Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Nenhuma clínica pesquisada em Porto Alegre tem doses de vacina hexa ou pentavalente

10 de janeiro de 2017 0

Por Elisandra Borba

Foto: Divulgação / Tecnocold

Foto: Divulgação / Tecnocold

A falta de vacinas hexavalente e pentavalente na rede privada é generalizada. O laboratório não está dando conta de produzir as doses que são enviadas para o mundo todo. Em Porto Alegre, entramos em contato com seis clínicas e nenhuma delas têm as vacinas disponíveis. A maioria nem mesmo faz projeção de quando deve receber algum lote da imunização. Apenas a Clínica de Vacinas Mãe de Deus Center acredita que em fevereiro deva receber a hexavalente. Entramos em contato, além desta clínicas, com a Clinibaby, Imune, Previne, Vacine e Núcleo de Vacinas Moinhos de Vento.

A responsável pela vacina é GlaxoSmithKline, que faz o medicamento para o mundo todo. Já em 2016 o grupo teve dificuldade em manter os estoques das clínicas. Quando as vacinas chegavam, eram rapidamente vendidas para listas de espera ou para os primeiros que descobrissem que havia doses disponíveis.

Há um ano o grupo informou ao blog Fralda Cheia que a falta de doses se dava devido ao aumento da demanda global pelo crescimento populacional, expansão dos calendários de vacinação e até mesmo surtos e epidemias de doenças. Pedimos um posicionamento sobre os problemas atuais, mas ainda não recebemos respostas.

A orientação da Sociedade de Pediatria do RS é não atrasar o calendário de vacinação e aplicar as doses disponíveis no Sistema Único de Saúde. A vacina do posto de saúde é diferente da rede privada, mas protege contra as mesmas doenças. Na rede pública, são duas picadas, em vez de uma e pode dar mais reação, como febre e desconforto, pois o componente que é utilizado na vacina contra a coqueluche tem a célula inteira, enquanto na rede privada são utilizados apenas alguns pedaços da célula, reduzindo as chances de reações. As reações, no entanto, são menores que os riscos de contrair uma doença mais grave, para os especialistas.

A vacina hexavalente protege contra Difteria, Tétano, Coqueluche, Haemophilus, Poliomielite inativada e Hepatite B. A pentavalente da rede privada protege contra pólio, difteria, tétano, coqueluche e haemophylus.

Envie seu Comentário