Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "porto alegre"

É Carnaval! Veja onde há bailes para a criançada em Porto Alegre

24 de fevereiro de 2017 0

Confira a lista com preços e horários

Por Milena Schoeller

Foto: Maiara Bersch/Agencia RBS

Não foi viajar no feriadão de Carnaval? Aproveite com seu filho os tradicionais Bailes de Carnaval para as crianças nos clubes da capital. Zero Hora preparou uma lista e nós reproduzimos aqui para os nossos leitores.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA O FRALDA CHEIA NO TWITTER

SIGA DICAS DE MÃE NO INSTAGRAM

Lindóia Tênis Clube: os bailes infantis ocorrem nos dias 26 e 28 de fevereiro, a partir das 16h, com direito a concurso de fantasias nas duas tardes. A entrada é gratuita para sócios. Os valores para não associados são de R$ 5 para crianças até cinco anos, R$ 10 para crianças entre seis e 12 anos e R$ 20 a partir de 13 anos. Para adquirir uma mesa com quatro pulseiras, o valor é de R$ 30 para sócios e R$ 50 para não associados, além do valor dos convites.

Grêmio Náutico União: o baile de Carnaval infantil ocorrerá no dia 28 de fevereiro, das 16h30min às 20h30min, e contará com concurso de fantasias. A entrada para associados é um brinquedo novo ou em bom estado de conservação; para não associados, o valor do ingresso é R$ 55. Crianças de zero a seis anos não pagam. Não é permitido ingressar no baile com espuma em spray.

Grêmio Náutico Gaúcho: o Carnaval infantil será nos dias 26 e 28 de fevereiro. No dia 26, haverá a escolha da rainha. No dia 28, será o concurso de fantasias com premiação para as mais originais e luxuosas. A entrada é gratuita para sócios e para não associados até cinco anos. Crianças de seis a 12 anos pagam R$ 15; para adultos, o ingresso é R$ 25.

Sogipa: o baile de Carnaval infantil será no dia 25 de fevereiro, a partir das 17h. O evento terá animação da Banda Tropical Latino, concurso de fantasias com premiação, praça de alimentação e comercialização de adereços. A entrada é gratuita para sócios. Não associados pagam R$ 50 no primeiro lote de ingressos e R$ 55 no segundo. Titular e acompanhante do cartão Clube do Assinante ou Clubinho ZH terão 30% de desconto.

Clube do Professor Gaúcho: a magia africana dará o tom do baile de Carnaval infantil no dia 26 de fevereiro, a partir das 16h. Um concurso premiará as melhores fantasias. A entrada é gratuita para sócios e crianças até 11 anos. Não associados pagam R$ 30 e jovens entre 12 e 16 anos pagam R$ 20.

Teresópolis Tênis Clube: a folia da criançada ocorrerá no dia 27 de fevereiro, às 16h, com concurso de fantasias. Sócios com mensalidade em dia e crianças até cinco anos não pagam. Para não associados, o valor é de R$ 15. Mesas com quatro lugares custarão R$ 30.

Grêmio Geraldo Santana: os bailes de Carnaval ocorrerão na Capital e no Litoral. Nos dias 26 e 28 de fevereiro, a partir das 15h, a festa infantil é na sede de Porto Alegre. Associados pagam R$ 10, não associados até 12 anos pagam R$ 15 e adultos pagam R$ 20. Em Tramandaí, a folia infantil será na colônia de férias da Avenida da Igreja no dia 26 de fevereiro, às 15h. No dia 28 de fevereiro terá baile adulto e infantil a partir das 16h. A entrada é gratuita para sócios e R$ 10 para não associados.

Associação dos Servidores da Justiça do RS: este é uma dica de Carnaval tardio. O Baile Infantil vai ocorrer no sábado 11 de março, entre 17h e 21h, na Sede Campestre da entidade, Avenida Juca Batista, 2600.  A festa conta com a participação da Escola Imperadores do Samba. Entrada franca para associados.

