Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Eventos"

Expo Havan Noivas 2012 será em Barra Velha neste domingo, 27 de maio

25 de maio de 2012 0

A 5ª edição da Expo Havan Noivas será na cidade de Barra Velha, na filial conhecida como Parada Havan. O evento gratuito será realizado neste domingo, 27 de maio, das 14 às 20 horas. Doze expositores estarão apresentando ao público as últimas tendências e novidades em produtos e serviços para a organização de casamentos, festas e outras comemorações. A feira brindará os participantes com desfiles de trajes e sorteio de brindes.

Depois do sucesso do evento em algumas filiais , o grande atrativo aos visitantes da edição em Barra Velha serão os passeios de limousine disponibilizados pela empresa LSK. A Havan traz também, uma grande novidade no final da temporada 2012 da Expo Havan Noivas: no mês de setembro, o público será agraciado com o sorteio de diárias para casal em empreendimentos parceiros.

A Expo Havan Noivas Barra Velha contará com os seguintes expositores: Gaby Rafá Noivas, Feux Fotografias, Tribo Som, LSK Limousines, Jeferson Cabeleireiros e Estética, Criart Joalheria, Kleverson Rita Fotógrafo, By Diana Convites, Maroca Lembrancinhas, Da May Café e Confeitaria, Poesia Chocolates e Pousada Pedra da Ilha.

Às 16 horas e 18 horas acontecerão desfiles com trajes de festas e noivas, com Gaby Rafá Noivas e Jeferson Cabeleireiros e Estética. Os Hotéis Baía Norte, Fazzenda Park e Plaza Camboriú também participam, expondo banners e distribuindo flyers para mostrar sua estrutura de hospedagem.


6º Paraná Business Collection ocorre de 26 a 30 de junho com 21 desfiles do verão 2013

24 de maio de 2012 0

Estão definidas as marcas que mostrarão as novidades do verão 2013 na passarela do 6º Paraná Business Collection (PBC). Entre os dias 26 e 30 de junho, no Centro de Eventos FIEP, o PBC apresenta coleções de 11 marcas e estilistas paranaenses, além de desfiles de dez novos designers na amostra Ideia Moda. Encerrando o line up, o 9º Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda revelará o vencedor do concurso direcionado a estudantes de cursos de moda do estado.

O desfile de Jefferson Kulig (foto) abre o evento no dia 26. O estilista, conhecido por suas coleções conceituais, caracterizadas por pesquisa de materiais e tecidos, já é uma tradição na primeira noite de PBC. Em seguida, a Lafort, comandada pela empresária Irit Czerny, mostra as novidades para o público feminino.
O evento termina com o esperado desfile Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda, que reunirá 12 finalistas do concurso.

LINE UP

Terça-feira, 26 de junho
Jefferson Kulig – 20 horas
Lafort – 21 horas

Quarta-feira, 27 de junho
Fabio Bartz – 19 horas
All Purpose -  20 horas
Recco – 21 horas

Quinta-feria, 28 de junho
Lady Louca – 19 horas
Cyntia Fontanella -  20 horas
Docthos – 21 horas

Sexta-feira, 29 de junho
Francesca Córdova – 19 horas
Camoa Brasil -  20 horas
Sinistra – 21 horas

Sábado, 30 de junho
Ideia Moda – 19 horas
Prêmio João Turin – 21 horas

Pétalas no Bride Style

24 de maio de 2012 0

Referência em tecidos glamourosos e exclusivos, a Pétalas esteve na passarela de quatro estilistas no Bride Style: Bibi Barcelos, Gloria Coelho, Lourdinha Noyama (foto) e Samuel Cirnansck. O evento, teve desfiles de estilistas especializados em noivas e também estandes de fornecedores. Musseline de seda, rendas e sedas da marca foram utilizados pelos profissionais.

Costanza Pascolato e Paulo Borges participam de evento de moda em Blumenau

03 de maio de 2012 0

O Shopping Park Europeu vai reunir fashionistas, descolados, modernos e elegantes para um bate papo entre Costanza Pascolato e muitas figuras importantes da moda brasileira. O evento será intermediado por Paulo Borges, o diretor criativo da SPFW, Fashion Rio e da ffwMAG!.

