Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Faroeste pelo taça: no Texas, Hamilton e Rosberg travarão duelo de cowboys pelo título de campeão

01 de novembro de 2014 0
Patrick Baz / AFP

Patrick Baz / AFP

Há silêncio no saloon dos campeões. De repente, dois mocinhos tentam romper a porta-balcão, que balança até parar. A sombra projeta a silhueta dos cowboys de capacete. Lá fora, os idênticos cavalos prateados esperam o desfecho. Lá dentro, só um permanecerá.

O cenário é o velho-oeste americano. Mais precisamente Austin, no Texas. De um lado, um xerife com a estrela cintilante do título de 2008 e que ostenta nove esporas de vitória na bota: Lewis Hamilton. Do outro, um desafiante frio e calculista, com perfil de galã e  confiança extrema na bala de prata da regularidade: Nico Rosberg.

Protagonistas de uma das mais disputadas temporadas dos últimos anos, os dois companheiros de Mercedes começam a duelar neste domingo os capítulos finais para decidir o campeão da Fórmula-1 em 2014. Serão 100 pontos em disputa — 25 nos EUA, 25 no Brasil e 50 em Abu Dhabi. Serão só três passos antes do disparo crucial que consagrará o vencedor.

Clique na imagem para ampliar

Clique na imagem para ampliar

Nos pontos, o equilíbrio reina: 291 para Hamilton e 274 para Rosberg. Na pista, no entanto, o inglês dispara quando os dois disputaram sem interferências mecânicas: nos 11 combates da primeira à última volta, Hamilton venceu oito. O campeão de 2008 ainda supera o rival no número de vitórias (nove contra quatro). Mas perde para em regularidade: a pior posição de largada de Rosberg foi um quarto lugar, na China. E tem mais: em 13 pódios, o alemão ficou nove vezes em segundo.

Somente quatro vezes os dois tiveram um duelo franco na pista. Em três, deu Hamilton. Na última vez, no Japão, o inglês fez uma espetacular ultrapassagem por fora, na chuva, e venceu. No Bahrein, resistiu a um ataque fulminante com pneus mais desgastados. E na Hungria, desobedeceu a equipe e não cedeu posição para o alemão. Rosberg levou a melhor na Bélgica, na única vez em que os dois se tocaram e o inglês levou a pior, abandonando a corrida.

Foto Mark Thompson / Getty Images North America / AFP

Foto Mark Thompson / Getty Images North America / AFP

Embalado por quatro vitórias consecutivas, Hamilton quer abrir vantagem para decidir o campeonato no Brasil, onde levou a taça em 2008. E confia no retrospecto: venceu a primeira corrida disputada no Texas, em 2012, ainda pela McLaren.

— Espero por uma grande corrida e pela chance de colocar aquele chapéu de cowboy no alto do pódio.

Já Rosberg, que tem apenas um nono lugar no ano passado como melhor desempenho em Austin, promete não tirar o pé até o fim.

— Ainda está tudo em jogo e não vou desistir da luta até a bandeirada final em Abu Dhabi.

A contagem regressiva começou. E, no fim deste faroeste pela taça, só um galopará com o título em direção ao pôr do sol.

Hamilton supera Rosberg nos treinos para o GP dos EUA por apenas três milésimos de segundo

31 de outubro de 2014 0
Foto Mark Thompson / Getty Images North America / AFP

Foto Mark Thompson / Getty Images North America / AFP

Embalado por quatro vitórias consecutivas no campeonato, Lewis Hamilton foi o mais rápido nas primeiras duas sessões de treino para o GP dos Estados Unidos, em Austin, no Texas. Mas a vantagem foi mínima: míseros três milésimos de segundo para o companheiro de Mercedes e rival pelo título, Nico Rosberg.

Felipe Massa mostrou-se confiante e muito veloz. Rodou sete décimos mais rápido do que o companheiro Valtteri Bottas e cravou o quinto melhor tempo da segunda sessão. O xará Nasr, que é piloto de testes, disputou a primeira sessão e chegou a ser quase quatro décimos mais rápido do que o compatriota.

Neste sábado, há a terceira sessão de treinos livres às 13h. A classificação, que definirá as posições para o grid, está marcada para as 16h. Neste duelo pau a pau na Mercedes, alguém arrisca um palpite? Eu vou de Hamilton!