Leia Também

Você já brincou com seu filho hoje?

Três ideias de brinquedos sem custo para fazer com as crianças

Como estimular o aprendizado das crianças durante as férias

Você sabe por que o Príncipe William sempre se abaixa para falar com o filho?

Como estimular os bebês: atividades desde recém-nascido até um ano

Brincadeiras que quero ensinar a meus filhos

Vereadores da Capital rejeitam proposta que permitia presença de doulas em partos

22 de dezembro de 2016 0

Por Marina Pagno

Foto: Marcelo Min / Agência RBS

Foto: Marcelo Min / Agência RBS

O projeto de lei que garantia a presença de doulas durante o trabalho de parto em maternidades e instituições hospitalares de Porto Alegre foi rejeitado pelos vereadores da Capital na tarde desta quinta-feira (22). A proposta recebeu 23 votos contra e teve quatro abstenções. O projeto tramitava há 2 anos.

Ninguém votou a favor, pois a própria autora, vereadora Jussara Cony (PC do B), subiu na tribuna e pediu aos demais parlamentares para rejeitarem a proposta, alegando que as emendas acabaram descaracterizando o projeto. Uma delas, por exemplo, suprimia as instituições da rede pública de saúde da possibilidade de oferecer doulas às gestantes. No total, 18 emendas e uma subemenda foram anexadas à proposta.

As doulas são mulheres contratadas para orientar, tranquilizar e acompanhar a grávida durante toda a gestação até o período pós-parto, tranquilizando os pais e indicando quais as melhores posições e formas de respiração para diminuir o desconforto na hora do parto. O projeto que estava em tramitação na Câmara de Vereadores não traria ônus para os hospitais públicos e privados, pois o contrato seria feito pela gestante.

Leia também:

Câmara aprova Lei que proíbe participação de doulas em maternidades de Porto Alegre

Projeto que obriga hospitais aceitarem doulas durante o parto é aprovado em comissão da Assembleia

9 fatos que ninguém conta sobre o parto

Gravidez não é doença: o que a gestante pode fazer?

Depressão Pós-Parto: o que é e como ajudar!

Álcool na gestação e durante a amamentação: pode? Confira aqui!

Vacina hexavalente chega às clínicas de Porto Alegre com preço até 40% maior

16 de junho de 2016 0

Por Yasmin Luz

Diego Vara / Agencia RBS

Diego Vara / Agencia RBS

Cinco das 10 clínicas particulares de vacinação pesquisadas em Porto Alegre receberam a vacina Hexavalente nesta quarta-feira (15). As doses estavam em falta, e as clínicas estão com dificuldades para repor o estoque desde o ano passado.

Os preços, no entanto, estão mais salgados. Em fevereiro, o valor mais baixo encontrado pela reportagem da Rádio Gaúcha foi R$ 200. Já o menor preço encontrado nesta quinta-feira (16) foi de R$290, e o mais caro chega a R$ 350.

As clínicas CliniBaby, Imune, Previne, Vacine e Clínica Prophilax já têm doses disponíveis. O Núcleo de Vacinas Moinhos de Vento, a Companhia de Vacinas, a Imunoclin e a clínica do Mãe de Deus Center não têm previsão para recebimento. A Multivacinas espera receber as doses na semana que vem.

A vacina protege contra difteria, tétano, coqueluche, haemophilus tipo B, hepatite B e poliomielite. É aplicada aos dois, quatro e seis meses de idade do bebê. Alguns pediatras também pedem um reforço aos 15 meses.