O encontro está marcado para o dia 8 de maio, às 19h30, no andar térreo do Shopping. Entre os estilistas que participam do bate-papo, através de vídeo, estão Alexandre Herchcovitch, André Lima, Dudu Bertholini, Glória Coelho, Lino Villaventura, Oskar Metsavant, Pedro Lourenço, Reinaldo Lourenço e Ronaldo Fraga. O evento é um convite à reflexão sobre a moda, seus impactos e influências, a partir da visão de uma mulher para quem a moda foi e continua sendo um viés para entender o mundo.

O talk show abre o MAG! Fashion Tour que, pela primeira vez, estará em Santa Catarina. A exposição, com looks apresentados na última temporada do Fashion Rio e do São Paulo Fashion Week, estará aberta ao público até o dia 17 de maio.


Evento fashion em Brusque

01 de maio de 2012 0

A primeira edição do Brusque Polo Fashion, no mês passado, foi um sucesso. Promovido pelo Convention and Visitor Bureau, reuniu mais de 1.500 convidados na mega estrutura montada no Centro de Eventos da Fenarreco, colocando a cidade na rota dos eventos de moda. A One Spot Promo assinou o evento e mandou algumas fotos pra gente conferir.


Novos talentos da moda joinvilense fazem desfile de formatura hoje

15 de fevereiro de 2012 1

A cada semestre o Centro Europeu de Joinville forma um novo grupo de designers de moda que passam a atuar na cidade. Ao final do curso, os estudantes elaboram um projeto individual, criando a própria marca e coleção. Hoje, acontece o desfile de formatura na V12 Lounge e você confere aqui, as fotos exclusivas das criações dos estudantes. Veja também uma entrevista com a coordenadora do curso, Priscila Damiani.



Criação Gabriela Moser Lopes

 

 

Criação Larissa Bovo


 

 

Criação Ana Kruger Strauhs

 


Criação Dalete Machado

 


Criação Denise Menegassi

 


Criação Kauana Fortunato

 


Criação Natalie Brust

 


Criação Patricia Dalseco


 


Criação Regina Rolak


 


Criação Paula Pereira


 

 

Criação Jeniffer Raitz


 


Criação Marilene Tessaro


 


Criação Jessica Machado


 

 

ENTEVISTA COM PRISCILA DAMIANI – COORDENADORA DO CURSO DE DESIGN DE MODA

Qual o perfil das pessoas que procuram o curso?
Priscila –
Quem procura o curso já tem uma paixão natural por moda, seja por motivos pessoais ou profissionais. O curso de Design de Moda do Centro Europeu é uma alternativa rápida para quem busca conhecimento e/ou aperfeiçoamento na área de moda. Muitas pessoas buscam o curso para conhecer melhor tudo que envolve a moda e então decidir se seguirão carreira nesta área ou não. Outros já vem com a certeza de que querem atuar neste meio, mas ainda não sabem se é na área de criação, consultoria, desenvolvimento de coleção, costura, entre outras possibilidades. E também tem aqueles que querem fazer o curso por hobby, por gostar de moda, mesmo trabalhando em outra área. É um curso para quem quer absorver ao máximo informações do mundo fashion, mas não relacionado apenas ao glamour, mas sim com foco na realidade de todo o processo produtivo, desde o desenvolvimento da ideia de uma coleção, passando pela escolha dos materiais, confecção dos looks, até sua chegada ao mercado.

É possível obter uma formação profissional em um semestre?  
Priscila -
Com certeza é. O programa acadêmico é bastante dinâmico, com foco naquilo que há de mais importante e atual. A metodologia de ensino é moderna e interativa com o perfeito equilíbrio entre a teoria e a prática. Além disso, todos os professores atuam fortemente na área, permitindo que o conteúdo seja trabalhado de acordo com a realidade do mercado. Para este ano, decidimos abrir uma turma anual no período noturno, com aulas duas vezes por semana, para melhor aproveitamento dos alunos que, na sua maioria, trabalham durante todo o dia. A turma da manhã continuará sendo semestral, com aulas quatro vezes por semana. A carga horaria e conteúdo dos dois turnos serão os mesmos, mas decidimos diminuir a frequência para que os alunos da noite possam se dedicar 100%.

