Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Anunciado em janeiro, Érico Leoti ainda não foi nomeado Coordenador de Manifestações Populares

20 de março de 2017 0
Foto: Humberto Macedo

Foto: Humberto Macedo

Diferentemente do que foi divulgado nos primeiros dias de janeiro, Érico Leoti ainda não foi nomeado Coordenador de Manifestações Populares.

De acordo com o Portal da Transparência de Porto Alegre, o cargo está sendo ocupado desde 9 de janeiro por outra pessoa. É a produtora cultural Adriana Mentz Martins, proprietária de uma empresa que já prestou serviços à prefeitura, além de ter participado de editais para captação de recursos.

Recentemente, Adriana integrou o grupo de trabalho montado pela prefeitura para buscar recursos privados para o Carnaval. Até agora, o grupo não intermediou qualquer patrocínio.

c73cb343-c6f9-4286-99e0-413d2eef14c6

NOME DE ÉRICO ESTÁ NO SITE DA PREFEITURA

Mesmo sem ter sido nomeado, o diretor de Carnaval dos Imperadores do Samba segue dando expediente diário na Secretaria de Cultura. Mais do que isso: no site da prefeitura, Érico Leoti consta como coordenador das Manifestações Populares, mesmo que o cargo esteja ocupado oficialmente por Adriana.

Em entrevista ao Gaúcha no Carnaval deste domingo, falou com tranquilidade sobre a situação: “Não dou muita importância ao título. Na minha vida toda primei muito pelo trabalho. Não me preocupei com essa questão de não ter sido nomeado ainda, de ter sido usado a Coordenação para uma outra nomeação”, disse Leoti.

Procurado pela reportagem do Gaúcha no Carnaval, o secretário de cultura Luciano Alabarse confirmou a nomeação de Adriana, disse que a secretaria está passando por reformulações e não garantiu a continuidade de Érico Leoti.

5cec15e1-0216-4f1b-a7f2-11f31655d44b

Campeão pela Portela, Paulo Barros anuncia ida para a Vila Isabel

06 de março de 2017 0
23101053

Foto: Carnavalesco

Com missão cumprida, termina o ciclo de Paulo Barros na Portela. O carnavalesco campeão de 2017 anunciou que a Vila Isabel é o destino a partir de 2018.

Em comunicado, Barros afirmou que “ao contrário das previsões, especulações e expectativas negativas, meu encontro foi com uma escola cheia de alegria, força e vida. Uma Portela moderna e jovem que, para mim, se revelou fascinante, sedutora, apaixonante”. Ao final do texto, ele manifestou vontade de um reencontro com “Até um dia”.

Depois de 33 anos, a águia azul e branca conquistou o Carnaval do Rio de Janeiro com o enredo “Foi um rio que passou em minha vida e meu coração se deixou levar”. Paulo Barros chegou à escola em 2016, quando a agremiação terminou na 3ª colocação.

Pela Vila Isabel, o carnavalesco tentará o seu 5º título do Grupo Especial. Além deste ano, Paulo Barros venceu outros três Carnavais pela Unidos da Tijuca.

Décima colocada em 2017, a Vila Isabel lutará pelo tetracampeonato do Grupo Especial.

Descida da Borges reúne cinco escolas nesta sexta-feira

03 de março de 2017 0
Foto: Adriana Franciosi / Agência RBS

Foto: Adriana Franciosi / Agência RBS

Cinco escolas desfilam com destaques e baterias a partir das 19h30 desta sexta-feira (3) pela tradicional Descida da Borges, evento que revive os antigos carnavais de Porto Alegre. A noite terá com a apresentação de Império do Sol, Império da Zona Norte, Estado Maior da Restinga, Imperadores do Samba e Acadêmicos de Gravataí. Na sexta-feira (10), ocorre a segunda Descida, também com a participação de cinco escolas.

Começa contagem regressiva para o Carnaval de Porto Alegre
Prefeitura anuncia estrutura do Porto Seco

Na próxima segunda-feira, deve ser entregue a nova planta do Complexo Cultural Porto Seco. O novo projeto vai determinar o número geral de lugares, arquibancadas, frisas e camarotes. A partir dessa definição, serão anunciados locais, datas e valores para a venda de ingressos, frisas e camarotes.

Começa a contagem regressiva para o Carnaval de Porto Alegre

03 de março de 2017 0
Foto: Divulgação / CMPA

Foto: Divulgação / CMPA

O desafio a ser cumprido será grande em tão pouco tempo. O certo, no entanto, é que o Carnaval no Porto Seco vai acontecer nos dias 23, 24 e 25 de março.

