Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Felipe Nasr negocia com Sauber e Lotus em busca de uma vaga no grid para 2015

17 de outubro de 2014 4
nasr_williams_3

Foto Williams / Divulgação

Ainda não há nada certo, mas Felipe Nasr sonha. E negocia, claro. Piloto de testes da Williams, o brasileiro de 22 anos está em tratativas para garantir um lugar no grid em 2015 e estrear na Fórmula-1. E as bolas da vez são Lotus e Sauber.

O empresário dele é Steve Robertson, o mesmo de Kimi Raikkonen. Não é um negócio fácil. Na Williams, Nasr não terá espaço, pois Felipe Massa e Valtteri Bottas já renovaram contrato. Mas está mais do que na hora de o brasiliense sair dos testes e correr para valer na categoria.

A Sauber vive sua pior temporada e sequer pontuou. Deve mexer muito. A Lotus é mais difícil, ainda mais com a confirmação de que usará motores Mercedes. Em tese, deve seguir com Pastor Maldonado e Romain Grosjean. Oficialmente, os times ainda não confirmaram seus pilotos.

Foto Williams / Divulgação

Foto Williams / Divulgação

Na quarta-feira, o brasileiro participou de um evento promovido pela Williams em Silverstone e guiou o FW08C, carro usado por Keke Rosberg em 1983, no ano seguinte ao que o pai de Nico conquistou o título mundial. Dá uma conferida abaixo no vídeo divulgado pelo time inglês:

Neste ano, Nasr disputou pela terceira seguida a temporada da GP2. Em Sochi, na Rússia, viu o sonho do título cair por terra com uma rodada dupla de antecedência (Abu Dhabi). Mas o balanço é positivo: em 20 provas, conquistou quatro vitórias e fez nove pódios.

Enquanto as negociações avançam, Nasr terá uma boa chance de mostrar serviço nos treinos que participará em Austin (EUA), Interlagos e Abu Dhabi. É cada vez mais latente a exigência da F-1 por dinheiro e polpudos patrocinadores, mas talento também tem valor. E Nasr tem condições de mixar as duas coisas. Torcemos!

Fracasso de Massa e recuperação de Rosberg são destaque no TOP 5 da Rússia

16 de outubro de 2014 3
Foto Williams / Divulgação

Foto Williams / Divulgação

Atrasado, mas em tempo, trago os resultados do TOP 5 do GP da Rússia. A saga de pular de penúltimo para segundo fez Nico Rosberg ser um dos destaques na votação. E o desempenho de Felipe Massa, que parou cedo e não conseguiu reagir, também mereceu menções dos leitores.

Não conhece o TOP 5? Então, confira abaixo um resumo e o resultado de mais uma etapa, claro! A próxima votação será em Sochi, na Rússia, no próximo domingo!

1. Piloto com melhor desempenho (Troféu “Esse é galo!”)
2. Piloto com pior desempenho (Troféu “Mas é um guri de apartamento!”)
3. Momento mais marcante (Troféu “Que barbaridade, tchê!”)
4. Momento mais frustrante (Troféu “Bah, essa é de cair os butiá do bolso!”)
5. Melhor ultrapassagem (Troféu “Maizá índio véio!”)

top5_russia

 

A três semanas do GP do Brasil, circuito de Interlagos passa por vistoria e obras como recapeamento do asfalto e mudança na entrada e saída dos boxes

16 de outubro de 2014 1
Foto Duda Bairros / GP Brasil F1 / Divulgação

Foto Duda Bairros / GP Brasil F1 / Divulgação

Faltando três semanas para o GP do Brasil, o circuito de Interlagos passou por uma vistoria nesta quinta-feira. O prefeito Fernando Haddad e o ministro de Turismo Vinicius Lages visitaram as obras em andamento na pista, que deve passar até o fim do ano que vem pela maior reforma desde 1990.

O trabalho é dividido em duas etapas. A primeira, que começou em julho, tem como principais ações o recapeamento do asfalto, o aumento área de escape no S do Senna e um novo traçado para entrada e saída dos boxes. E, apesar da pressão, há garantias de que tudo ficará pronto a tempo.

Foto Duda Bairros / GP Brasil F1 / Divulgação

Foto Duda Bairros / GP Brasil F1 / Divulgação

Na segunda fase, prevista para ocorrer de dezembro de 2014 a maio de 2015, o destaque será uma nova e moderna área de boxes e paddock, aumentando de 23 para 27 o número de vagas. A ideia inicial de trocar os boxes para a reta oposta, pelo menos até agora, não vingou.

Nas obras, o governo federal aplicará R$ 160,8 milhões e a prefeitura, de R$ 30 milhões a R$ 40 milhões. No início do ano passado, Bernie Ecclestone ameaçou não renovar o contrato por falta de investimentos. Após reuniões entre o chefão e a prefeitura, que obteve verbas federais, o vínculo foi ampliado até 2020.

Foto Duda Bairros / GP Brasil F1 / Divulgação

Foto Duda Bairros / GP Brasil F1 / Divulgação

O GP do Brasil será a penúltima prova do campeonato e será disputado em 9 de novembro. Poderá, inclusive, ser o palco da decisão do título. Para comprar ingressos, saber mais informações e ver imagens em 360 graus de cada um dos setores da pista, basta visitar o site oficial no endereço www.gpbrasil.com.br.