Quais as disciplinas trabalhadas e com foco em que tipo de habilidade?  
Priscila
- Planejamento e desenvolvimento de coleção, desenho de moda, introdução à modelagem, introdução à costura, tecnologia têxtil, gestão de criatividade, marketing de moda, história da moda, luxo e marcas de luxo, personal stylist e produção de moda. Ao final do curso o aluno elabora um projeto final individual, criando sua própria marca e coleção. O foco de todo o curso está em trazer a tona o talento que existe dentro de cada aluno, fazendo com que ele seja capaz de se tornar um profissional criativo, com visão abrangente do seu campo de atuação, seja ele qual for.

Como é a colocação dos alunos já formados no mercado?  
Priscila -
Muitos deles atuam fortemente no mercado. O objetivo para este ano é criar um banco de currículos e estreitar ainda mais a relação entre o aluno, a escola e as empresa. Elas precisam saber que formamos profissionais competentes, prontos para atuar no mercado. E os alunos também devem fazer sua parte e correr atrás de seus ideais durante e depois do curso. As vezes a primeira oportunidade na área desejada é difícil, mas não podem parar de tentar. E tem que continuar se aperfeiçoando e se atualizando sempre. A área de moda vem crescendo bastante em nossa região e as possibilidades são inúmeras, mas deve ser um trabalho em conjunto: o aluno investe em conhecimento e as empresas investem nesse profissional, reconhecendo o seu valor.

Estes profissionais estão prontos para atuar em que áreas?
Priscila -
Nas mais diversas áreas. Muitos entram no curso apenas com a ideia de ser estilista ou designer de moda. Mas além disso, podem atuar como consultor de estilo, modelista, stylist,  produtor de moda, empresários, autônomos (criando e confeccionando sua própria coleção). Como exemplo, temos ex-alunos que hoje tem sua própria loja, outros se tornaram professores do próprio curso, algumas atuam como blogueiras/ditadoras de tendência, consultoras de moda, jornalistas de moda, entre outros.

Como é feito este trabalho de desenvolvimento dos looks finais?
Priscila -
É um trabalho desenvolvido em etapas dentro da disciplina de planejamento e desenvolvimento de coleção, mas que tem ligação direta com as demais. A chamamos de “matéria-mãe” do curso, em que o aluno aprende passo a passo a desenvolver sua coleção. É nesta disciplina que ele analisa as tendências da próxima estação; escolhe um tema que servirá de inspiração; desenvolve o conceito da sua coleção; seleciona a cartela de cores e de materiais; desenha 12 looks, dos quais dois são confeccionados (um comercial e outro conceitual). Ao final do curso este projeto é apresentado a banca examinadora, e depois  são apresentados no desfile de formatura. Além disso, estes dois looks são utilizados na disciplina de produção de moda para realizar uma produção fotográfica profissional, com o auxílio do professor e fotógrafo Arthur Andrade. Os resultado final é incrível!

Orbitato promove evento com Ronaldo Fraga e Marcelo Rosenbaum

16 de novembro de 2011 0

Se você estuda moda vai adorar este evento que leva o nome Diálogos Criativos. Neste sábado, dia 19 de novembro, o Orbitado – Instituto de estudos em Arquitetura, Moda e Design reúne pela primeira vez em Pomerode o arquiteto Carlos Perrone, o designer Marcelo Rosenbaum e o estilista Ronaldo Fraga em uma conversa sobre Identidade e Cotidiano. Será no Teatro Municipal de Pomerode, das 10 às 18 horas. A ideia é mostrar como a rica composição cultural do Brasil é a fonte de inspiração para os convidados. Os ingressos estão à venda pelo site da instituição (www.orbitato.com.br) até sexta-feira, dia 18 de novembro e custam R$ 370.


