Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Novo Kia Sportage custa a partir de R$ 109.990

25 de junho de 2016 0

Reestilizado, o utilitário esportivo médio ficou maior e traz mais recursos eletrônicos

Sportage 2017 a

Visual renovado, mais conforto interno e avançada tecnologia de segurança (Fotos Kia,DV)

Na quarta geração, o sul-coreano Sportage cresceu, ganhou novo interior e mais recursos eletrônicos, mas manteve o conjunto propulsor e a plataforma anterior. O aumento de três centímetros na distância entre eixos melhorou o espaço interno. O comprimento e a largura, também maiores, levaram a capacidade do porta-malas para 868 litros. O motor 2.0 flex de 156 cv com gasolina a 167 cv apenas com etanol atua com o câmbio automático de seis velocidades e troca sequencial de marchas. O Kia Sportage LX custa R$ 109.990, e o EX, R$ 134.990.

    A reestilização do Sportage valorizou o visual com a linha de cintura alta, faróis elevados que invadem o capô e auxiliares de neblina em forma de quadrados e lanternas em LEDs. Com as modificações, o coeficiente aerodinâmico CX, caiu de 0,35 para 0,33. O interior também foi aperfeiçoados com novos painel e quadro de instrumentos. Os encontos dos bancos tem novas  regulagens de inclinação.

     Sportage LX – R$ 109.990

    Bancos em tecido, volante multifuncional com ajustes de altura e profundidade, direção elétrica, ar-condicionado manual com saída para o banco traseiro, central multimídia com tela de cinco polegadas sensível ao toque , entradas USB e auxiliar, Bluetooth, câmera de ré com guias ativas, sensor de estacionamento traseiro são de série. Também controle eletrônico de velocidade , modos de condução (econômico, esporte e normal), assentimento automático dos faróis e rodas de liga leve de 17 polegadas são equipamentos de série.

     Sportage EX – R$ 134.990

    Faróis com iluminação diurna e lanternas em LEDs, teto solar com acionamento elétrico, rodas de liga leve de 19 polegadas diferenciam a versão top. Também o acabamento interno em couro, bancos do condutor e acompanhante com ajustes elétricos, ar-condicionado automático digital de duas zonas, central multimídia com GPS, aletas para troca de marchas atrás do volante, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, e de chuva, airbags frontais, laterais e de cortina, partida por botão, retrovisores externos com sinalizadores integrados e rebatimento elétrico. Ainda os controles de tração e estabilidade, assistentes de partida em rampa e de frenagem em declives, controle de distância e alertas de veículos em pontos cegos.

.

Stock Car, Mercedes Challenge e Copa de Marcas movimentam Tarumã

24 de junho de 2016 0

Final de semana na pista de Viamão promete fortes emoções com cinco provas

Emoções da corrida 2 - Duda Bairros/Vicar

Emoções em cada curva com os carros mais potentes do país (Duda Bairros/Vicar, DV)

 

    A principal categoria do automobilismo brasileiro volta ao Rio Grande do Sul na sua quinta etapa. Os melhores pilotos brasileiros prometem acirradas disputas e fortes emoções no circuito gaúcho, um dos mais rápidos e seletivos do país. Além da disputa na pista, o evento terá diversas ações em parceria com o projeto Criança Esperança, da Rede Globo. O GP da Esperança terá rodada dupla e provas da Copa Petrobras de Marcas e Mercedes-Benz Challenge. Serão cinco corridas em um único final de semana. A programação começa nesta sexta-feira a partir das 9h com os treinos dos carros do Marcas e Mercedes.

    Os pilotos da Stock Car entram na pista sábado pela manhã para os ensaios livres e voltam à para a classificação. Também haverá a classificação para o grid de largada do Marcas e do Mercedes. As 15h55 terá largada a primeira corrida da Copa Petrobras de Marcas. Já no domingo ocorrerão quatro corridas: uma da Mercedes, outra do Marcas e duas da Stock. O canal SporTV transmitirá a classificação e as duas provas da Stock,  a primeira às 14h e a segunda 15h10min.

