Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Luxo para poucos nas passarelas da alta-costura parisiense

17 de agosto de 2011 1

A temporada de alta-costura em Paris é um daqueles momentos que faz qualquer mortal desejar muito usar um dos modelos apresentados na passarela. Mesmo que seja um luxo para poucos, a inspiração é livre. Por isso, confira o que as principais grifes desfilaram na capital da moda. Karl Lagerfeld, responsável por um dos desfiles/espetáculos mais esperados da temporada, o da Chanel, reproduziu no Grand Palais a Place Vendôme, uma das principais praças de Paris. Apresentou roupas com cintura marcada, volumes que partiam dela e botas pesadas. E não faltaram conjuntinhos de tweed e detalhes de cristais. A Giorgio Armani Privé fez uma homenagem ao Japão. Teve saias com fendas generosas, muita alfaiataria, flores e ricos detalhes de paêtes. O vermelho, o preto, o branco e o rosa foram as cores da coleção do estreante Giambattista Valli, que mostrou também estampas de animais em looks superfemininos. A Valentino mostrou romantismo com looks suntuosos. E Elie Saab, além dos vestidos que as celebridades adoram, fechou o desfile com um modelo para noivas, ultrarromântico, e de véu longuíssimo.




A coleção da Giorgio Armani Privé teve inspiração nipônica. Confira fotos do desfile:





Saias peplum (aquelas que parecem ter duas camadas) e silhuetas longilíneas marcaram a coleção Chanel





Elie Saab apresentou uma coleção óbvia, mas digna de tapete vermelho





Giambattista Valli apostou em plumas, frufrus, plissados, capas e volumes localizados nos ombros e na cintura





Jean Paul Gaultier se inspirou no balé para criar sua coleção de alta-costura. Na passarela, estava todo o universo romântico e luxuoso da dança





Cores sóbrias, transparências, tecidos texturizados ou lisos garantiram a elegância e a sofisticação do desfile da Valentino

Comentários (1)

  • Hellen diz: 18 de agosto de 2011

    Nossa peças lindas acho que é o primeiro desfile de lançamento de coleçao, em que todas as peças podem sair as ruas ou em noites de gala, nada muito futurista
    Incrivel

Envie seu Comentário