Palestras discutem o desenvolvimento de identidade e processo criativo

O país, que sempre foi eclético e oferece uma infinidade de referências e identidades, experimenta agora o gosto de ser visto como tendência para o mundo. Com a economia forte em comparação aos países europeus e prestes a sediar a Copa do Mundo, a atenção volta-se ao Brasil e aos seus elementos iconográficos. Porém, para os convidados deste debate o tema Brasil não é novidade.
Ronaldo Fraga, estilista, é um dos nomes mais importantes da moda brasileira, é conhecido por suas criações poéticas, narrativas que nos conectam com histórias da nossa história. Marcelo Rosenbaum, designer, desenvolve produtos para diversas empresas e atua com projetos ligados a ações sociais, à arquitetura e à decoração. É também o criativo do quadro “Lar Doce Lar”, do programa “Caldeirão do Huck”, da Rede Globo. Seja em uma sacola, uma poltrona ou uma camiseta estampada, ambos possuem um forte trabalho que transita entre o industrial, o artesanal e o autoral, criado sempre a partir de elementos aparentemente simples do cotidiano como referência.
“Marcelo Rosenbaum e Ronaldo Fraga são conhecedores da identidade brasileira, de seus pensadores, mas, principalmente, de imagens populares, memórias de infância, de paisagens, estéticas e jeitos de fazer. Outro ponto importante é que atuam ligados a práticas artesanais quase esquecidas em diferentes partes do Brasil. Seus trabalhos se relacionam com uma importante cadeia produtiva, entre o artesanato, o design e a indústria”, explica Celaine Refosco, diretora do Orbitato.
Para abertura dos debates acerca dos termos Identidade e Cotidiano, Diálogos Criativos contará também com a presença do designer e professor Carlos Perrone, conhecido por reapresentar conteúdos de maneira surpreendente, e por pontuar elementos importantes que transitam pela história da visualidade. Um evento que completa a união de saberes multidisciplinares exigidos pela ação contemporânea. (Informações: assessoria de imprensa da Orbitato)

Luxo para poucos nas passarelas da alta-costura parisiense

17 de agosto de 2011 1

A temporada de alta-costura em Paris é um daqueles momentos que faz qualquer mortal desejar muito usar um dos modelos apresentados na passarela. Mesmo que seja um luxo para poucos, a inspiração é livre. Por isso, confira o que as principais grifes desfilaram na capital da moda. Karl Lagerfeld, responsável por um dos desfiles/espetáculos mais esperados da temporada, o da Chanel, reproduziu no Grand Palais a Place Vendôme, uma das principais praças de Paris. Apresentou roupas com cintura marcada, volumes que partiam dela e botas pesadas. E não faltaram conjuntinhos de tweed e detalhes de cristais. A Giorgio Armani Privé fez uma homenagem ao Japão. Teve saias com fendas generosas, muita alfaiataria, flores e ricos detalhes de paêtes. O vermelho, o preto, o branco e o rosa foram as cores da coleção do estreante Giambattista Valli, que mostrou também estampas de animais em looks superfemininos. A Valentino mostrou romantismo com looks suntuosos. E Elie Saab, além dos vestidos que as celebridades adoram, fechou o desfile com um modelo para noivas, ultrarromântico, e de véu longuíssimo.




A coleção da Giorgio Armani Privé teve inspiração nipônica. Confira fotos do desfile:





Saias peplum (aquelas que parecem ter duas camadas) e silhuetas longilíneas marcaram a coleção Chanel





Elie Saab apresentou uma coleção óbvia, mas digna de tapete vermelho





Giambattista Valli apostou em plumas, frufrus, plissados, capas e volumes localizados nos ombros e na cintura





Jean Paul Gaultier se inspirou no balé para criar sua coleção de alta-costura. Na passarela, estava todo o universo romântico e luxuoso da dança





Cores sóbrias, transparências, tecidos texturizados ou lisos garantiram a elegância e a sofisticação do desfile da Valentino

A moda em evidência: confira os trabalhos de 15 novos designers de Joinville

04 de agosto de 2011 1

A cada ano, as turmas do curso de design de moda do Centro Europeu de Joinville ficam maiores, o que revela o interesse crescente de pessoas comuns pela moda na cidade. E não é apenas em uma escola que isso é visível, existem outros cursos de formação de moda, tanto universitários quanto profissionalizantes que mostram este mesmo movimento em Joinville. Se há poucos anos a turma interessada no métier viajava para outros lugares em busca de conhecimento e reconhecimento, agora, os talentos são lapidados e surgem aqui mesmo. Criam suas primeiras coleções, agitam em blogs e mostram que a moda é democrática e aceita também quem deseja apenas aprender. Conheça os trabalhos feitos por 15 novatos que toparam contar um pouquinho sobre a coleção que desenvolveram e sobre por que resolveram fazer o curso de design de moda. O desfile de formatura rolou no dia 4 de agosto, na V12 Lounge.

