Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Piloto da McLaren culpa família por queda de desempenho e pede que pai não fique nos boxes

23 de abril de 2014 0

kevin_magnussen

O guri tem talento. Começou o ano com um arrasador segundo lugar. Depois, enfileirou resultados ruins com uma McLaren que pouco evoluiu. Até aí, tudo bem. Afinal, Kevin Magnussen é estreante. Mas o dinamarquês acredita ter descoberto o motivo da piora em seus resultados: a família.

Quando chegou ao pódio na Austrália, o pai dele, Jan Magnussen, ex-companheiro de Rubens Barrichello na Stewart, não estava ao seu lado. Na corrida seguinte, com o patriarca ao lado, Kevin errou, recebeu punição e foi apenas o nono colocado na Malásia.

No Bahrein, o jovem de 21 anos abandonou. Na China, foi apenas o 13º. E, diante da sequência negativa, afirmou que o pai não é “bem-vindo” nos GPs, alegando que isso o acaba distraindo e afetando o seu desempenho na pista:

— Fico bem feliz sozinho. Se tiver a família por perto, eu me distraio. Gosto de conversar com meu pai sobre corridas e Fórmula-1, mas não é uma ajuda muito grande nas etapas.

kevin_jan

Mas Jan, 40 anos, não parece dar bola para o garoto. Tanto que ele (na foto acima ao lado de Kevin bebê) já cogita deixar as pistas para se dedicar à carreira do filho e dar um suporte maior ao guri, que é a mais nova promessa da categoriaa:

— Começo a pensar em até quando prolongar minha carreira. Preciso decidir até onde devo focar no que faço atualmente e até onde devo ajudar meu filho.

Cá entre nós: larga de ser moleque, Kevin! O problema não é Jan, mas uma McLaren que não acompanhou a evolução das demais equipes. E, claro, algumas mancadas do jovem dinamarquês, que, apesar de demonstrar maturidade, não se conforma quando erra.

Vale lembrar que o companheiro de Magnussen, Jenson Button, teve a presença constante do pai, John, em sua carreira. O “Papa Button”, que virou símbolo da F-1, morreu em janeiro. Mas aposto que Jenson daria tudo pra tê-lo ao seu lado. Por isso, chega de desculpas, Kevin. Te concentra e acelera!

Envie seu Comentário