Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Após aumento de casos de zika, Secretaria da Saúde do RS orienta mulheres a adiarem gravidez

24 de março de 2016 0

Por Matheus Schuch

Foto: Betina Humeres

Foto: Betina Humeres

A Secretaria Estadual da Saúde anunciou nesta quinta-feira (24) uma nova orientação às famílias que estão planejando ter filhos. Com a confirmação de novos casos de zika vírus, os futuros pais são aconselhados a adiarem a gestação.

“Há 30 dias nós não tínhamos esta orientação, mas neste momento é prudente que todas as famílias avaliem o risco que existe no nosso Estado, que discutam isso com o seu médico. Se for possível postergar, a família deve fazer isso”, recomenda o secretário João Gabbardo.

O risco passou a ser maior, segundo ele, com o aumento no número de casos autóctones, ou seja, contraídos no local. Ao todo, são onze registros de zika neste ano. Três foram adquiridos no Rio Grande do Sul: Santa Maria, Frederico Westphalen e Ivoti.

Os importados são em Bom Jesus, Garibaldi, Porto Alegre (2), Santo Ângelo, Teutônia e Tramandaí. O 11º caso é de um morador do Rio de Janeiro que foi diagnosticado aqui no Estado.

“O vírus está circulando, a possibilidade das gestantes serem atingidas é muito grande”, complementa Gabbardo. Às mulheres que já engravidaram, ele sugere cuidado redobrado, como o uso frequente de repelente e combate a possíveis focos do mosquito Aedes aegypti.

Os casos de dengue, que também é transmitida pelo Aedes Aegypti, atingiram índices ainda mais significativos nos primeiros meses de 2016. Dos 3.297 casos suspeitos, 386 já foram confirmados. O número é o maior dos últimos seis anos, e a tendência é crescer nas próximas semanas.

O governo irá solicitar o deslocamento de outras equipes das Forças Armadas para atuação nos municípios mais expostos às doenças. O trabalho já está sendo realizado em Ijuí, Frederico Westphalen, Santa Maria e Santo Ângelo. Em razão das novas suspeitas, Novo Hamburgo também deve receber o reforço.

Envie seu Comentário