Confira o resultado do Bolão após o GP da Rússia

13 de outubro de 2014 2

F1 Grand Prix of Belgium

Passado o GP da Rússia, é hora de conferir os resultados de mais uma etapa do nosso Bolão. A três etapas do fim, Carlos Boeira manteve a liderança. Alguém conseguirá superá-lo? O tempo está se esgotando…

Confira os critérios:

Pole position: Lewis Hamilton (Mercedes) — 15 pontos
1º colocado: Lewis Hamilton (Mercedes) — 25 pontos
2º colocado: Nico Rosberg (Mercedes) — 18 pontos
3º colocado:
 Valtteri Bottas (Williams)  — 15 pontos
4º colocado: Jenson Button (McLaren) — 12 pontos
5º colocado: Kevin Magnussen (McLarne) — 10 pontos
Equipe com mais pontos: Mercedes (43) — 10 pontos
Último colocado: Max Chilton (Marussia) — 10 pontos
Colocação do Felipe Massa:
 11º — 20 pontos

Principais destaques

— 12 acertaram o terceiro lugar de Bottas

— 10 marcaram Chilton como último colocado

— Oito cravaram Button em quarto

— Apenas dois apostaram em Magnussen como quinto (Marcio G e José Emidio Botton)

— Ninguém acertou a colocação de Massa

Vencedor da etapa

— Lobo_do_oeste, com 95 pontos

Acesse a classificação atualizada

Veja as apostas feitas para o GP da Rússia

Pós corrida tem festa em jatinho, chororô de Rosberg e Vettel cogitando não treinar nos EUA

13 de outubro de 2014 0

E aí, gostaram do GP da Rússia? Pois hoje venho aqui trazer algumas informações e curiosidades do pós corrida. E tem de tudo: desde festa em jatinho até o tetracampeão Sebastian Vettel pensando em não participar do treino no GP dos Estados Unidos. Confiram!

Festa no ar

pilotos_jatinho

Passada a corrida, Felipe Massa (Williams) e Jean-Éric Vergne (Toro Rosso) publicaram no Instagram uma foto da volta para casa. Na imagem, dentro de um jatinho particular, também aparecem Nico Rosberg (Mercedes), Daniel Ricciardo (Red Bull), Jenson Button (McLaren), Adrian Sutil (Sauber), o ex-piloto David Coulthard, o irmão de Felipe, Dudu Massa, e o ex-chefe da Jordan, Eddie Jordan. O tablóide alemão Bild disse que havia cerveja e uísque no encontro e que a turma seguia para Mônaco. Felipe Massa deletou a foto mais tarde, mas Vergne manteve o post no ar.

Rosberg magoado

Depois de tentar — e não conseguir — decidir a corrida na primeira curva ao atacar Lewis Hamilton, o vice-líder do campeonato Nico Rosberg admitiu ter errado na largada do GP da Rússia. Apesar de ter conseguido se recuperar na prova, o alemão viu o rival abrir mais sete pontos na luta pelo título:

— Foi um erro de minha parte. Apenas freei muito tarde, foi isso, bastante desnecessário. Era minha curva e deveria ter contornado melhor. Estou bastante desapontado com isso. Acredito que estraguei tudo.

Os ligeirinhos da Rússia

Daniel Ricciardo (Red Bull) foi o piloto que atingiu a maior velocidade durante o GP da Rússia: 328,3 km/h. Atrás dele, vieram Kevin Magnussen, da McLaren (325,6 km/h), Sergio Pérez, da Force India (324,5 km/h), Felipe Massa, da Williams (322,8 km/h) e Nico Rosberg, da Mercedes (322 km/h).

Alonso em cima do muro

alonso_russia

Tentando inverter a lógica e não parecer desesperado atrás de um time de ponta, Fernando Alonso deu mais uma pista sobre o seu futuro na Fórmula-1: disse que não correrá em um carro com motor Mercedes em 2015. Não é definitivo, mas é mais um indício de que ele irá para a McLaren, que usará Honda.

Afinal, tirando as nanicas e desinteressantes Marussia e Caterham, sobrariam Toro Rosso e Red Bull, esta que já anunciou Daniil Kvyat para substituir Sebastian Vettel. Uma possibilidade seria ele permanecer na Ferrari, mas aí Kimi Raikkonen dançaria. Loucura? Talvez não, mas pouquíssimo provável.

Limitador de velocidade

Pode ser testado em Austin, no dia 2 de novembro, um protótipo do sistema que limita a velocidade dos pilotos durante os períodos de bandeira amarela. A medida é a primeira reação ao acidente sofrido por Jules Bianchi (Marussia) no Japão. A meta da FIA é implantar o sistema em 2015.

O mais interessante de tudo é que, segundo a própria federação, Bianchi reduziu a velocidade antes de sair da pista e bater no trator. E o pior: a FIA diz que não houve erros, apesar de a direção de prova ter autorizado a entrada do guindaste com a prova em andamente e um vídeo flagrar o fiscal agitando a bandeira verde. Difícil…

Vettel sem treinar?

vettel

O regulamento prevê que os pilotos só podem usar cinco motores durante a temporada. Prevendo usar o sexto motor nos Estados Unidos, Sebastian Vettel admitiu em entrevista à emissora alemã RTL após a corrida que poderá não treinar para evitar quilometragens desnecessárias e poupar o propulsor. Será mesmo?

— Austin será difícil. Provavelmente, verei a qualificação em vez de participar porque tenho que usar um sexto motor. Portanto, irei largar dos boxes no domingo. Por isso, não faz sentido colocar quilômetros desnecessários na unidade durante a tomada de tempos — disse o alemão.