Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Escola de modelos é interditada por enganar crianças e adolescentes em Porto Alegre

02 de março de 2017 5

Por Elisandra Borba

Divulgação

Reprodução Facebook

Uma instituição que atuava como escola de modelos, em Porto Alegre, foi interditada pelo Procon nesta quinta-feira (02) por praticar publicidade enganosa reiteradamente a crianças e adolescentes. A MFV da Fonseca, que também usava o nome Superstar, atuava na Capital como escola de modelos Grupo Live.

Segundo o Procon Porto Alegre, as propagandas eram direcionadas a crianças e adolescentes de baixa renda e criava a perspectiva de que poderiam ingressar no mercado da moda, atuando como modelos. “Gerava a expectativa de que seriam produzidos para book fotográfico, mas eram fotografados com a roupa do corpo”, destaca a diretora executiva do Procon Porto Alegre, Sophia Martini Vial. A MFV também incorreu no ato de descumprimento da oferta e na utilização indevida da marca, produzindo confusão entre os consumidores, ao fazer-se passar pela empresa Live Model, que atua no mercado de moda na Capital, completa o comunicado do órgão.

De acordo com a diretora do Procon, A MFV ficará interditada até que solucione as demandas que chegaram ao Procon Porto Alegre, devolvendo cerca de R$ 30 mil pela cobrança de serviços não prestados. A empresa também infringiu o Estatuto da Criança e do Adolescente, que dispõe que não se pode violar a integridade física, psíquica e moral dos jovens.

O blog Fralda Cheia entrou em contato com a empresa que garantiu que a Superstar não foi fechada e que ainda hoje será apresentada a documentação necessária para provar a regularidade do serviço. Além disso, vai realizar o pagamento dos R$ 30 mil ao Procon para que a empresa continue atuando na Capital Gaúcha.

Comentários (5)

  • Eder Santos diz: 2 de março de 2017

    Este golpe é velho: tenho 40 anos e desde minha infância isto já existe. Mas só existe os espertos por existem os burros.

  • Cesar Marcondes diz: 2 de março de 2017

    Só falcatrua… Aprenderam com a turma dus cumpanhero de Brasília….

  • André Almeida diz: 2 de março de 2017

    Menos mal que não envolvia prostituição. Muitas “agências de modelo” são pura fachada para recrutamento de prostitutas.

  • Natália diz: 3 de março de 2017

    Alguma informação p receber o dinheiro de volta? Help

  • margarete diz: 5 de março de 2017

    como recuperar o dinheiro

Envie seu Comentário