Preços por clínica

CliniBaby R$ 280 (R. Castro Alves, 624 – Rio Branco)

Imune R$ 290 (Av. João Wallig, 1800 – Passo d’Areia)

Previne R$ 320 (R. Cel. Bordini, 380 – Auxiliadora)

Vacine R$ 330 (R. Oscar Bittencourt, 324 – Menino Deus)

Clínica Prophilax R$ 330 (dinheiro) R$ 350 (crédito) (Av. Cristóvão Colombo, 545 – Floresta)

Leia também:

Pediatra orienta sobre o que fazer com a falta de vacinas nas clínicas

Faltam vacinas em clínicas particulares de Porto Alegre

Bebês menores de seis meses são imunizados contra a gripe pelo leite da mãe vacinada

OMS esclarece que vacinas oferecidas a gestantes no Brasil são seguras

Atenção: novo calendário de vacinação começa a vigorar no país

 

Mãe que acusou professora em grupo de pais é condenada por danos morais

19 de abril de 2016 0

Por Sibeli Fagundes

emailll

A mãe de uma criança de três anos vai ter de pagar R$ 7.240,00 por danos morais a uma professora que atua em Porto Alegre. Em um e-mail enviado a um grupo de pais, ela disse que a professora pisou na mão da menina, e não pediu desculpas, e que fazia de forma descuidada a higienização da garota, provocando lesões na área genital.

Após ouvir testemunhas, a mãe da criança foi condenada em primeira instância. Ela recorreu, alegando que o e-mail foi direcionado a um grupo restrito. O relator do processo na 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Eduardo Richinitti, refutou essa defesa, e destacou que ela deveria ter procurado órgãos responsáveis para apurar as graves suspeitas levantadas. Ainda cabe recurso.

Porto Alegre registra, em três meses, mais surtos de caxumba do que todo o ano passado

31 de março de 2016 1

Por Yasmin Luz

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

De janeiro até agora, Porto Alegre registrou quatro surtos de caxumba. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram notificados três surtos em todo 2015. Foram comunicados 49 casos de caxumba em 2016. O surto é quando acontecem dois ou mais casos relacionados, restrito a um espaço delimitado, como colégio, quartel, creches, grupos reunidos.

A caxumba é uma doença viral que causa aumento de glândulas salivares, dor e febre. A transmissão se dá por via aérea, através de gotículas ou pela saliva. A transmissão começa seis dias antes das manifestações clínicas e vai até nove dias após o surgimento dos sintomas. O tratamento é feito com repouso e analgésicos.

A vacina tríplice viral é disponibilizada pelo Programa Nacional de Imunizações para pessoas com até 49 anos de idade. Desde 2013 é aplicada em todas as crianças aos 12 meses, com reforço aos 15 meses.

ATUALIZAÇÃO DE 05 DE ABRIL DE 2016: Novos casos em Porto Alegre.

Leia Também

Atenção: novo calendário de vacinação começa a vigorar no país

OMS esclarece que vacinas oferecidas a gestantes no Brasil são seguras

Maioria das clínicas de Porto Alegre já oferece vacina contra a gripe

Vacinação de meninas contra o vírus HPV começa dia 3

Vacinação contra gripe começará dia 25 no Estado

Maioria das clínicas particulares ainda não oferece vacinas da gripe na Capital

26 de março de 2016 0

Por Maria Eduarda Fortuna

Foto: Fernando Gomes

Foto: Fernando Gomes

A maioria das clínicas particulares de vacinas consultadas pela reportagem da Rádio Gaúcha, neste sábado, ainda não receberam as vacinas contra gripe. Das seis principais, apenas duas delas já oferecem a vacina trivalente, que é a mesma disponível nos postos de saúde e protege contra três tipos de vírus. Já a vacina tetravalente, que imuniza conta quatro tipos de vírus, tem previsão para chegar no início de abril.

A clinica Vacine, no Bairro Menino Deus, recebeu, nesta semana, doses da vacina trivalente, que custa R$70. A outra opção só tem previsão de chegada para abril e ainda não há informações sobre quanto irá custar.

