauda, é perfeccionista e talentosíssimo para tirar leite de pedra do carro. A comparação é feliz.

Desde que estreou na Ferrari, Alonso é um destaque à parte. Pulverizou Felipe Massa com naturalidade. Em 2010 e 2012, perdeu o título para Sebastian Vettel no detalhe. Neste ano, quando o alemãozinho dominou, foi vice-campeão “andando” mais do que o carro.

Raikkonen, o último campeão pela Ferrari, se afastou da F-1 justamente quando Alonso desembarcou na Ferrari. A escuderia, inclusive, pagou sua rescisão para ter o espanhol no time. Voltou em 2012 de forma impressionante, duelou pelo título por duas temporadas com um carro inferior e, agora, terá sua grande chance.

Tradicionalmente, a Ferrari sempre tem um piloto número um. Em 2014, porém, não terá. Pelo menos oficialmente. Kimi não assinou contrato para ser coadjuvante, como foi Massa. Vai encrespar para Alonso, sem dúvida. E o histórico (vide 2007) mostra que o espanhol não gosta de sombra no mesmo time.

Naquele ano, o novato Lewis Hamilton disparou e Alonso enlouqueceu. Brigaram “pau a pau” o ano todo e, no final, Kimi levou a taça. Desta vez, porém, o príncipe das Astúrias está muito mais maduro, assim como o finlandês. O duelo promete ser de gente grande. E trazer muita dor de cabeça.

Favorita nos construtores por ter pilotos velozes e constantes, a Ferrari pode se complicar na hora da disputa pelo título. A Red Bull trabalhará para Vettel e Daniel Ricciardo, seu novo companheiro, será o escudeiro fiel. Ainda é cedo para prognósticos, mas creio que a união Alonso-Kimi será mais positiva do que negativa.

A rivalidade interna fará com que ambos queiram mostrar serviço. Logo, darão o máximo. Terão o seu maior rival não no retrovisor, mas na garagem ao lado. E, desse duelo, pode emergir o homem capaz de interromper a sequência de Vettel.

Provavelmente, chegará um momento na temporada que a Ferrari terá de escolher um piloto para priorizar. E aí, amigos, o bicho vai pegar. Até lá, porém, a disputa promete ser muito interessante. E creio que, apesar de ser um barril de pólvora, não haverá explosão.

Também acredito que Alonso superará Kimi. Ambos são ótimos, mas o espanhol é mais completo. E mais profissional, também. Raikkonen gosta de festas, é avesso a treinos excessivos e acha a maior bobagem as reuniões de planejamento. E isso fará diferença, sim, no duelo particular.

Agora, só resta saber se a Ferrari dará um bom carro para os dois. O histórico recente preocupa, bem como a ascensão da Mercedes e a disparada da Red Bull. Diante de tantas mudanças técnicas, de nada adiantará ter dois fantásticos pilotos se o “cavalinho rampante” ser uma carroça.

Comentários (1)

  • Attila Sipos diz: 13 de dezembro de 2013

    Muito bom! Só errou em um detalhe: Alonso não irá superar Kimi. O Finlandês realmente é festeiro, até mesmo farrista, isto é verdade. Mas é uma fortaleza mental. Já o espanhol, está longe disto…

Envie seu Comentário