Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Luciano Burti recebe da FIA capacete usado no grave acidente que sofreu na Bélgica em 2001

16 de julho de 2014 0

capacete_burti

Com apenas 15 GPs na carreira, Luciano Burti ficou mais conhecido na Fórmula-1 por ser piloto de testes da Ferrari. E, claro, pelo grave acidente que sofreu no GP da Bélgica de 2011, quando pilotava pela Prost e saiu da pista após ser tocado na tentativa ultrapassar Eddie Irvine (Jaguar).

Na transmissão da corrida na Inglaterra pela TV Globo, o brasileiro contou que havia recebido o capacete que usou em Spa-Francorchamps. Hoje, foi divulgada uma imagem do casco, sujo e arranhado após o acidente a quase 300 km/h na curva Blanchimont.

— Muita gente pode pensar que o capacete é uma lembrança negativa do acidente. Mas ele salvou minha vida. Se não fosse ele, minha história poderia ter acabado ali — afirmou.

Além do capacete, Burti recebeu o headrest, peça que fica ao redor do cockpit e protege a cabeça do piloto. Os itens foram entregues a ele pela FIA, que retirou-os de um galpão localizado na França. O local será fechado e, por isso, a federação decidiu devolvê-los.

Devido à batida, o brasileiro ficou em coma induzido e não voltou a pilotar mais como titular na categoria. O acidente, no entanto, resultou em mudanças na segurança da F-1, como a exigência de cobertura das proteções de pneus e a proibição de haver furo nos capacetes para passagem de tubos de ingestão de líquidos ou fios de comunicação via rádio.

Envie seu Comentário