Na clínica Prophylaxis, localizada no bairro Floresta, a vacina trivalente é oferecida a R$70 particular e a R$55 com plano de saúde. A tetravalente já estará disponível nesta terça-feira (29) e vai custar R$72 para quem tem plano de saúde e R$90 particular.

Até o final da próxima semana, a Clínica Imune, no Barra Shopping e no Iguatemi, espera receber doses da vacina que protege contra os quatro tipos de vírus. Quem tiver os planos Unimed ou Bradesco vão pagar R$90 para ser imunizado, para os demais o preço será de R$100. A trivalente não será oferecida neste ano.

Nas Clínicas de vacinas Moinhos de Vento (Shopping Iguatemi), Multivacinas (Av Assis Brasil, 3940) e Previne (Rua Cel. Bordini, 380) não há nenhum dos tipos de vacinas disponíveis e a chegada está prevista para a próxima semana.

Desde 2012, a Organização Mundial de Saúde (OMS) sugere incluir mais um tipo B na vacina, ficando com quatro componentes AH1N1, AH3N2 e dois tipos B (a trivalente só tem um tipo B). 2015 foi o primeiro ano que a tetra esteve disponível no Brasil.

Na rede pública, a vacinação contra a gripe está prevista para o dia 30 de abril.

Leiam também:

Atenção: novo calendário de vacinação começa a vigorar no país

OMS esclarece que vacinas oferecidas a gestantes no Brasil são seguras

Laboratório inicia pesquisa de vacina contra o Zika

A vacina contra o HPV é segura?

Banco de Leite Humano do Hospital Presidente Vargas de Porto Alegre precisa de doações

17 de março de 2016 0

Por Milena Schoeller

Profissionais catalogam leite recebido no Banco de Leite Humano.   Foto:  Cristine Rochol/PMPA

Profissionais catalogam leite recebido no Banco de Leite Humano
Foto: Cristine Rochol/PMPA

Todos conhecemos os benefícios do leite materno para os bebês, principalmente nos primeiros dias e meses de vida. Ele traz, por exemplo, proteção contra doenças infecciosas e diarreias, além de atuar no desenvolvimento dos órgãos e do sistema cognitivo. E para os bebês prematuros, o leite materno é fundamental na luta pela sobrevivência. Por isso, o blog Fralda Cheia reproduz aqui um apelo do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV), em Porto Alegre. O Banco de Leite Humano do hospital tem capacidade para processar a demanda de 100 litros de leite por mês, quantidade que seria suficiente para suprir as necessidades dos bebês internados no setor de neonatologia. Mas os estoques estão baixos nos últimos dias.

Toda mãe que estiver amamentando e quiser ser doadora pode entrar em contato com o Banco de Leite Humano, quando será feito um cadastro com informações de identificação e do pré-natal. Não é necessário ir até o local. Serão avaliados os dados clínicos, com orientações iniciais para esgotar as mamas manualmente, e armazenar o leite com segurança. Depois, uma equipe busca o leite em casa. O leite recebido é pasteurizado e analisado, enviado ao laboratório do hospital e, só após, é liberado para o consumo dos bebês.

Banco de Leite Humano do HMIPV
Avenida Independência, 661, esquina com rua Garibaldi.
Telefone: 51 32893334

Leia Também

Brasil é referência mundial em amamentação

Amamentação em público é protegida por lei

Governo proíbe propaganda de alimentos infantis para incentivar alimentação

Incentivo à amamentação agora é lei no Rio Grande do Sul

Amamentação em público é protegida por lei; entenda

07 de março de 2016 1

Vereadores de Porto Alegre aprovam multa para empresa que constranger mães que amamentam

Por Marcela Panke

Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Todas as semanas recebemos mensagens de leitoras que têm dúvidas sobre a possibilidade de amamentar em público. Muitas receberam a informação, equivocada, de que existe uma lei que proíbe o ato.

A “notícia” que anda circulando na internet diz que existiria uma lei no Brasil que puniria as mães que alimentarem seus filhos em vias públicas com multa de até 30 salários mínimos ou cinco anos de prisão.

