Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Estudo americano comprova relação do zika vírus com microcefalia

13 de abril de 2016 0

Por Marcela Panke

micro ce fa lia

Um estudo divulgado nesta quarta-feira (13) pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos concluiu que o zika vírus pode causar microcefalia e outras lesões cerebrais graves em bebês.

Até o momento, a Organização Mundial da Saúde era cautelosa ao afirmar que havia “fortes indícios” da relação do vírus com a má formação em recém nascidos.

Os dados analisados na pesquisa foram submetidos a uma metodologia de sete itens chamada “Critérios de Shepard”. A relação de zika e microcefalia preenche totalmente cinco dos critérios e parcialmente um deles. Os autores do estudo que comprovou a ligação publicaram um artigo no New England Journal of Medicine.

O diretor do CDC, Tom Frieden, destacou que, embora exista a relação, nem todas as gestantes infectadas pelo zika vírus tiveram bebês com microcefalia, o que sugere que há outros fatores desencadeantes da má formação.

Os pesquisadores estão estudando como o zika pode provocar outras lesões cerebrais e problemas de desenvolvimento.

O CDC voltou a recomendar que gestantes evitem viajar para regiões afetadas com casos da doença causada pelo mosquito Aedes aegypiti. O órgão também reforçou a orientação pelo uso de preservativo nas relações sexuais.

Leia também:

Total de casos de microcefalia no Brasil sobe para 1.113

Estudo diz que zika causa outros danos em bebês que não tiveram microcefalia

Após aumento de casos de zika, Secretaria da Saúde do RS orienta mulheres a adiarem gravidez

Envie seu Comentário