Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Fuja das porcarias! Dicas para alimentar as crianças na beira da praia

15 de janeiro de 2016 0

Por Karolina Nogueira

Reprodução

Reprodução

Estamos em plena época de férias, verão e praia, quando é comum darmos uma relaxada na alimentação. Contudo, uma das maiores preocupações dos pais é como alimentar as crianças na beira de praia de forma adequada.

Eu, recentemente, saí de férias com o meu filho e confesso que tive dúvidas de como lidar. São ambulantes por todos os lados, oferecendo todos os tipos de comidas e, principalmente, alimentos industrializados e muito processados.

O Pietro está com dois anos, sabe pedir e já identificar o tio do picolé. Para correr menos riscos e ter que recorrer aos alimentos que nunca dou para ele, me preocupei organizar nossa ida durante todos os dias de praia. Em uma bolsa térmica com gelo, acondicionei um pote com frutas e água geladinha. E, em uma sacola plástica, levava biscoitos integrais. Uma vez ou outra dei milho (sem manteiga) e achei uma marca de picolés que fazia um tipo sem açúcar. Esse foi o único consumo dele em beira de praia.

A nutricionista, pós-graduanda em nutrição materno-infantil, Eliza Reis, topou conversar conosco para esclarecer de que forma a beira de praia pode se tornar tranquila neste quesito. Confira a entrevista:

Blog Fralda Cheia: Quais as preocupações que os pais devem ter com a alimentação na beira de praia?

 Eliza Reis: Os pais devem se preocupar com o grande número de casos de intoxicação alimentar. Principalmente, na beira da praia, por conta do calor, da falta de controle da temperatura dos alimentos e das condições de higiene do local. O consumo de alimentos mal conservados pode provocar diarreia, vômitos e levar à desidratação.

Blog: Como lidar diante de tantas ofertas tentadoras? Há alguma maneira de substituir sem perder a graça?

Eliza: Realmente, são muitas ofertas tentadoras como pasteis, refrigerantes, algodão doce, queijinho, picolés, etc. A oferta de alimentos na beira da praia é grande e variada, porém pobre em nutrientes.

 Você quer oferecer uma alimentação saudável para seu filho, mesmo na beira da praia? Faça preparações em casa e leve em uma bolsa térmica com gelo. Levando apenas frutas, sanduíches e água, que são fáceis de organizar na térmica, já dá um belo lanche! Se for oferecer um picolé ao seu filho, dê preferência para os picolés de frutas.

Blog: Qual a forma  correta de transportar os alimentos?

Eliza: Na bolsa térmica com gelo ou com bolsa de gelo. Os sanduíches e bolos podem ser colocados em potes com tampa, dentro da bolsa térmica.

Blog: Do que os pais devem fugir e não dar as crianças na beira de praia?

Eliza: Não devemos oferecer os frutos do mar e a maionese, por seu alto risco de intoxicação alimentar. Deixe para oferecer os peixes em outro momento e não na beira da praia.

Fuja das frituras, batata frita, salgadinhos e dos embutidos, como presunto e salsicha. Além de não serem nutritivos e terem grande concentração de sódio, possuem gordura trans, que está diretamente relacionada às doenças cardiovasculares.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, não se deve oferecer doces para crianças com menos de 2 anos de idade. Mesmo os com mais de 2 anos, evite dar  algodão doce, balas, sorvetes, biscoitos recheados e refrigerantes. O consumo em excesso de bebidas e alimentos adoçados pode levar à obesidade e à diabetes.

Crie hábitos saudáveis nos seus filhos desde a infância, para que esses hábitos permaneçam na vida adulta!

Alimentos indicados para beira de praia:

  • sanduíche natural preparado em casa é uma ótima dica! Ele fornece carboidratos, proteínas e fibras;
  •  O milho verde pode ser consumido. Ele é um cereal rico em carboidratos e fibras, e é uma ótima fonte de energia.  O recomendado é que seja consumido com pouco sal e sem manteiga. O milho pode ser consumido como espiga de milho verde, bolo de milho caseiro e pipoca - para os maiorzinhos. Mas claro, pipoca de saquinho e não a de microondas;
  • Outros bolos caseiros - como bolo de casca de banana , de cenoura , de laranja, de abobrinha  e de cacau - são boas alternativas!;
  • iogurte natural é rico em cálcio e em probióticos, que equilibram a flora intestinal, fortalecem o sistema imunológico. Além disso, as crianças adoram! Fique atento para conservar o iogurte bem gelado na térmica;
  • Dê preferência para as frutas da época. Elas são muito mais saborosas e nutritivas e você economiza na hora das compras! Agora em janeiro tem o abacaxi, coco verde, figo, laranja-pera, mamão, maracujá, melancia e uva. São uma ótima fonte de vitaminas e minerais! Além da fruta in natura, os pais podem fazer uma salada de frutas e oferecer como sobremesa ou lanche da tarde;
  • Outra opção é o tomate cereja e a cenoura baby. As crianças adoram! Leve-os higienizados em um potinho ou sacos de alimentos;

Para beber:

  •  Muita água. A hidratação é fundamental, principalmente nos dias quentes;
  • água de coco é uma boa alternativa, pois é uma bebida isotônica que repõe o sódio e o potássio e pode ser utilizada como complemento na hidratação;
  • As frutas ajudam no equilíbrio hídrico do organismo, com sua alta concentração de água. Como exemplo, o melão, a melancia, o abacaxi, o morango, a maçã e a pêra;
  • Para os bebês até os 6 meses, o leite materno é o mais indicado, sem adição de águas, chás, sucos ou outros líquidos;

Blog: Quais dicas você daria para organizar um dia na praia com as crianças?

 Eliza: Fazer um “Kit Lancheira Saudável” antes de sair de casa. Este deve conter água, muita água, frutas, gelo para conservação dos alimentos e algum outro lanche, como sanduíche triângulo com pão integral ou fatias de bolo. Use a sua criatividade, faça as preparações e envolva os pequenos no preparo!

Além dos alimentos que podemos levar para beira da praia, podemos falar do tão esperado picolé que as crianças adoram. E porque não deixá-lo saboroso e nutritivo? Picolé de frutas feito em casa, fácil de fazer!!! Faça de manhã e, quando chegar da praia à tarde, terá um saboroso e refrescante picolé!

Receita  de picolé de frutas

Ingredientes: 2 kiwis, 4 morangos, 1 cacho de uva sem semente, algumas fatias de manga, folhas de hortelã e água de coco. Pode usar iogurte natural em vez da água de coco.

Modo de Preparo: Corte as frutas, misture com a hortelã já higienizada e coloque nas forminhas de picolé ou copinhos descartáveis até a metade. Depois, complete com a água de coco. Leve ao congelador por cerca de 2 horas, coloque os palitos de picolé e coloque novamente no congelador. Dica: No momento de colocar as frutas já cortadas nas forminhas, convide as crianças para ajudar. Elas vão adorar criar seu próprio picolé!

Saiba mais:

Frase Fralda Cheia: “Coitadinho! Doces e guloseimas fazem parte da infância”

Inspire-se na hora de cozinhar para os pequenos

O que meu filho precisa comer?

Mãe megera não dá doces para os filhos. Ou seria o contrário?

Três em cada dez crianças consomem refrigerante antes dos 2 anos

As caretas da introdução alimentar

Obesidade infantil: Um terço das crianças entre 5 e 9 anos está acima do peso

Alimentação saudável, eu consegui!

Dei Danoninho ao meu filho. Vou para o inferno?

Envie seu Comentário