Em primeiro lugar, essa “notícia” é falsa!

ATENÇÃO: amamentar em público é permitido em todo o país! Existem, isso sim, leis que punem quem constranger as mães que quiserem amamentar seus filhos em lugares públicos. Isso ocorre no estado de São Paulo, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro e, agora, em Porto Alegre!

Portanto, mamães, muita calma nessa hora: amamentar é protegido por lei!

Legislação de Porto Alegre

A Câmara de Vereadores da Capital aprovou, nesta segunda-feira (7), o projeto de lei que prevê multa ao estabelecimento que proibir ou constranger as mulheres que quiserem amamentar seus filhos em público. A proposta é do vereador Cassio Trogildo (PTB), que destacou que a amamentação é um direito tanto das mães, quanto dos filhos.

“Os bebês têm necessidade do aleitamento de três em três horas. E isso faz com que muitas mães estejam em locais públicos e sintam-se constrangidas, buscando banheiros ou locais reservados”, destacou.

A multa prevista na proposta é de 150 Unidades Financeiras Municipais (UFM), na primeira incidência, o que corresponde a R$ 547,51; e 250 UFMs em caso de reincidência (R$ 912,52). Estão sujeitos à punição todos os locais, abertos ou fechados, destinados ao comércio, cultura, recreação ou prestação de serviço, mesmo que esses estabelecimentos possuam uma área destinada ao aleitamento materno.

A sociedade de Pediatria do RS enviou uma nota repudiando a suposta proibição da amamentação em público. SPRS afirma que cabe a todas as mães alimentarem seus filhos, independente do espaço em que estiverem. Confira a nota completa da Sociedade.

Leia também:

Incentivo à amamentação agora é lei no Rio Grande do Sul

Pelo direito de amamentar em público

Brasil é referência mundial em aleitamento materno

Deputada Manuela D’Avila leva filha em sessão da AL para amamentar

Bebês que mamam no peito ganharão salários maiores quando adultos

Vacina Hexavalente chega às clínicas particulares da Capital após cinco meses

25 de fevereiro de 2016 4

Por Yasmin Luz

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Seis das oito clínicas particulares de vacinação pesquisadas em Porto Alegre receberam a vacina Hexavalente nesta quarta-feira (24). As doses estavam em falta há pelo menos cinco meses. As clínicas Clini Baby, Imune, Previne, Vacine, Núcleo de Vacinas Moinhos de Vento e Clínica Prophilax já têm doses disponíveis. A Clínicas de Vacinas Mãe de Deus está recebendo a vacina na tarde de hoje (25), e  a Imunoclin não tem previsão para repor o estoque. A Clínica Prophilax recebeu vinte doses e afirma que há agendamento com lista de espera. Na Clínica de Vacinas Vacine também há lista de espera, mas não há necessidade de agendar. Os valores variam de R$200 a R$290,00. A vacina protege contra difteria, tétano, coqueluche, haemophilus tipo B, hepatite B e poliomielite. É aplicada as dois, quatro e seis meses de idade do bebê. Alguns pediatras também pedem um reforço aos cerca de 15 meses.

Outras vacinas:

Quanto a imunização contra a Meningite B, há doses em seis clínicas. A Clínica de Vacinas Mãe de Deus afirma que receberá a vacina na semana que vem. Já o Núcleo de Vacinas Moinhos de Vento não tem previsão para receber.

Há falta da vacina Pentavalente em todas as clínicas. Neste caso, ainda não há certeza de quanto chegarão ao mercado. Algumas clínicas acreditam que ela estará disponível ainda no final deste trimestre e outras não tem informação de quando vai haver o fornecimento.

O Blog entrou em contato com os fabricantes, mas até o momento só obteve retorno do GSK (confira a íntegra abaixo). A Clínica de Vacinas Multivacinas não atendeu aos telefonemas.