De acordo com o secretário da Cultura, Luciano Alabarse, um grupo que conta com a participação de 16 secretários municipais corre contra o tempo para garantir o apoio da iniciativa privada. Até o momento, a estrutura no Complexo Cultural Porto Seco está garantida graças a uma parceria com a empresa Impacto Vento Norte. 

O secretário ainda comentou que existem possibilidades de patrocínio e, na medida em que os contratos forem assinados, as parcerias serão divulgadas. “O tamanho desta edição será condicionado à quantidade de apoiadores”. 

Acabou a espera: Portela é a campeã do Carnaval 2017!

01 de março de 2017 0
Foto: Vinicius Brito / Rádio Gaúcha

Foto: Vinicius Brito / Rádio Gaúcha

Foram 33 longos anos de espera. A coroa enfim voltou à Portela na tarde desta quarta-feira (1º). A Águia azul e branca conquistou o Carnaval 2017 com 269.9 pontos.

Quem nunca se arrepiou ao ver a Portela passar? Como um rio, a escola coloriu a avenida de azul e branco. Entrou candidata e saiu da Sapucaí confirmando as expectativas sob o comando do carnavalesco Paulo Barros.

“É história para todo mundo ver. A Portela é a campeã!”, vibrou o ex-presidente da escola Serginho Procópio.

Mocidade Independente de Padre Miguel disputou o título até o último quesito, mas acabou na segunda colocação com um décimo a menos. Salgueiro, Mangueira, Grande Rio e Beija-Flor completam o grupo do desfile das campeãs.

Na última colocação, ficou Paraíso do Tuiuti. A escola permanece no Grupo Especial em 2018, já que foi decidido que não haveria rebaixamento neste ano.

Carnaval do Rio de Janeiro não terá escolas rebaixadas em 2017

01 de março de 2017 0
18

Foto: Vinicius Brito / Gaúcha no Carnaval

Em reunião plenária da Liesa com presidentes das escolas, ficou  definido que nenhuma escola do Grupo Especial será rebaixada neste ano. A entidade ainda não se posicionou oficialmente, mas Farid Abrão David, da Beija-Flor, chegou na Sapucaí para a apuração e confirmou a decisão tomada.

Neste ano, não foram poucos acidentes registrados envolvendo carros alegóricos.

A apresentação da Paraíso do Tuiuti foi marcada por pessoas imprensadas contra a grade por uma composição. Vinte pessoas ficaram feridas após serem atingidas por um carro alegórico (vídeo abaixo). Três estão feridas com gravidade.

Na segunda noite de apresentações, a queda da parte superior do segundo carro alegórico da Unidos da Tijuca deixou ao menos 15 feridos durante o desfile, que não foi interrompido.

Acadêmicos do Tatuapé é a nova campeã do Carnaval de São Paulo

28 de fevereiro de 2017 0

A1

O Carnaval de São Paulo já conhece a nova campeã! Com 269.7 pontos, a Acadêmicos do Tatuapé conquistou o título do Grupo Especial pela primeira vez. A disputa acirradíssima foi decidida na última nota, quando a escola ultrapassou empatou com a Dragões da Real. O desempate pelo samba-enredo decidiu o campeonato.

Águia de Ouro e Nenê de Vila Matilde foram as escolas rebaixadas. Na avenida, Tatuapé celebrou o povo africano. A apresentação durou 61 minutos, quatro a menos que o limite.

Confira a galeria de fotos:

GALERIA: A segunda noite de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro

28 de fevereiro de 2017 0

01

A segunda noite de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro era cercada de expectativas. As escolas poderiam abrilhantar um Carnaval marcado por um grave acidente com o carro alegórico da Paraíso do Tuiuti na noite anterior. Um novo acidente, desta vez com o segundo carro da Tijuca, no entanto, comprometeu as expectativas.

UNIÃO DA ILHA

A escola enfrentou dificuldades com um carro durante o desfile. O veículo “O Fogo de Uiangongo” teve que ser virado a força por componentes da Ilha. Por conta disso, um imenso buraco foi aberto na avenida.


SÃO CLEMENTE

Um desfile leve e colorido marcou a noite da São Clemente. Trazendo à avenida a história de um grande baile na Corte de Luís XIV, o Rei Sol, a escola busca um título inédito.


MOCIDADE INDEPENDENTE

Uma comissão de frente empolgante. Um tapete voador segurado por um drone levou o público ao delírio. Uma destaque caiu de um carro alegórico quando uma parte da composição cedeu.


