Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "inverno 2013"

Temporada de desfiles da SPFW apresenta tendências para o inverno 2013

29 de outubro de 2012 2

A Osklen abriu a temporada de desfiles da São Paulo Fashion Week Inverno 2013 ao meio dia desta segunda-feira. Esta foi a terceira temporada de 2012, depois do ajuste do Calendário Oficial da Moda Brasileira, que agora fica sintonizado com os principais eventos internacionais. As coleções de inverno passam a ser mostradas entre outubro e novembro e as de verão, em março e abril.


A mudança do calendário é uma reivindicação antiga do mercado, atende a uma necessidade direta das marcas e confecções que terão agora um intervalo maior entre o lançamento, a produção e entrega das coleções ao consumidor final. A SPFW mudou também de endereço e, nesta edição, estará no Parque Villa Lobos. O Fashion Rio acontece de 7 a 9 de novembro no Píer Mauá.


Confira o line up das duas semanas de moda brasileira:

SÃO PAULO FASHION WEEK

Hoje (29 de outubro)
Osklen – 12 horas
Têca por Hêlo Rocha – 15 horas
Ronaldo Fraga – 16 horas
FH por Fause Haten – 17h30
Tufi Duek – 19 horas
Triton – 20 horas
Ellus – 21 horas

Terça-feira (30 de outubro)
João Pimenta – 16 horas
Uma Raquel Davidowicz – 17h30
Samuel Cirnansck – 19 horas
Lino Villaventura – 20h30
Colcci – 21h30

Quarta-feira (31 de outubro)
Gloria Coelho – 11h30
Alexandre Herchcovitch – 16 horas
Maria Garcia – 17h30
R.Rosner – 19 horas
Vitorino Campos – 20h15
Forum – 21h30

Quinta-feira (1º de outubro)

Reinaldo Lourenço – 11 horas

FASHION RIO

Quarta-feira (7 de outubro)
Rio Moda Hype – 11 horas
Acquastudio – 17 horas
Herchcovitch – 18 horas
Oh Boy – 19 horas
Ágatha – 20 horas
Alessa – 21 horas
TNG – 22 horas

Quinta-feira (8 de outubro)
Bianca Marques – 12 horas    
Oestúdio – 17 horas    
Sacada – 18h30    
Filhas de Gaia – 19h30    
2nd Floor – 20h30
Espaço Fashion – 22 horas

Sexta-feira (9 de outubro)
R.Groove – 17 horas
Nica Kessler    - 18 horas
Andrea Marques    - 19 horas
Patachou – 20 horas
Coca Cola Clothing – 21 horas
Auslander – 22 horas


A estética das montanhas da Osklen

Com 18 looks, a marca carioca Osklen apresentou uma coleção rica em texturas e bordados, inspirada na arquitetura e sofisticação de Aspen, dos anos 50 e 60. O ponto alto foram peças em jacquard de algodão, com a estampa do tradicional leão da Osklen – desenvolvido em tear artesanal, nas cores do desfile combinadas numa única peça: preto, off-whitte e carmim.


O luxo de Saab como inspiração

19 de setembro de 2012 0

Os vestidos do estilista libanês Elie Saab despertam suspiros e desejos, tamanha a delicadeza e o requinte aliados numa única peça. Além disso, as transparências, o brilho e os decotes generosos dão um toque sexy, simplesmente adorável. Esta coleção de alta costura para o inverno 2013, apresentada em Paris, me despertou vários suspiros e desejos. Fiquei apaixonada pelos pretos. Mas os tons pastel e os detalhes dourados é que deram show na passarela. O cinto fininho marcando a cintura, delineando a silhueta foi o acabamento perfeito. Nos cabelos, apenas tranças. Tudo muito limpo e elegante. O que brilha é o vestido. As criações de Saab são sempre uma aposta para as celebridades que desfilam no Tapete Vermelho e servem como inspiração para mulheres do mundo inteiro na hora de definir um vestido de festa. Em entrevista ao portal WWD, Saab revelou que suas inspirações para esta coleção de alta costura saíram diretamente da Turquia.



Volumes e flores de Giambattista Valli: inspiração para a primavera

21 de agosto de 2012 0

A terceira coleção de alta-costura que Giambattista Valli apresentou nas passarelas de Paris brincou com volumes e abusou das estampas de flores. Os babados estavam na cintura, nas saias dos vestidos, nas maxigolas. Na cartela de cores, tons de verde-musgo, vermelho, turquesa, rosa e vinho.

