Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Justiça divulga informações de crianças e adolescentes disponíveis para adoção no Estado

06 de dezembro de 2016 0

Por Marcela Panke

Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

A página da Infância e Juventude do Rio Grande do Sul disponibilizou, a partir desta semana, uma planilha com informações sobre crianças e adolescentes disponíveis para adoção no Estado (acesse neste link). A lista preserva a identidade das crianças, mas divulga a idade, sexo, raça/etnia, se há irmãos também aptos a adoção, qual a situação de saúde e qual é a situação jurídica.

A iniciativa é do projeto Busca-Se(R), que prende ampliar as possibilidades de adoções de difícil colocação. A intenção é promover a chamada “busca ativa”, em que os pretendentes habilitados podem identificar, entre as crianças disponíveis para adoção, os possíveis futuros filhos.

Caso isso ocorra, o pretendente deve entrar em contato com a Coordenadoria da Infância e Juventude pelo email cijrs@tjrs.jus.br, e manifestar interesse por uma das crianças ou adolescentes que aparecem na lista.

Estatísticas

O Rio Grande do Sul conta com 586 crianças e adolescentes aptos no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e em torno de 5.200 habilitados disponíveis.

De acordo com dados do mês de setembro, as crianças e adolescentes que permanecem disponíveis no Cadastro fazem parte de perfis específicos: grupos de irmãos (68,94%), crianças acima dos 10 anos (90,03%) e/ou com síndromes ou deficiências (26,91%).

Leia também:

Desinformação impede que solteiros adotem crianças

Deixe o amor te surpreender – campanha incentiva adoção de crianças fora do perfil mais buscado

No Dia Nacional da Adoção, 6.500 crianças esperam por uma família no país

“Não é necessário ter um bebê para ter um filho”, diz mãe que ampliou perfil de adoção

Envie seu Comentário