Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Villeneuve compara F-1 a Playstation, sugere aposentadoria a Raikkonen e diz que Red Bull não quer mais Vettel

26 de junho de 2014 6
Foto AFP

Foto AFP

Campeão do mundo em 1997, Jacques Villeneuve sempre foi conhecido por falar o que pensa. E o estilo não mudou. Em entrevista à revista italiana Omnicorse, o canadense criticou a Fórmula-1, recomendou Kimi Raikkonen voltar para casa e disse que Sebastian Vettel deve sair da Red Bull.

Questionado sobre as novas regras, Villeneuve ressaltou que o domínio das Mercedes não é ruim e citou o duelo Senna-Prost, em 1988, como exemplo de que isso não é ruim para a categoria. Mas fez críticas, por exemplo, ao uso de componentes como o DRS para facilitar ultrapassagens:

— Todos nós lembramos de quando Senna e Prost foram disputando cabeça-de-cabeça e eram os únicos que estavam no mesmo nível. E todo mundo estava feliz. O importante não é criar algo falso, como pode ser o DRS. Quando você chega em uma pista como Spielberg, onde existem áreas de escape em asfalto, mas ainda há grama e um erro pode custar caro, as pessoas gostam. Se você vai para Abu Dhabi, onde você pode ir em qualquer lugar fora e nada acontece, o show é chato.

O canadense ainda atacou o excesso de componentes eletrônicos na categoria:

— Agora você tem a sensação de que qualquer pessoa pode dirigir um carro de F-1. Parece um jogo infantil, porque parece o suficiente ter um pouco de treinamento no PlayStation para aprender a ir mais rápido.

Em 1997, canadense ganhou campeonato após duelo acirrado com Schumacher

Em 1997, canadense ganhou campeonato após duelo acirrado com Schumacher

Ao ser perguntado sobre o desempenho de Raikkonen na Ferrari, Villeneuve disse que o finlandês parece estar na Fórmula-3 e observou que, como um campeão mundial, ele não precisa se submeter a isso:

— Kimi não sabe guiar com suavidade. Para ele, é tudo ou nada. Raikkonen não tem mais nada para fazer na F-1, já pode voltar para casa. Ele é um piloto muito experiente, não precisa dar desculpas a cada corrida, como se fosse um jovem iniciante. Você precisa de duas ou três corridas para mudar a maneira de pilotar e, se você não consegue se adaptar, isso significa que há um problema. Você não pode continuar assim quando você é um campeão do mundo. Você não tem o direito de pedir desculpas.

E emendou, falando que a má fase de Sebastian Vettel é um prenúncio de que a Red Bull já foca em Daniel Ricciardo:

— Vettel é um tetracampeão, mas agora é tratado na Red Bull como se fosse Mark Webber. Eles parecem ter decidido concentrar-se apenas em Daniel Ricciardo. Agora eles querem “matar” Sebastian porque ele não é capaz de vencer. É claro (que ele deve ser forçado a mudar de time), não pode ficar mais uma temporada. Helmut Marko (diretor da Red Bull) também já começou a criticá-lo. Quando você perde o controle da equipe e com a política tendo um peso cada vez maior, você está acabado.

Vettel
Vale ressaltar: são opiniões de quem conhece os bastidores de uma equipe grande e já levantou uma taça. Não creio que a Red Bull queira a saída de Vettel, mas talvez, após os quatro títulos conquistados, o alemão queira novos ares. Sobre Raikkonen, a avaliação de Villeneuve é dura, mas real. O finlandês tem tomado um baile de Alonso e parece perdido na Ferrari após um retorno triunfal pela Lotus.

E, para encerrar, mais uma observação: que falta faz um piloto que diz o que pensa na Fórmula-1, hein? A politicagem, muitas vezes, tem tornado todos espécies de “robôs”, tipo jogador de futebol com aquele discursinho ensaiado. Ah, os velhos tempos…

Comentários (6)

  • Roberto Monteiro diz: 26 de junho de 2014

    Não sou fã do Massa, penso que ele é bem limitado, mas fica claro que Massa não é tão ruim assim. O desempenho de Raikkonen confirma isso.

  • verner becker diz: 26 de junho de 2014

    Gostei muito do comentário do Villeneuve. Disse tudo, inteligente, nada a acrescentar.

  • Neil Summer diz: 26 de junho de 2014

    A formula 1 e’ apenas um desfile de marcas e equipes; os pilotos sao meros puppets de um “autorama” mais sofisticado.

  • Ronaldo Daniel Bastos diz: 27 de junho de 2014

    Acompanho a Formula 1 a exatos 30 anos, não retiro uma única virgula do relato de Jacques Villeneuve, o lobby das industrias automobilísticas é muito forte, para testas suas tecnologias nas pistas de dos circuitos de Formula 1, virá tudo isso, só falta os carros serem teleguiados por controle remotos por suas equipes.

  • larizy diz: 30 de junho de 2014

    O Villeneuve é um mala,Raikkonen é o melhor q tem lá.Agora se a Ferrari tivesse boa Raikkonen e Alonso seriam imbatíveis,e Massa é muito pior q o Kimi,pelo menos Kimi é campeão mundial e ele não é.

  • Marcos diz: 31 de julho de 2014

    O Villeneuve é meio louco, mas o fato é que Alonso está dominando o Raikonen (na Ferrari) de forma muito parecida de que ele dominava na o Massa (na mesma Ferrari), vem confirmar o duelo entre Raikonen e Massa que foi equilibradíssimo (na Ferrari), isto se chama lógica…se o Alonso é superior a Massa e Massa era igual a Raikonen, conclusão o Alonso será superior a Raikonen, e é o que está acontecendo. Os melhores pilotos desta geração são Hamilton, Alonso, Nico e Ricciard, ficando Vettel um pouco abaixo…ser campeão não significa que seja o melhor piloto.

Envie seu Comentário