Depois de várias etapas de pesquisa, eles desenharam uma coleção com no mínimo 11 looks comerciais e um conceitual e, no final, confeccionaram um look comercial e um conceitual que vocês conferem nas fotos. Para ajudar na produção, o fotógrafo Arthur Andrade contou com a maquiagem da aluna do Centro Europeu, Camilla D’Amato. E os sapatos são da Luiza Prado e da Carmen Steffens. Muitos destes estudantes pensam em seguir carreira, outros fizeram o curso para saber se é moda o que realmente desejam para o futuro. O fato é que muitos deles serão designers, estilistas, produtores e modistas que vão topar com a gente por aí. Por isso, vale a pena conferir o trabalho, a criatividade e o estilo de cada um!




Aconchego indígena
Foi analisando a relação das índias com a natureza que Camilla D’Amato criou sua coleção de moda para gestantes. “Fui buscar lá nas aldeias as formas anatômicas. Pois a gestação é um momento tão especial para a mulher que ela deseja ficar bonita e ao mesmo tempo confortável e atual. E com este resgate do passado e do natural eu consegui exatamente o que desejava”, explica a figurinista e agora designer de moda. Aos 40 anos, ela está encontrando seu rumo e pretende investir em uma marca para este público. “Sou figurinista de dança do ventre. Vendo para São Paulo e para fora do País sob encomenda. Tudo é bordado a mão. Agora, quero me dedicar a ampliar a coleção que fiz com tanta dedicação”, explica. Para confeccionar as roupas, que podem ser coordenadas, Camila utilizou viscolycra, suplex, algodão canelado, jeans com elastano, entre outros tecidos que remetem ao conforto e aconchego.




Um jardim de sofisticação
A riqueza da moda e da arquitetura já haviam encantado Daniela Acordi, 26 anos, durante o tempo que ela morou na Itália. De volta ao Brasil a personal trainer, formada em educação física, resolveu mudar radicalmente de profissão e apostar na moda. “Eu pretendo atuar na área de criação. Quero continuar estudando e aprendendo, mas é nesta área que vou trabalhar.” Para conclusão do curso no Centro Europeu ela desenhou a coleção Jardim de Versailles. Criado por André Le Nôtre, este jardim é considerado um dos maiores do mundo, ricamente estruturado e desenhado misturando formas geométricas, principalmente arredondadas, com texturas inspiradoras. “Sua imensidão transmite leveza e sofisticação. É isto que eu queria para o meu público alvo que são mulheres de 25 a 35 anos que desejam roupas clássicas e refinadas. Por isso eu usei tecidos como seda e renda”, explica Daniela. O look comercial traduz a idéia do jardim por meio de texturas e formas. As cores beje e champagne representam os monumentos e estátuas. “E para o look conceitual usei as cores do palácio para compor o mix de folhas recortadas em tecido.”




Contrastes e belezas do Reino Unido
Os dois principais cartões-postais de Londres, o Big Ben e as Red Telephones Boxes, são os elementos principais da coleção de Amanda Caroline Rossi, 18 anos. Ela gosta muito de moda e quer trabalhar com isso, mas temporariamente, enquanto cursa a faculdade de engenharia. Na sua cabeça está tudo planejado: “Fiz o curso para ter um trabalho temporário durante a faculdade que começo em agosto. E pesquisei sobre Londres, porque no futuro é para lá que eu quero ir”.
Os looks de Amanda foram confeccionados pela avó sob sua supervisão. “O Big Ben aparece no look conceitual como ele mesmo, eu o transformei em saia com armação. Nos outros looks da coleção, as setas do Big Ben foram usadas nos detalhe. Já as Red Telephones Boxes são uma transcrição para o xadrez, e também aparecem como detalhes ou peças inteiras, como o top do look conceitual e o cinto do look comercial”, explica. O uso das cores da bandeira do Reino Unido, o vermelho e o azul, conforme Amanda, ganhou um contraste bem interessante. “Eu usei muito couro, preto e paetê, lembrando as grandes bandas de rock que se originaram no Reino Unido, e como contraste, usei tecidos mais leves como a seda e o cetim para lembrar a influência da aristocracia britânica.”




Toque de realeza e delicadeza
Com tecidos em tom pastel, como o linho, a renda, a malha e o tule e um delicado crochê artesanal, a dona de casa Elenice Baldin, 30 anos, confeccionou seus looks inspirados no filme “A Duquesa”. “Roupas de época sempre me encantaram. E o filme que eu escolhi tem muitas referências visuais. Para a coleção ‘Um Toque de Realeza’ ficar atual, eu apostei especialmente nas cores”, explica. Este foi o primeiro curso profissionalizante que Elenice fez e ela considera seu look conceitual bem ousado. “Eu costurei tudo. Só terceirizei o crochê. Adoreio o curso porque sai da linha de conforto e realmente penso em fazer algo na área da moda. Agora, basta pensar direitinho para entrar no mercado com o pé direito.”