Durante o desfile, o público foi transportado para um jardim perfumado, com vestidos charmosos e corpetes, que se abriam como pétalas. O detalhe das borboletas que enfeitavam as ninfas de Valli definiam com perfeição a inspiração do estilista. E, apesar de ser uma coleção para o inverno de 2013, ela tem referências primaveris, que podem ser antecipadas pelas brasileiras mais antenadas já na próxima estação.

O desfile começou com looks predominantemente vermelhos, que depois foram ganhando toques de outras cores. Na sequência, o verde dominou a passarela. Ficou clara a brincadeira com volumes. A coleção tinha ainda jaquetas com pepluns formados por várias camadas de organza.


O que inspira as macrotendências para o inverno de 2013

16 de agosto de 2012 0

A cada temporada a WGSN reúne as principais referências de inspiração, baseadas em pesquisas sócio-culturais, que se transformam em três macrotendências para as estações seguintes. Para o outono/inverno 2013/2014 as macrotendências identificadas são: Living design, 21st Century Romance e Hacktiv.

A Hacktivate usa os princípios do cut and paste para imaginar novos produtos. A paleta se resume a cores fortes e brilhantes em contraponto ao preto e branco. As silhuetas são simples, inspiradas no sportswear, mas com tecidos luxuosos: tafetá, couro metalizado, acabamentos em vinil.

Como um conceito de design, a macro 21st Century Romance coloca a importância da beleza imponente e deslumbrante acima de tudo. Nessa nova versão do romantismo, a paleta de cores tem tons pastel em contraste com preto e prata e são inspiradas em pinturas clássicas. O contraste é entre peças delicadas e românticas num styling mais grunge, com influências street.

Na Living design, os objetos é que comunicam ideias pela forma como interagem. As cores dessa macro tendência são vibrantes, além de tons outonais como marrom e verde.



O look sport glam é chave para a macro tendência hacktivate: paetês e metalizados em jaquetas varsity, por exemplo


 

 

Na Living design, as silhuetas são orgânicas, com formas arredondadas e as peças têm personalidade, sejam vintages, gráficas ou com pegadas de humor



 

O importante na macro tendência 1st Century Romance é a mistura de tecidos leves com elementos pesados

Extravagância à la Gaultier

06 de agosto de 2012 0

Inspirado pelo filme “Confession of a Child of the Century”, que se passa nas épocas das guerras napoleônicas e traz o rockstar Pete Doherty no elenco, o designer francês Jean Paul Gaultier apresentou looks teatrais – sempre extravantes – no seu desfile na semana de alta costura em Paris, para a coleção inverno 2013.

O filme romântico ambientado no século 19 e exibido no festival de Cannes em maio deste ano, é baseado no romance autobiográfico de Alfred de Musset (1810-1857) sobre seu rela-cionamento com a escritora George Sand. Gaultier apostou em looks sensuais e com identidade própria.

O universo masculino das cartolas e fraques, dos poetas do século 19, se misturava às peças transparentes e femini- nas, com muitos bordados e capas extremamente volumosas. Peças de alfaiataria se intercalaram com vestidos longos, sempre trabalhados com aplicação de pedrarias, bordados e detalhes de pele de raposa. A coleção é totalmente à la Gaultier.


Os looks extraordinários e inspiradores de Roberto Cavalli

01 de junho de 2012 0

O desfile de Roberto Cavalli, em Milão para o inverno 2013, foi um show de criatividade e sensualidade na passarela, costurado com misturas inusitadas de materiais. A proposta do estilista é vestir uma mulher extremamente bela, pronta para sair e se divertir com looks exagerados, extraordinários. “Proponho o sonho”, definiu Cavalli. As principais características da marca, comprimento míni e animal prints nas peças de couro foram usadas ao máximo. Mas também teve muito vestido longo, babados, pele e brilho.

