Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Clínicas particulares da Capital relatam falta de vacinas penta e hexavalente

21 de setembro de 2016 0

Por Paulo Rocha

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Levantamento feito junto a clínicas particulares de Porto Alegre mostra que há falta das vacina hexa e pentavalente. São doses voltadas a crianças a partir dos dois meses de idade e que imunizam contra difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus tipo B (meningite) e hepatite B. No caso da hexavalente, a dose inclui imunização contra a poliomielite.

Das sete clínicas consultadas, algumas relatam que há irregularidade na chegada das vacinas desde o final do ano passado. Alguns poucos lotes chegam de forma esporádica, e a espera chega a até dois meses. Para organizar a distribuição, as clínicas trabalham com lista de espera.

Devido à falta das vacinas nas clínicas particulares, a rede pública é a única alternativa. Os postos de saúde disponibilizam a vacina pentavalente e a dose monovalente da poliomielite, que são aplicadas em duas injeções em substituição à vacina hexavalente. A dose pentavalente também tem uma pequena alteração.

“A vacina da rede pública tem um componente formado por células inteiras. Em algumas crianças, em casos bem específicos, isso costuma provocar um pouco mais de dor local e, em algumas situações, pode provocar um pouco mais de febre. Mas nada que comprometa a eficácia da vacina”, diz Raquel Barcella, coordenadora do núcleo de imunização da Secretaria Municipal da Saúde.

Segunda a Secretaria Municipal da Saúde, não existe falta de vacinas pentavalente e da polimielite nos postos de saúde. Na rede privada, as dose hexavalente – quando disponíveis – tem valores que variam de R$ 216 a R$ 320.

A reportagem da Rádio Gaúcha já entrou em em contato com a fabricante das vacinas oferecidas na rede privada. Até o momento, o laboratório GSK não retornou ao pedido de informações.

Leia também:

Atenção pais: começa campanha de multivacinação

Benefícios da vacina do rotavírus são muito maiores que os riscos

Clínicas de Porto Alegre oferecem vacinas contra a meningite

Escolas de Porto Alegre poderão denunciar ao Conselho Tutelar crianças sem vacinação em dia

Envie seu Comentário