Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Licença-paternidade no Brasil aumenta de 5 para 20 dias

08 de março de 2016 6

Por Marcela Panke

Foto: Marcos Porto/Agência RBS

Foto: Marcos Porto/Agência RBS

A licença-paternidade no país agora poderá ser de 20 dias! A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (8) a lei que cria a Política Nacional Integrada para a Primeira Infância.

Entre as medidas previstas, estão a possibilidade das empresas ampliarem a duração da licença para os pais de recém nascidos, que antes era de apenas cinco dias!

A ampliação do período afastamento dos papais vale para funcionários das empresas que fazem parte do Programa Empresa Cidadã. O programa possibilitou a prorrogação da licença-maternidade de quatro para seis meses, com benefícios para as companhias que oferecerem esse prolongamento da licença para as mães.

A prorrogação da licença-paternidade também valerá para os empregados que adotarem crianças. Com a sanção pela presidente Dilma Rousseff, a lei já está em vigor!

Leia também:

Senado aprova ampliação da licença-paternidade para 20 dias

Pai ganha direito à licença-paternidade após morte da esposa no RS

Netflix anuncia licença-maternidade ilimitada para mães e pais

Comentários (6)

  • Renato Coelho diz: 9 de março de 2016

    esse país é uma bagunça, não existe mais nada URGENTE para ser aprovado no Brasil?

  • PRIS diz: 9 de março de 2016

    …issso, VIVA A VAGABUNDAGEM !!!!!

  • Marcio diz: 9 de março de 2016

    As mamães agradecem…

  • Taiane diz: 9 de março de 2016

    Pri.. provavelmente você não é mãe né, para chamar isso de vagabundagem. Não sabe o quando precisamos do auxilio do pai quando ganhamos o bebê.

  • Mari diz: 9 de março de 2016

    Olha quem critica ou chama de vagabundagem deve ser filha(o) de chocadeira, eu não sou mãe mas todos nós sabemos o quanto é necessário a ajuda do companheiro neste momento, até mesmo após uma cesariana e os cuidados de um recém nascido, pelo amor de Deus né. Nem toda mulher tem mãe ou alguém disponível para ajudar, mas essa é a cultura brasileira a mulher que se vire, aposto que os mesmos que chamam de vagabundagem são os primeiros a festejar os feriados.

  • Dig diz: 9 de março de 2016

Envie seu Comentário