Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Quais são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti?

05 de dezembro de 2016 0
Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Como a informação é a maior arma na promoção da saúde e no combate às doenças, o blog Fralda Cheia foi buscar mais informações sobre as doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti, que vem preocupando pais e mães já há alguns anos, especialmente no verão. Confira as informações:

1- Quais as doenças transmitidas pelo mosquito?

A diretora do Centro Estadual da Vigilância em Saúde, Marilina Bercini, explica que o mosquito transmite três doenças, causadas por vírus diferentes, porém com sintomas semelhantes.

Dengue: caracterizada por febre alta que começa de forma repentina, associada a dores no corpo e articulações, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, e – em 50% dos casos – manchas vermelhas no corpo;

Chikungunya: febre alta e abrupta, acompanhada de dores intensas e inchaço nas articulações e dificuldade em realizar atividades cotidianas (como escovar os dentes e tomar banho), e – em 50% dos casos – manchas vermelhas no corpo;

Zika: febre leve ou mesmo inexistente, olhos avermelhados (conjuntivite), presença das manchas avermelhadas em 100% dos casos (acompanhadas de coceira). No entanto, 80% dos casos são assintomáticos (não apresentam sintomas).

Clinicamente, é difícil de diferenciar uma doença da outra. A recomendação é consultar o médico para a avaliação clínica e realização de diagnóstico laboratorial.

 

2- O mosquito Aedes aegypti transmite também a Febre Mayaro? 

A diretora do Centro Estadual da Vigilância em Saúde, Marilina Bercini, explica que essa relação ainda não está comprovada:

“No Brasil, os casos detectados vêm ocorrendo em áreas de mata e rural, em pessoas que frequentam espaços onde vivem macacos e outros animais silvestres por motivo de trabalho ou lazer. O vírus é transmitido preferencialmente por mosquitos silvestres do gênero Haemagogus. Pesquisas estudam se há alguma adaptação do vírus ao mosquito vetor urbano (Aedes).
As manifestações clínicas são semelhantes à dengue e chikungunya. A doença inicia com quadro febril agudo, podendo apresentar cefaleia (dor de cabeça), mialgia (dor muscular) e manchas avermelhadas. A artralgia (dor nas articulações), que pode ser acompanhada de edema, é o principal sintoma das formas severas e, ocasionalmente, pode ser incapacitante ou limitante, persistindo por meses”.

3- Quais as consequências das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti

Mais uma vez, a diretora do Centro Estadual da Vigilância em Saúde, Marilina Bercini, responde:

Dengue: a maioria dos casos apresenta recuperação completa em sete dias, mas podemos ter complicações como meningite, encefalite e miocardite e dengue grave com sinais de choque e alterações hemorrágicas, o que pode levar ao óbito;

Chikungunya: artrite crônica com dor, edema, limitação de movimento e deformidade das articulações;

Zika: alterações neurológicas como síndrome de Guillian-Barré e encefalites, microcefalia e/ou outras alterações do Sistema Nervoso Central em crianças nascidas de mães infectadas pelo zika vírus durante a gravidez.

4- Como está o desenvolvimento de vacinas para essas doenças?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou uma vacina contra a dengue para uso no Brasil, produzida pela Sanofi Pasteur, liberada para indivíduos de 9 a 45 anos. Conforme Marilina Bercini, necessita aplicação de 3 doses para conferir proteção.

O Instituto Butantan, de São Paulo, está desenvolvendo uma outra vacina contra a dengue, em parceria com o National Institute of Health, dos Estados Unidos, que está em fase de testes com voluntários e necessitará de apenas uma dose para prevenir a doença.

Para Chikungunya e Zika vírus não há vacinas disponíveis.

Leia Também

Meu filho foi picado por mosquitos: e agora? Que sintomas exigem atenção?

Evitar a proliferação do Aedes aegypti é a melhor forma de prevenção

9 dicas para proteger seu filho das picadas de mosquito!

Como as grávidas podem se proteger do mosquito transmissor da zika

rodapé MatInset Blog NOVO

 

Envie seu Comentário