Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Manual da Jornada questiona homossexualidade

22 de julho de 2013 6

Ricardo Duarte

Entre os livretos que a organização da Jornada Mundial da Juventude distribui para peregrinos e jornalistas, está um “manual de bioética”. A publicação dedica capítulos inteiros para condenar o aborto e a eutanásia, mas chama mais a atenção ao tratar da homessexualidade.

Em uma ilustração (imagem acima), um menino nu observa seu próprio órgão sexual e pergunta: “Não sou homem? Então… o que é isto?” Em seguida, o manual discorre sobre “por que ninguém pode decidir se transformar em homem ou em mulher.” Conforme o livreto, não é homofobia rejeitar a adoção de uma criança por homessexuais: Ter um filho não é um direito. O filho não é um bem de consumo, que viria ao mundo em função das necessidades ou dos desejos dos pais.”

Ricardo Duarte

Comentários (6)

  • Fábio diz: 23 de julho de 2013

    Acho completamente desnecessário notícias deste tipo. É evidente que a igreja tem bem definida as suas orientações quanto a relacionamentos amorosos. E nao há nada de novo niso. A igreja mantém-se coerentemente com seu posicionamento. A igreja sugere um guia de pensamento, mas tolera as que pensar diferente. E, os q pensam diferente, nao devem fazer parte da igreja. Igreja é uma sociedade de cultivo de uma fé, com posicionamentos doutrinários. Quem nao quiser acatar que busque outra igreja. Mas que não diga q a igreja é preconceituosa.

  • Zanini diz: 23 de julho de 2013

    A família se compõem de homens e mulheres. Deus criou o homem e a mulher quem são estes outros?

  • Bruno Linhares diz: 23 de julho de 2013

    Muito bom! Sutil e certeiro. Parabéns pra organização da JMJ. Isso tem que ser inserido nos cursos de catequese.

  • Matheus Cajaíba diz: 23 de julho de 2013

    Parabéns ao pessoal da JMJ!

  • Robson Silva diz: 23 de julho de 2013

    Só uma instituição tão imoral, cafajeste e canalha como a igreja católica e o seu estado o Vaticano, ente estatal vampiro e perdulário; estado esse que criou, e ainda opera o tribunal da inquisição, que torturou, mutilou e matou seres humanos durante séculos; deu pleno suporte à prática da escravidão e lucrou com o escravagismo; respaldou e compactuou com regimes totalitários, sanguinários e genocidas, tais como o nazismo e o fascismo; que acobertou os crimes de pedofilia e deu plena proteção e guarida durante décadas a fio aos sues sacerdotes pedófilos; só um estado como esse ente aberrante e todo o seu histórico hediondo, séria capaz de publicar e divulgar um documento tão aviltante e atentatório que desfere golpes tão covardes e criminosos contra a cidadania, a dignidade da pessoa humana e os Direitos Humanos.

    Ao financiar essa visita oportunista e imoral, e bancar o evento de lavagem cerebral religiosa coletiva chamado JMJ; o estado brasileiro, desperdiçando o dinheiro público, se põe plenamente conivente com todos os abusos, os absurdos e a hipocrisia que a eles estão subjacentes.

  • leandro diz: 23 de julho de 2013

    A igreja tem que lutar contra toda forma de humanismo e direito de escolha individual.. é uma entidade fundamentada em torturas e assassinatos em massa pelo santo oficio.
    nada mais normal que extremamente preconceituosa e divulgadora de pseudociencia.

Envie seu Comentário