Os anos dourados estão de volta
Camila Mader de Souza tem 20 anos, é apaixonada pelas saias rodadas dos anos 50, aquelas com muito tecido e cintura bem marcada. “Foi a época do New Look Dior, quando as mulheres ficaram mais femininas e realmente começaram a seguir a moda, pois a guerra tinha acabado e havia tecido para fazer moda de verdade. Acho um período genial. Por isso me inspirei nessa época e dei ao meu trabalho o nome de ‘Anos Dourados’”, conta. Com jeans, tule, filó, lese e couro, Camila foi construindo seus looks, que têm um toque romântico e casual. Sua coleção é voltada para um público de 19 a 29 anos. “Eu cresci no meio de máquinas de costura e jamais tive interesse de fazer outra coisa a não ser moda”, conta a jovem de Guaramirim que pretende atuar na área de produção de moda ou na administração da confecção familiar.




Embalo dos anos 70
O mais difícil na hora de pensar a coleção de conclusão do curso de design de moda do Centro Europeu de Joinville foi definir o público. “Sem isso, é impossível decidir os tecidos, a modelagem, o corte e se a inspiração vai realmente funcionar”, acredita Hevily Caroline Atuatti, 19 anos. Seu trabalho foi todo inspirado no filme “Saturday Night Fever” (“Os Embalos de Sábado à Noite”), que marcou os anos 70 e é voltado para mulheres de 20 a 30 anos, que gostam de brilho e alegria. O nome da coleção “Era Disco” define perfeitamente o tom que Hevily quis dar aos looks. Com tecidos como sarja, uma imitação de corino, bandagem e muitas franjas, ela mergulhou nas discotecas, sem perder a atualidade e as referências do que é tendência para o verão 2012. “Sempre gostei de moda e pensava em ser estilista. Fiz o curso antes de uma faculdade porque queria ter certeza de que era esta área que eu iria seguir. E é, com certeza.”




La belle époque
O casamento é sempre um momento único para a mulher. E trabalhar com este tipo de roupa não é nem um pouco fácil. Mas Keilla Souza escolheu desenvolver uma coleção de noivas. O tema de sua coleção “La Belle Époque” (bela época, em francês), um período na história da Europa que começou no final do século 19 e durou até a eclosão da Primeira Guerra Mundial em 1914, em que as mulheres usavam roupas com armações de anquinhas, que eram feitas de ferro na época, rendas, babados, laços, flores, entre outros detalhes. “Foi uma época marcada por profundas transformações culturais”, ressalta.




Inspiração na natureza
Faltam duas cadeiras para Thaís Soto Rodriguez, 23 anos, se formar em biologia marinha. Mas ela ainda queria experimentar este mundo que sempre a fascinou, o da moda. Tentou propor uma coleção leve, voltada para quem mora no litoral, perto da praia. “País Tropical” é o nome de sua coleção. “Não dava para ser diferente. Eu precisava falar do mar, da natureza. Usei a cambraia, que é muito natural”, explica. No look conceitual, ela apostou na natureza como inspiração, com suas formas, cores e beleza. Utilizou penas para estilizar um pavão. “A moda foi uma grande experiência. Talvez no futuro eu possa conciliar as duas paixões.” A maquiagem é de Gilmar Cabeleireiro.




Espelho, espelho todo meu
Há seis anos Ana Lutke, 23 anos, está envolvida com o mundo da moda: ela é modelo. Agora, resolveu mudar de lado e se especializar no que realmente lhe interessa, a criação de moda. Inspirada no brilho, no reflexo e na dualidade dos espelhos ela criou o look conceitual e, para o comercial, resolveu explorar mais a leveza do tecido e da própria modelagem.




Flores para uma camponesa
Emerson Pereira foi buscar na delicadeza das camponesas, na sua simplicidade da vida no campo e na beleza das flores, os elementos necessários para compor sua coleção. “As roupas que desenhei são destinadas a mulheres simples, mas elegantes, e muito românticas. Por isso, usei cores como o vermelho, o rosa, o lilás e o verde”, explica. Emerson cresceu em uma família de costureiros e jamais se viu fazendo outra coisa. “O interesse pela moda foi natural em minha vida.”




