Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

HPS atende 35 casos de acidente com crianças por dia em Porto Alegre

03 de janeiro de 2017 0

Por Elisandra Borba

Foto: Marina Pagno

Foto: Marina Pagno

O Hospital de Pronto Socorro, referência para atender situações de trauma em Porto Alegre, recebeu somente no ano passado 12739 crianças de zero a dez anos, vítimas de algum tipo de acidente. De acordo com a enfermeira da área de políticas públicas pra crianças e adolescentes da Secretaria da Saúde, Tais Soares Felden, os casos mais comuns envolvem afogamentos e sufocamentos, eletricidade, queimaduras, acidentes de trânsito e quedas.

A especialista destaca que os pais precisam estar atentos para mudanças simples em casa que podem evitar os acidentes. Grades ou telas nas janelas são fundamentais, mesmo que em locais térreos. Não colocar móveis próximo a janelas também ajuda a evitar que as crianças tenham acesso aos locais perigosos. As quedas são as principais responsáveis por lesões, inclusive irreversíveis.

As tomadas precisam estar com proteção. Capas plásticas são facilmente encontradas em ferragens a um custo bem baixo. Cerca de R$ 030 por peça. As panelas devem estar com os cabos para dentro. Garfos e facas também são perigosos. Remédios e produtos de limpeza devem ficar fora do alcance das crianças.

Outro tipo de acidente são os afogamentos que podem acontecer até mesmo em baldes ou bacias de água. Objetos colocados dentro do nariz ou ouvido também são comuns na infância.

Além de manter o local seguro, a enfermeira acredita que os pais precisar alertar as crianças sobre os perigos iminentes desde cedo: “os pais precisam conversar com as crianças”, conclui Tais.

Ouça a entrevista completa durante o programa Gaúcha Repórter:

Envie seu Comentário