Resultado da 1ª sessão

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:39.941 (28 voltas)
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1:40.233 (32)
3. Jenson Button (GBR/McLaren-Mercedes) 1:40.319 (27)
4. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault) 1:40.887 (33)
5. Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) 1:40.987 (29)
6. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1:41.065 (27)
7. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) 1:41.463 (20)
8. Felipe Nasr (BRA/Williams-Mercedes) 1:41.545 (19)
9. Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 1:41.722 (24)
10. Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Renault) 1:41.785 (32)
11. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 1:41.907 (21)
12. Kimi R¤ikknen (FIN/Ferrari) 1:41.965 (23)
13. Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault) 1:42.329 (28)
14. Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) 1:42.333 (23)
15. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 1:42.359 (23)
16. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) 1:42.516 (24)
17. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) 1:42.598 (5)
18. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) 1:43.229 (26)

Resultado da 2ª sessão

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:39.085 (18 voltas)
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1:39.088 (34)
3. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1:40.189 (29)
4. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) 1:40.390 (30)
5. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 1:40.457 (36)
6. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 1:40.543 (32)
7. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault) 1:40.631 (34)
8. Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) 1:40.641 (38)
9. Jenson Button (GBR/McLaren-Mercedes) 1:40.698 (36)
10. Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 1:40.800 (25)
11. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 1:40.828 (37)
12. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) 1:41.054 (31)
13. Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso-Renault) 1:41.110 (36)
14. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 1:41.123 (35)
15. Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault) 1:41.158 (37)
16. Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) 1:41.332 (33)
17. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) 1:41.420 (34)
18. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) 1:43.980 (19)

Novo visual nos EUA: Lotus descarta "bico-tomada" e Ricciardo inova com bigode e costeleta

30 de outubro de 2014 1

bico_lotus

As primeiras movimentações em Austin antes dos treinos tiveram dois destaques: o novo bico da Lotus e o novo visual de Daniel Ricciardo (Red Bull), o único piloto a vencer na temporada além da dupla da Mercedes.

Na Lotus, sai o “bico-tomada” e entra um mais quadrado e baixo, parecido com o modelo adotado por Mercedes e Ferrari. A solução, que será testada já de olho em 2015, foi exibida sem segredos pelo time nos boxes. É um tiro no escuro para quem vive uma pífia temporada. Se dará certo, só os treinos dirão.

ricciardo_costeleta

Enquanto isso, Ricciardo desfilou pelo Circuito das Américas ao “estilo texano”, com costeleta e bigode que lembram antigos caubóis. Sensação do ano, o australiano ainda sonha com o título. mas para manter chances matemáticas, precisa vencer em Austin:

— Acredito que teremos uma boa chance em Austin. Sinceramente, acho que é o melhor circuito no calendário para ultrapassagens, então é sempre emocionante. Vamos ver o que acontece.

Cá entre nós, se Ricciardo for campeão será o maior milagre da história da Fórmula-1. Mas o fato de chegar até a antepenúltima prova com chances mostra o quão espetacular está sendo a temporada do australiano. E, claro, como ele será osso duro de roer em 2015.

Conheça o Circuito das Américas e dê uma volta virtual no simulador com Lewis Hamilton

29 de outubro de 2014 0

A Fórmula-1 chegou em Austin, no Texas (EUA), há apenas dois anos. O Circuito das Américas, que já teve vitórias de Lewis Hamilton (McLaren, 2012) e Sebastian Vettel (Red Bull, 2013), ainda é desconhecido por muitos fãs.

Então, que tal saber mais sobre a história da pista, as curvas, pontos de frenagem e desafios para os pilotos? É o que propõe o líder do campeonato, Lewis Hamilton, em uma volta no simulador pelo circuito. Topa encarar?

O horário dos treinos e da corrida nos EUA

29 de outubro de 2014 0

mapa_eua

O próximo desafio da Fórmula-1 é o belo Circuito das Américas, no Texas (EUA). E, diante do fuso horário, é preciso se programar para não perder os treinos e a corrida. E atenção: não haverá transmissão da Globo, só do SporTV!

Sexta-feira

1º treino livre — 13h

2º treino livre — 17h

Sábado

3º treino livre — 13h

Treino classificatório — 16h

Domingo

Corrida — 18h, com 56 voltas

E um lembrete: a crônica completa do treino classificatório e da corrida, com os detalhes e o resultado completo, você confere aqui no blog!