Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Rio Grande do Sul tem apenas seis bancos de leite humano ativos

02 de agosto de 2016 0

Por Marcela Panke

Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

O Rio Grande do Sul tem apenas seis bancos de leite ativos, sendo que metade está localizada em Porto Alegre. As unidades ficam nos Hospitais Presidente Vargas, Fêmina e Santa Casa, na Capital, e no interior, no Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr, em Rio Grande, no Hospital de Caridade de Ijuí e na Santa Casa de Caridade de Bagé.

Mesmo com o número reduzido de bancos de leite ativos, o Rio Grande do Sul é o terceiro em número de doadoras de leite humano no país, perde apenas para São Paulo e Paraná.

Segundo dados da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, em 2015, 15.599 mulheres doaram leite materno aos bancos do Estado, o que corresponde a 8,9% do total de doadoras do Brasil. No ano passado, 4.481,4 litros de leite humano foram distribuídos no Rio Grande do Sul.

Em todo o mundo, há 292 bancos de leite humano, sendo que 72,9% deles estão no Brasil, o que torna o país uma referência no aleitamento.

Nem todas as mães conseguem doar

Mesmo assim, nem todas as mães que querem doar, conseguem. A cabeleireira Vanessa da Silva Brandão, de 20 anos, tem excesso de produção de leite. Ela nos contou que, enquanto amamenta a filha Gabrielly, que vai completar um mês em 8 de agosto, a outra mama “jorra” leite.

A foto abaixo é de um balde cheio quase pela metade após a alimentação da sua filha.

Vanessa da Silva Brandão / arquivo pessoal

Vanessa da Silva Brandão / arquivo pessoal

O problema é que a Vanessa é de Sapiranga e o hospital local não tem um banco de leite. Os bancos de leite mais próximos ficam em Porto Alegre, mas ela não tem como se deslocar. Por isso, acaba tendo que jogar fora o excesso de leite produzido!

O Hospital Fêmina tem um convênio com o Corpo de Bombeiros, que busca doações, porém apenas em Porto Alegre. O mesmo acontece na Santa Casa, que tem parceria com os bombeiros e com o Rotary. O Hospital Presidente Vargas disponibiliza uma equipe para recolher o leite ofertado depois da primeira doação, que deve ser presencial.

Por que doar?

Um litro de leite materno doado pode alimentar até dez bebês. Com essa doação, os recém-nascidos internados em UTIs neonatais ganham peso mais rápido, se desenvolvem com mais saúde e ficam protegidos de infecções.

Atualmente, a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano supre 60% da demanda dos bebês prematuros e de baixo peso internados no país.

Bancos de leite no RS

Confira onde ficam e os telefones de contato dos bancos de leite do Rio Grande do Sul:

Hospital Fêmina (Grupo Hospitalar Conceição) – Porto Alegre
Av. Mostardeiro, 17 , 8º andar , Moinhos de Vento
Tel.: 51-3314-5362 / 51-3314-5200

Hospital Materno Infantil Presidente Vargas – Porto Alegre
Avenida Independência, 661 , 6º andar bloco A , Centro
Tel.: 51-3289-3334 / 51-3289-3000

Santa Casa de Misericórdia - Porto Alegre
Rua Professor Annes Dias, 295 , Centro
Tel.: 51-3214-8284 / 51-3214-8080

Santa Casa de Caridade de Bagé
Rua Gomes Carneiro, 1.350 , Centro
Tel.: 53-3242-7022

Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. – Rio Grande
Rua Visconde de Paranaguá, 102 , Centro
Tel.: 53-3233-8880

Hospital de Caridade de Ijuí
Avenida David José Martins, 152, Centro
Tel.: 55-3331-9324 / 55-3331-9300

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA O FRALDA CHEIA NO TWITTER

Confira informações sobre a doação de leite, fornecidas pela Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano:

Quem pode ser doadora de leite humano?

Mulheres que produzem um volume de leite além da necessidade do bebê. Além disso, a doadora deve ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação e se dispor a ordenhar e a doar o excedente. Não pode ser usuária de álcool ou drogas.

Como preparar o frasco para coletar o leite humano?

- Escolha um frasco de vidro com tampa plástica, pode ser de café solúvel ou maionese;
- Retire o rótulo e o papelão que fica sob a tampa e lave com água e sabão, enxaguando bem;
- Em seguida, coloque em uma panela o vidro e a tampa e cubra com água, deixando ferver por 15 minutos (conte o tempo a partir do início da fervura);
- Escorra a água da panela e coloque o frasco e a tampa para secar de boca para baixo em um pano limpo;
- Deixe escorrer a água do frasco e da tampa. Não enxugue;
- Você poderá usar quando estiver seco.

Como se preparar para retirar o leite humano (ordenhar)?

O leite deve ser retirado depois que o bebê mamar ou quando as mamas estiverem muito cheias.

1- Escolha um lugar limpo, tranquilo e longe de animais;

2- Prenda e cubra os cabelos com uma touca ou lenço;

3- Evite conversar durante a retirada do leite ou utilize uma máscara ou fralda cobrindo o nariz e a boca;

4- Lave as mãos e antebraços com água e sabão e seque em uma toalha limpa.

Como guardar o leite retirado para doação?

O frasco com o leite retirado deve ser armazenado no congelador ou freezer. O leite pode ficar armazenado congelado por até 15 dias.

O leite humano doado, após passar por processo que envolve seleção, classificação e pasteurização, é distribuído com qualidade certificada aos bebês internados em unidades neonatais.

Leia também:

Começa hoje a semana mundial do aleitamento. Confira algumas ações e participe!

Banco de Leite do Hospital Presidente Vargas pede doações

Brasil é referência mundial em aleitamento materno

Amamentação em público é protegida por lei; entenda

Bebês que mamam no peito ganharão salários maiores quando adultos

Bodas: Saiba em qual estágio da amamentação você está

Envie seu Comentário