Resposta da GSK

A GSK informa que em virtude do aumento da demanda global por certas vacinas em razão do crescimento populacional, expansão dos calendários de vacinação e até mesmo surtos e epidemias de doenças imunopreveníveis, o volume disponibilizado das vacinas Infanrix®Penta não foi o suficiente para suprir toda a demanda. A GSK está atenta e trabalhando para disponibilizar o estoque de acordo com as necessidades apresentadas. A Infanrix®Penta  previne contra difteria, tétano, pertussis, poliomelite e  Haemophilus influenzae b. 

Vacina em Gravataí

Após a publicação do post, recebemos uma mensagem informando da disponibilidade das vacinas Hexavalente e da Meningite B na clínica Vaccinus, em Gravataí.

Leia também:

Atenção: novo calendário de vacinação começa a vigorar no país

OMS esclarece que vacinas oferecidas a gestantes no Brasil são seguras

Ministério da Saúde garante que vai normalizar abastecimento de vacinas a partir de fevereiro

Laboratório inicia pesquisa de vacina contra o Zika

Campanha recebe brinquedos usados para presentear crianças no natal

12 de novembro de 2015 0

Por Elisandra Borba

Todos os tipos de brinquedos, sejam bons ou estragados, são recebidos e consertados antes da doação.

0001

Sabe aquele brinquedo que seu filho não usa mais? Aquela bonequinha que perdeu uma das partes do corpo, o carrinho que está sem uma rodinha, o ursinho que está esquecido na prateleira do quarto? Eles podem voltar a fazer a alegria de muitas crianças em Porto Alegre. Foi lançada nesta quinta-feira (12), a Campanha do Brinquedo Natal 2015. O evento, que está na 10ª edição, conta com voluntários que trabalham no conserto e limpeza dos brinquedos. Pelas mãos deles, os objetos voltam a ganhar cor e forma e são encaminhados a instituições que distribuem para as crianças da comunidade. São 97 instituições cadastradas.

No ano passado foram arrecadados 12 mil brinquedos, que foram distribuídos para 6253 crianças, através de kits. O objetivo neste ano é aumentar o volume de doações para atender ainda mais crianças, conforme explica a coordenadora na campanha, a primeira-dama e deputada Regina Becker. Ela destaca que todos os tipos de brinquedos são bem-vindos: “Neste ano a ação é ainda mais importante, para ajudar a superar a tristeza depois das enchentes”, destacou. O padrinho da campanha é o Guri de Uruguaiana e o lema é – Um pequeno gesto para um grande sorriso.

A arrecadação segue até o dia 23 de dezembro. Há pontos de coleta fixos e serão realizados alguns eventos onde serão recebidas as doações. O primeiro será no dia 22/11, no Gre-Nal. As doações serão recebidas na estação da Praça das Armas do Parque Marinha do Brasil. No dia 18 de dezembro a arrecadação ocorre no Auditório Araújo Vianna, no show do Espetáculo Universo Casuo – Especial de Natal.

Pontos de doação permanentes:

- Paço Municipal (Praça Montevideo, 10 – Centro)

- Secretaria Municipal de Esportes (Avenida Borges de Medeiros n° 2.713 – Parque Marinha do Brasil)

- Zaffari da Fernando Machado (R. Cel. Fernando Machado, 860)

- Zaffari da Otto Niemeyer (Av. Otto Niemeyer, 601 – Tristeza)

- Bourbon Ipiranga (Av. Ipiranga, 5200 – Jardim Botânico)

Foto: Elisandra Borba/Rádio Gaúcha

Foto: Elisandra Borba/Rádio Gaúcha

Foto: Elisandra Borba/Rádio Gaúcha

Foto: Elisandra Borba/Rádio Gaúcha

Foto: Elisandra Borba/Rádio Gaúcha

Foto: Elisandra Borba/Rádio Gaúcha