Uma princesa bem moderna
O público é jovem, entre 17 e 23 anos. O estilo da roupas é romântico. Os tecidos são sofisticados: tafeta, cetim e renda aplicada. Foi assim que Amanda Louise Joenk, 18 anos, foi dando vida a sua coleção. A inspiração veio do filme “Diário da Princesa 2″, mas ela teve todo um trabalho de pesquisa de tendências e do uso dos tecidos para desenvolver peças que ela mesma compraria se as visse expostas numa vitrine. “Eu sempre gostei muito de moda, mas meu interesse é pelo desenho. Este curso me ajudou a optar pela faculdade de moda, que será o meu futuro”, conta. “Eu me assustei com o trabalho que deu colocar em prática aquilo que eu desenhei no papel, mas o resultado ficou ótimo.” Uma parte do look foi confeccionada por uma costureira e a outra parte pela mãe de Amanda, que trabalha fazendo enxovais para bebês.




Bonequinha que é puro luxo
Layane Medeiros de Castro tem 19 anos e, agora, decidiu que vai prestar vestibular para o curso de moda na Udesc, no fim deste ano, porque é nesta área que irá se especializar. Com o curso que está finalizando no Centro Europeu, ela conheceu cada processo do “fazer moda” e ganhou experiência, mas, principalmente, teve certeza de que é isso que quer para o seu futuro. “Minha coleção foi toda inspirada no filme ‘Bonequinha de Luxo’. Mas eu fugi daquela ideia do vestido preto que todo mundo lembra quando se fala no filme, que marcou época, e aproveitei as cores, as formas e a sofisticação dos tecidos. Minha coleção quer ousar aliando as referências do clássico em peças modernas, atuais”, define.




Um olhar dândi e militar
Jean Cardoso mergulhou na tendência militar e no dandismo para desenvolver sua coleção. É isso que ele apresenta no look conceitual com gola, abotoadura e todas as referências à guerra, mas com o estilo “perfeito cavalheiro”. No look comercial, ele coloca estas referências de uma forma supermoderna.




Cogumelos fresquinhos
Foram os formatos e cores destes organismos que inspiraram Morgana Paula Ferreira, 26 anos, a criar suas coleção de vestidos de festas. E na sua pesquisa ela ainda descobriu que no colorido dos cogumelos estavam muitas das tendências para o verão 2012. Detalhes como as ranhuras do cogumelo foram parar nos vestidos que a química industrial desenhou e confeccionou para a coleção “Avalon”. “Quero obter experiência para conhecer os processos e o mercado porque é na área da moda que quero atuar.”




Uma Vênus contemporânea
Com o tema “Vênus: Deusa do Amor”, Julianne Rodrigues Martins buscou inspiração na mitologia romana para criar seus looks, especialmente na obra de Sandro Botticelli “O Nascimento de Vênus”. “O look conceitual eu criei a partir da concha que sai a Vênus, utilizando o plissado, elemento que compõe toda a coleção e ressaltando a sensualidade suave para uma mulher contemporânea e elegante”, explica Julianne. Formada em design gráfico na Univille, ela sempre teve interesse na área de moda, mas não havia formação quando começou a faculdade. Agora, pretende usar o conhecimento das duas áreas para atuar em moda.

Confira as novidades do primeiro dia de desfiles da Passarela da Dança

26 de julho de 2011 0


De figurinos a roupas do dia a dia, na Passarela da Dança tem de tudo. O evento paralelo ao 29º Festival de Dança de Joinville, começou nesta terça-feira, dia 26 de julho com os desfiles das grifes Lolita, Caliman, D de Dança, Biju Ballet, Balé Mania, Nina Ballet e Capézio + Cecília Kerche e ainda acontece nos dias 27 e 28 na Feira da Sapatilha. Programe-se e participe você também! Agora, confira alguns dos looks que desfilaram no primeiro dia:




PROGRAME-SE!!!

Desfiles do dia 27, quarta-feira
15h30: Da Dança
15h45: Ballare Tricot
16 horas: Dança Maria
16h15: MF Costumes + Vera Marquesan
16h30: Só Dança

Desfiles do dia 28, quinta-feira
16 horas: MAZ
16h15: Dú Ballet
16h30: Soul Dance
16h45: Lela Magrela
17 horas: Do Dance
17h15: Cristine