Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de dezembro 2010

Inspirações das designers de moda do Centro Europeu

20 de dezembro de 2010 0

Para a formatura do curso de design de moda do Centro Euroupeu de Joinville, as alunas pesquisaram, escolheram uma referência, criaram um conceito e produziram uma coleção, com looks comerciais e conceituais apresentados num desfile para convidados  no dia 16, na Moom. As inspirações das 11 designers e o que elas apontam como tendência para o outono/inverno 2011 você acompanha abaixo.


Pura tentação
A coleção da designer de moda Camila Schmalz tem como tema “Charlie and the Chocolate Factory” ou “A Fantástica Fábrica de Chocolate”. Ela apresenta roupas que remetem à tentação, criação e imaginação. A ideia foi trazer à tona nas peças o lado tentador e o toque lúdico da história, sempre fazendo a ligação com uma das macrotendências do inverno 2011: “Be Inventive”.


A Dama Branca
A designer de moda Debora Barauna buscou inspiração na elegância das garças e das divasv do anos 50 para criar uma coleção de vestidos de noiva. Buscou um conceito inovador para uma roupa tradicional. Propôs o uso do branco com elegância, suavidade, romantismo e detalhes arrojados, que tornam as peças singulares, como as aplicações em laços e flores em tons que fogem dos brancos, tudo bem balanceado e equilibrado.


Caixinha de joia
A designer Débora Almeida buscou a feminilidade em sua coleção, que tem como tema Caixinha de Joia, com saias e vestidos leves e cinturas altas e marcadas. Ao contrário do que ocorre nas coleções de inverno, que apresentam peças escuras, ela apostou em tons nude, rosa e caramelo. As produções são românticas, com ares de frescor e docilidade, cheias de fluidez, babados e aplicações.


Busca da liberdade
Denise Riscalli desenvolveu looks inspirados na busca da liberdade. As cores escuras e vivas contrastaram com os tons claros. As peças apresentam detalhes com fitas, cordas e tecidos encorpados que têm a intenção de passar a ideia do que é estar preso. A liberdade é expressa em tecidos leves e fluidos.


Edith Piaf
A cantora francesa foi a fonte de inspiração da designer de moda Elisa Bertoli. As peças da sua coleção de inverno 2011, a maioria vestidos, foram pensadas para serem usadas a noite. São vestidos curtos e estruturados que levam renda e um pouco do estilo lingerie. Destaque para a cintura alta e bem marcada, que foi inspirada em coleções da Banana Republic, Brian Reyes e Sophie Theallet.


Amélie Poulain
A designer Gabriela Holz teve como inspiração o filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”. O filme é cheio de subjetividades e remete a importância do bem-estar trazido nas pequenas atitudes e nas coisas simples do dia a dia. Nas roupas, ela brinca com o lúdico e a criatividade. Os tons são o vermelho e o verde marcados, e o que fica de tendência para a próxima estação são os cortes suntuosos e a versatilidade da moda que brinca com vários estilos.


A vez da Rosa
Gisele Medeiros se inspirou na Rosa da história do “Pequeno Príncipe” para desenvolver sua coleção de inverno 2011. As peças contrapõem o leve e o pesado, o delicado e o rústico, o feminino e o masculino. As formas são clássicas, com shape acinturado, sobreposições de vestidos, jaquetas, casacos, saias e calças capri. Nas cores, destaque para o azul-oásis e o vermelho-pétala.


California Gurls
Nelise Bertoli buscou inspiração no clipe “California Gurls”da cantora Katty Perry para desenvolver sua coleção. Chocolates, balas, chicletes, algodão doce, chantilly e outros docinhos roubam a cena do clipe e são as referências para os looks românticos e infanto-juvenis da designer, que ainda misturou um pouquinho do mundo encantado de “Alice no País das Maravilhas”.


Maria Antonieta
Renata Britto criou uma coleção voltada para o público jovem, que tem como tema Maria Antonieta. Laços,
babados, rendas e corseletes foram importantes elementos de inspiração para a coleção da designer que abusou dos tons claros e pasteis e da leveza e suavidade das texturas. Ela usou tecidos nobres como o tafetá e o shantung, aproveitou babados e rendas, substituiu o preto pelo azul marinho e apostou em polainas até acima do joelho.


Arte em tecido
Ticiana Iizuka escolheu as obras de Tiziano Vicellio como tema de sua coleção. Idealizou um inverno pouco colorido, com tecidos lisos e poucas estampas. Estas estampas aparecem em forma de pele de animal, já que as peles estão com tudo – apareceram em praticamente todas as coleções internacionais. E a textura segue a linha do mais encorpado e menos fluido.


Mágica
Para a coleção de outono/inverno 2011, a designer Uni Lee se inspirou no fascinante mundo da mágica – onde tudo é possível -, unindo glamour e sensualidade nos seus looks. O fator surpresa, mistério, segredo, que instiga as pessoas foi a maior motivação para escolha do tema. Para a estação ela aposta em tendências como a cintura bem marcada, a alfaiataria, os coletes, a calça cenoura, a renda, os paetês. Entre as cores o cinza, o preto, o azul marinho, o verde oliva, o camelo, o vermelho, entre outros.