Desfilando majestosamente sobre um tapete de rosas, coberto com lantejoulas de couro, a top model Naomi Campbell surpreendeu o público. A musa de Cavalli, com sua beleza de ébano, inspira uma linha de estampados de animais: leopardo, zebras, crocodilos, pítons, jaguares, todo um mundo selvagem, sobre tons escuros, sabiamente reproduzidos pelo estilista. Os vestidos curtos de paetês brilhantes deixam as costas à mostra. As minissaias são de vison e as calças cinzas com boca larga combinam com tons dourados, estampados de tigre e peles. No casting de modelos também estava a brasileira Izabel Goulart. (Texto com informações da AFP)


Amy Winehouse by Gaultier

25 de abril de 2012 1

A família da cantora não gostou, mas eu adorei e achei a cara de Gaultier. No último dia dos desfiles de alta-costura em Paris o estilista Jean-Paul Gaultier fez uma homeangem  à cantora Amy Winehouse. A modelo que abriu o desfile deixou o público desconcertado. Com um penteado alto, os olhos bem delineados e com um traço puxado, saia preta brilhante e blusa branca que deixava ver o sutiã. Era a própria encarnação de Amy, a cantora de soul falecida no ano passado. “Antes de mais nada, ela era única. Na música, como na forma de se vestir, misturava muitas influências para criar um estilo singular”, explicou o estilista.

Assim como na coleção de alta costura que Gaultier apresentou, a cantora britânica se inspirava nos anos 50 e 60. Jogando com o vestuário de Winehouse, Gaultier fez desfilar corpetes, o seu fetiche, espartilhos, as superposições, em cores vivas que alternava com o preto. Mas teve o cuidado de não ser literal em demasia. As top models mais solicitadas no momento, como a argentina Milagros Schmoll e a americana Karlie Kloss, deslumbraram na passarela, com abrigos envolventes, capas com capuz de musselina ou vestidas de terninhos de golas assimétricas e pantalona masculina com riscas, adaptados às curvas femininas e bordados com milhares de lantejoulas. O vestido de noiva era de um rosa empoeirado e as modelos também desfilaram com lingeries sofisticadas.

O pai da cantora britânica Amy Winehouse acusou o estilista francês Jean-Paul Gaultier de se aproveitar da morte de sua filha, inspirando-se em seu inconfundível estilo, para realizar seu último desfile de alta costura, considerado de “mau gosto”. “A família não gostou das imagens, foi uma comoção total”, declarou Mitch Winehouse ao jornal “The Sun” na semana do desfile. “Ver sua imagem utilizada para vender roupas foi um choque que nós não esperávamos e sobre o qual não fomos consultados.”  (Com informações AFP)


Ralf Simons será o novo estilista da elegante Dior

15 de abril de 2012 0

O suspense sobre a sucessão de John Galliano, demitido por justa causa da Dior há mais de um ano, chegou finalmente ao fim, com a nomeação do estilista belga Raf Simons, 44 anos, como diretor artístico da casa. A primeira coleção de alta costura, de prêt-à-porter e de acessórios femininos de Raf Simons para a Dior será apresentada em Paris já no mês de julho, disse a maison em um comunicado.

Ao anunciar a nomeação de Raf Simons à sucessão de John Galliano, a Dior, que também contribui com o brilho do império de luxo LVMH, de Bernard Arnault, se disse “entusiasmada” em receber “um dos maiores talentos da atualidade, para dar continuidade à obra de seu fundador”. “Ele vai inspirar e impulsionar no século 21 o estilo que o senhor Dior lançou na abertura de sua casa e que mudou, desde sua primeira coleção, os padrões da elegância mundial”, afirma uma nota. Raf Simons, citado no comunicado, mostrou-se “alegre com a nomeação, afirmando que, a seus olhos, a Dior é o símbolo da elegância absoluta.

“Seu savoir-faire único me inspira um profundo respeito. Recebo com muito honra a responsabilidade que me é dada hoje de dirigir a criação da marca francesa mais célebre no mundo”, acrescentou. O nome do discreto estilista belga é conhecido por uma moda minimalista exigente e de vanguarda.

No último desfile da marca em Paris, no início do ano, a direção criativa estava à cargo de Bill Gayten. Para a coleção inverno 2013, ele buscou inspiração na alfaiataria e na feminilidade do balé. Os 56 looks apresentados (alguns ilustram este post) têm cintura marcada, em uma clara referência ao icônico New Look. Na cartela de cores, destaque para os rosas pálidos e os cinzas.

(Com informações da AFP)