Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Atenção para os cuidados que podem salvar a vida de seus filhos

12 de janeiro de 2016 0

Por Elisandra Borba

Foto: Mariana Eli

Foto: Mariana Eli

O período férias muda um pouco quando se tem filhos. A partir de então, os locais visitados são pensados para integrar os pequenos: restaurantes, hospedagem, locais para visitação, tudo para a família toda ter momentos especiais e fugir dos problemas. Mas, para isto, é primordial cuidar da segurança dos pequenos. O blog Fralda Cheia conversou com os responsáveis pela Operação Golfinho, no Rio Rio Grande do Sul e eles nos passaram uma lista de cuidados que são importantes para quem vai passar as férias na praia. Além disso, a Sargento Sabrina Ribas destaca que os pais não devem descuidar também com água em casa, pois acidentes podem acontecer até com bacias ou baldes dentro de casa.

Em primeiro lugar, é importante não pensar que “essas coisas só acontecem com os outros” e garantir a segurança de seus filhos. Não há pai ou mãe que não se choque ao ouvir uma notícia sobre crianças que morreram afogadas nas férias. Então, anote os cuidados e tenha ótimas férias!

Na praia

-O banho deve ser tomado sempre próximo de uma guarita de salva-vidas (isto vale não só para quem tem filhos).
-Peça para o salva-vidas as fitas de identificação para as crianças, elas são distribuídas gratuitamente em todas as guaritas. Preencha com nome, telefone dos pais e número da guarita mias próximo onde estão.
- Não permaneça na praia em dias de tempestade, devido ao risco de ser atingido por um raio.
- Atenção também para a sinalização das condições do mar, que mudou: Verde significa mar bom; amarelo significa cuidado no mar e vermelho, mar perigoso. Neste veraneio também tem as bandeiras preta, que significa risco de morte e púrpura, que sinaliza animais marinhos na área (botos, águas-vivas, leões marinhos, focas, pinguins, etc).
Os objetos flutuantes devem ser usados com cautela, pois são facilmente levados pela correnteza e podem dar falsa sensação de segurança.

Na piscina

-A piscina deve estar cercada e protegida para que as crianças não tenham acesso ao local sem a presença de um adulto.
-Crianças que sabem nadar também podem sofrer afogamentos, além disso, objetos como boias e flutuadores não são totalmente seguras, por isso, explique à criança a importância de utilizar a piscina sempre sob a supervisão de um adulto.
-A grade do ralo deve estar sempre instalada. Piscinas sem grade no ralo devem ser interditadas pelo risco de afogamento.
-Depois das refeições, é necessário aguardar um pouco para entrar na água. Muitos afogamentos ocorrem após casos de mal súbito por ingestão de alimentos ou álcool.
-O piso no entorno das piscinas geralmente é escorregadio: oriente as crianças para que não corram nesses locais.
-Evite deixar brinquedos e outros objetos infantis dentro ou próximo da água: isso atrai as crianças.
-Desligue o filtro da piscina quando ela estiver sendo utilizada.
-Procure ter conhecimento de procedimentos de primeiros socorros: em caso de necessidade, isso pode salvar vidas.

 

Envie seu Comentário