UNIDOS DA TIJUCA

A queda da parte superior do segundo carro alegórico da Unidos da Tijuca deixou ao menos 15 feridos durante o desfile, que não foi interrompido. Bombeiros, ambulância e imprensa tomaram conta da avenida. O desfile, que contou a história da música norte-americana, ficou comprometido.


PORTELA

Quem nunca se arrepiou ao ver a Portela passar? Como um rio, a escola coloriu a avenida de azul e branco. Entrou candidata e saiu da Sapucaí como uma das favoritas ao título.


MANGUEIRA

A atual campeã entrou como forte candidata ao bicampeonato. A escola confirmou as expectativas com uma grande apresentação. Um espaço aberto na avenida é o único reparo a ser feito.

GALERIA: acidente em carro alegórico deixa feridos em desfile da Unidos da Tijuca

28 de fevereiro de 2017 0

03

Um carnaval de sérios acidentes. Assim pode ser lembrado os desfiles das escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro em 2017. Na segunda noite de apresentações, a queda da parte superior do segundo carro alegórico da Unidos da Tijuca deixou ao menos 15 feridos durante o desfile, que não foi interrompido.

Bombeiros, ambulância e imprensa tomaram conta da avenida. Um vídeo enviado pela ouvinte da Gaúcha Rosane Siqueira registrou o exato momento da queda. Na Sapucaí, o repórter Vinicius Brito registrou em imagens a movimentação após a ocorrência.

Confira a cobertura completa na página do Gaúcha no Carnaval no Facebook.

 

GALERIA: A primeira noite do Grupo Especial do RJ em fotos e vídeos

27 de fevereiro de 2017 0

IVETE

A primeira noite de desfiles das escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro foi marcada por emoção. Paraíso do Tuiuti, Grande Rio, Imperatriz Leopoldinense, Vila Isabel, Acadêmicos do Salgueiro e Beija-Flor foram as responsáveis por abrilhantar a avenida.

Mais uma vez, a equipe do Gaúcha no Carnaval esteve por lá. Abaixo, confira fotos das apresentações e dos bastidores da reportagem da Gaúcha.

A cobertura completa está na página na página do Facebook do Gaúcha no Carnaval.

PARAÍSO DO TUIUTI

A campeã da Série A 2016 entrou na avenida cercada de expectativas. Relembrando o “Manifesto Antropofágico”, a escola de São Cristóvão preparou o enredo “Carnavaleidoscópio tropifágico”.

Um acidente no final do desfile, no entanto, foi o que marcou a apresentação. Vinte pessoas ficaram feridas após serem atingidas por um carro alegórico (vídeo abaixo). Três estão feridas com gravidade.


GRANDE RIO

Ivete Sangalo foi a maior estrela da noite. Disso, não há dúvidas. Enredo da Grande Rio, a cantora baiana roubou a cena ao anunciar que ficaria na avenida durante todo o desfile.

“Uma mulher exibida como eu? Ou eu apareço e fico, ou não apareço”, contou em entrevista à Rede Globo.


IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE

A riqueza da fauna e flora representou a resistência indígena na Sapucaí. O enredo apresentado foi Xingu – o clamor que vem da floresta.

A inovação ficou por conta das paradinhas. Em um dado momento, os puxadores se calaram para os componentes da escola cantarem a música. Em outro, a bateria parou para ouvirmos apenas os repiques tocando.


VILA ISABEL

A influência negra desfilou, mais do que nunca, pela Sapucaí. A cultura foi representada por ritmos musicais. Samba, jazz, rock, cumbia e reggae.

Na busca pelo quarto título da agremiação, a escola fez uma boa apresentação. Durante o desfile, o repórter José Alberto Andrade chegou a relatar a força com que a Vila vinha na avenida.


ACADÊMICOS DO SALGUEIRO

A cada ano mais candidata ao título, o vermelho do Salgueiro ganhou outro sentido durante o desfile. Alegorias dando um tom diabólico à cena faziam sentido ao enredo escolhido pela escola: o poema “A Divina Comédia”, do italiano Dante Alighieri.

Ao fim da apresentação, o carnavalesco Renato Lage afirmou que deve deixar a escola.


BEIJA-FLOR

A literatura brasileira foi levada à avenida na forma de “Iracema”, de José de Alencar. A história acontece em momento de descobrimento do Brasil pelos europeus e relata um amor entre uma indígena e um colonizador.

A grande novidade? A não divisão de alas. A escola deu preferência a diferentes setores para contar a história.

BASTIDORES