Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Rumores na Hungria: Alonso poderia substituir Massa na Williams no ano que vem

25 de julho de 2014 2
Foto Josep Lago / AFP

Foto Josep Lago / AFP

Crescem as especulações sobre o mercado de pilotos para a próxima temporada. Na Hungria, um dos “boatos” é de que Fernando Alonso poderia trocar a Ferrari pela Williams. Insatisfeito, o espanhol já fez críticas públicas ao time italiano e estaria, inclusive, negociando com a McLaren.

Nesta semana, a revista Autosprint revelou que Alonso teria em seu contrato uma cláusula que o permitiria sair da Ferrari antes do término do contrato caso a escuderia de Maranello não fique entre as três primeiras colocadas no campeonato de construtores _ hoje é quarta, atrás da Williams.

A especulação sobre Alonso na Williams teria relação com o bom desempenho do time inglês, que teria mais possibilidades do que Ferrari e McLaren para o ano que vem. A dúvida é: se isso faz sentido (particularmente, creio que não), quem perderia a vaga?

Foto Tom Gandolfini / AFP

Foto Tom Gandolfini / AFP

Hoje, o maior risco seria para Felipe Massa. Afinal, Valtteri Bottas tem o triplo de pontos do brasileiro e soma três pódios consecutivos. Pesaria a favor do finlandês, ainda, o fato de ser um jovem piloto, com potencial futuro, sem contar que a equipe está investindo há alguns anos em sua carreira.

Óbvio que a Williams precisaria de grana para bancar o salário milionário do espanhol, mas vai saber se o piloto não admitiria reduzir a pedida para ter chances de vencer. Volto a dizer: por enquanto, é uma mera especulação. Mas vale ficar de olho. Os negócios surpreendentes costumam começar assim.

Agora vai? Preterido neste ano, GP do México voltará ao calendário da F-1 em 2015

24 de julho de 2014 0

mexico_2

Anunciada em setembro do ano passado, a volta do México ao calendário da Fórmula-1 foi adiada nesta temporada. Mas ontem, oficialmente, foi assinado o acordo para o retorno do circuito na Cidade do México em 2015.

O contrato prevê provas no país, pelo menos, até 2019. A expectativa de público dos organizadores é de 60 mil pessoas por dia. A data da corrida deve ser divulgada no segundo semestre, quando sairá o calendário oficial, que poderá ter 20 provas. Especula-se que a parceria tenha sido fechada por US$ 30 milhões.

Chefão da categoria, Bernie Ecclestone disse, em nota, estar “muito feliz” com a retomada do GP após 23 anos de ausência. “Penso que este é o momento correto para o retorno do México e o benefício será para ambos e por muitos anos. Estou ansioso para a corrida do ano que vem”, destacou.

O GP do México foi disputado pela última vez em 1992, com vitória de Nigel Mansell (Williams). Em 1989, o tricampeão Ayrton Senna venceu a prova no país e se tornou o único brasileiro a conseguir tal feito nas duas fases da corrida na categoria: entre 1962 e 1970, e, posteriormente, de 1986 a 1992.

Um dos protagonistas desta volta é Carlos Slim, dono da Telmex e patrocinador dos dois pilotos mexicanos na F-1, Sergio Pérez e Esteban Gutiérrez. O piloto da Force India, aliás, comemorou a possibilidade de correr em casa na categoria.

— Correr em casa me faz sentir um grande compromisso com meu país. Espero que todos os mexicanos aproveitem muito e que sejamos os melhores anfitriões — afirmou Pérez.

Depois de chamar Ferrari de m*, Lauda pede desculpas ao presidente da escuderia

23 de julho de 2014 2

lauda1

Presidente não executivo da Mercedes, o tricampeão Niki Lauda pediu desculpas à Ferrari por chamar o carro da escuderia italiana de “uma merda” em entrevista ao jornal espanhol El País. A crítica também foi dirigida à McLaren, mas o austríaco não declarou arrependimento no caso da equipe britânica.

O ex-piloto da Ferrari _ pela qual disputou quatro temporadas e conquistou dois de seus três títulos _ disse que “não deveria ter usado aquela palavra”. Também revelou ter justificado suas palavras para o presidente do time, Luca di Montezemolo:

— Eu estava errado e não vou criar desculpas. Liguei para o presidente para me explicar. Fui duro demais com as minhas palavras. Expliquei (ao Montezemolo) e ele entendeu. Nos conhecemos há muito tempo.

Não bastasse isso, Lauda ainda ressaltou que a Ferrari é um forte oponente da Mercedes, em especial no GP da Hungria, que será realizado no próximo fim de semana:

— Até estou preocupado com as Ferrari em Budapeste, pois eles se aproximaram muito mais de nós nas últimas corridas. No momento certo, a Ferrari pode nos pegar no contrapé, já que eles são mais perigosos do que inicialmente pensávamos.

Estava bom demais para ser verdade, né? As declarações até me surpreenderam ontem, pois geralmente os ex-pilotos são bem cautelosos ao falar de outros times, ainda mais em um dos que ele já correram. O engraçado é que, na desculpa, Lauda diz que “até” está preocupado coma Ferrari. Fala sério…

 

Bolão 2014 - Faça sua aposta para o GP da Hungria

23 de julho de 2014 0

F1 Grand Prix of Belgium

O próximo destino da Fórmula-1 é a Hungria, a 11ª etapa do campeonato, logo na sequência da Alemanha. E será em Hungaroring que teremos mais um desafio do nosso Bolão.

Em 2014, assim como a Fórmula-1, ele está com novas regras. E mais: um formato remodelado, totalmente virtual, com mais praticidade, segurança e agilidade.

Atenção: só serão consideradas válidas as respostas enviadas pelo formulário. Veja a seguir o regulamento e aproveite para apostar!

O horário dos treinos e da corrida na Hungria

23 de julho de 2014 0

mapa_hungriaA 11ª etapa do campeonato — última antes das férias de verão da Fórmula-1 — é no circuito de Hungaroring. A pista traz boas lembranças para Lewis Hamilton (Mercedes) que, ao lado de Michael Schumacher, é o maior vencedor da história da prova, com quatro triunfos.

Confira a seguir os horários para acompanhar o GP da Hungria:

Sexta-feira

1º treino livre — 5h

2º treino livre — 9h

Sábado

3º treino livre — 6h

Treino classificatório — 9h

Domingo

Corrida — 9h, com 70 voltas

E dois lembretes:

— A crônica completa do treino classificatório e da corrida, com os detalhes e o resultado completo, você confere aqui no blog!

— O treino classificatório não será exibido na íntegra pela Globo (só no SporTV). A Globo entrará no ar apenas às 9h35min de sábado, para exibir o Q3. No domingo, porém, passa o GP sem cortes.