Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

10 dicas de segurança na hora de comprar brinquedos

06 de outubro de 2016 0

Por Milena Schoeller

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

O Dia das Crianças está chegando e o comércio está cheio de promoções de brinquedos. Mas pais devem ficar atentos a algumas dicas de segurança na hora da compra, e também depois da compra, para que não ocorram acidentes. Por isso, o blog elaborou uma lista com 10 dicas, a partir de orientações do Inmetro, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA O FRALDA CHEIA NO TWITTER

SIGA DICAS DE MÃE NO INSTAGRAM

Cuidados antes de comprar o presente

1. No ato da compra, exija o selo do Inmetro. O selo deve estar sempre visível, impresso na embalagem, gravado ou numa etiqueta  afixada  no  produto.  O mesmo  deve  conter  a  marca  do  Inmetro. Ele demonstra que o produto atende a requisitos mínimos de segurança estabelecidos em normas e regulamentos.

2. Não compre produtos no comércio informal. Geralmente, os brinquedos são mais baratos, mas, na grande maioria, são irregulares, falsificados, e podem conter substâncias tóxicas na composição.

3. Exija sempre a nota fiscal do estabelecimento onde comprou, e guarde para troca posterior, se necessário.

4. Antes de entregar o brinquedo à criança, leia atentamente as instruções de uso, que orientam quanto ao uso seguro do produto.

5. Cuidados especiais devem ser observados na retirada das embalagens, que podem ter grampos metálicos, papéis com tintas inadequadas, etc. A embalagem não é brinquedo (apesar das crianças adorarem).

6. Pais devem ficar atentos à faixa etária recomendada para o brinquedo. Esta informação é obrigatória na embalagem. Peças pequenas, em especial, são muito perigosas se usadas por crianças com idades inadequadas. Já selecione o brinquedo considerando a idade, o interesse e o nível de habilidade da criança.

7. Verifique se há na embalagem informações sobre o conteúdo, instruções de uso, de montagem, e eventuais riscos associados à criança, além do CNPJ e endereço do  fabricante. As  informações  obrigatórias  na  embalagem  demonstram  a responsabilidade do fabricante ou importador.

Cuidados após a compra

8. Pais com mais de uma criança em casa, com idades diferentes, devem ficar atentos pois os brinquedos acabam se misturando. E por mais seguro que o produto seja, ele não dispensa a supervisão de um adulto quando os pequenos estão brincando.

9. Verifique se o brinquedo possui pontas ou extremidades cortantes, e partes ou peças pequenas que possam se desprender com facilidade e provocar acidentes. Eles também não podem ser fabricados ou pintados com material tóxico, uma vez que as crianças costumam desmontá-los, e por vezes, colocam na boca.

10. Se encontrar algum problema, denuncie. A ouvidoria do Inmetro funciona no telefone 0800 285 1818.

Leia Também

Confira atividades gratuitas alusivas ao Dia das Crianças em Porto Alegre

Inmetro inicia fiscalização do Dia da Criança

Campanha arrecada brinquedos e livros para doação no dia da Criança

Três ideias de brinquedos sem custo para fazer com as crianças

Brincadeiras que quero ensinar a meus filhos

Menino perde o brinquedo preferido e internautas se unem para ajudar a dar um desfecho incrível para a história

Confira dicas de segurança para crianças e adolescentes de zero a 18 anos

Envie seu Comentário