    Os ingressos podem ser comprados no site www.ticketsforfun.com.br e no próprio autódromo, sábado, das 9 às 17 horas, e no domingo a partir das 7h30min. Arquibancada custa R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia entrada) por pessoa. No domingo, a arquibancada com opção de no domingo visitar aos boxes (horário determinado pela organização do evento) custa R$ 120 por pessoa e precisa de compra antecipada. O ingresso do Camarote Paddock, com serviço de buffet e TVs, também dá direito à visitação aos boxes no domingo. O evento é para maiores de cinco anos, sendo que menores de cinco a 14 anos deverão ser acompanhados dos pais ou representantes legais maiores de 18 anos (parentes de primeiro grau) e também deverão portar documento original com foto ou certidão de nascimento original.

Programação

Sábado, 25 de junho
07h50 – 08h00 – Shakedown Stock Car
08h05 – 08h45 – 1o Treino (Grupo 1) Stock Car
08h50 – 09h30 – 1o Treino (Grupo 2) Stock Car
09h40 – 09h50 – Classificação Copa Petrobras de Marcas
10h00 – 11h00 – 2o Treino (CLA AMG + C250) Mercedes-Benz Challenge
11h10 – 11h50 – 2o Treino (Grupo 1) Stock Car
11h55 – 12h35 – 2o Treino (Grupo 1) Stock Car
12h45 – 13h05 – Classificação (CLA AMG) Mercedes-Benz Challenge
13h15 – 13h35 – Classificação (C25) Mercedes-Benz Challenge
14h00 – 15h00 – Classificação Stock Car
15h55 – Largada (Corrida 1) Copa Petrobras de Marcas

Domingo, 26 de junho
09h00 – 10h00 – Visitação aos boxes
10h35 – Largada (Corrida 2) Copa Petrobras de Marcas 
12h00 – Largada Mercedes-Benz Challenge
14h00 – Largada (Corrida 1) Stock Car
15h10 – Largada (Corrida 2) Stock Car

Lexus baixa preço do CT 200h que agora custa a partir de R$ 129.000

23 de junho de 2016 0

Carro híbrido japonês oferece luxo, segurança e sofisticação com avançada tecnologia

LEXUS CT 200h

O conjunto propulsor híbrido tem a potência combinada de 136 cavalos (Fotos Lexus, DV)

     Apesar da valorização do dólar em relação ao real, para divulgar a tecnologia híbrida e tornar o custo mais acessível ao consumidor brasileiro, a Toyota e a Lexus reposicionaram a tabela do CT 200h que passa a ser o segundo veículo híbrido de menor preço no país. O vice-presidente da Lexus do Brasil, Miguel Fonseca, explica que, como a Toyota, a Lexus está empenhada em cumprir com seu papel no desafio ambiental global. O modelo representa a visão da Lexus sobre como será a mobilidade no futuro com carros cada vez melhores e mais amigáveis ao meio ambiente. O preço da versão Eco, cai de R$ 141.090 para R$ 129.900, e da versão 200t, de R$ 162.185 para R$ 149.900.

    –  Estamos dando os primeiros passos no Brasil para alcançar uma meta ambiciosa e necessária para o futuro. Até 2050, temos a proposta de reduzir em até 90% a emissão de CO2 na atmosfera, o que significa que todos os modelos comercializados pela Toyota e Lexus no mundo, até lá, serão híbridos, elétricos ou alimentados por célula de combustível – destaca Fonseca

    O sistema de propulsão do Lexus CT 200h conta com dois motores,  um a gasolina e outro elétrico, que geram potência combinada de 136 cv. As baterias são recarregadas com a energia excedente do motor a combustão e o sistema de freios regenerativos acumulam energia a cada frenagem. Com o  sistema Lexus Hybrid Drive, o CT 200h percorre até 14,2 km/l na estrada e 15,7 km/l na cidade. O modelo é nota A de consumo do INMETRO e compõe a lista dos veículos mais econômicos do país, ficando somente atrás do novo Toyota Prius, recém-lançado no mercado brasileiro.

Nissan Kicks tem novo lote de pré-venda

23 de junho de 2016 2

Mais 1.000 unidades da versão SL complementam a venda da série especial Rio

NISSAN KICKS 1

A acirrada  concorrência dos utilitários esportivos compactos  (Fotos Nissan, DV)

     O crossover compacto que acompanha a corrida da Tocha Olímpica pelo pais tem novo lote de pré-venda. Depois da série especial Rio que traz detalhes exclusivos, agora é a vez do Kicks SL com três novas opções de cores: preto, prata e cinza. Os preços vão de R$ 89.000 a R$ 93.500. A reserva é feita mediante sinal de R$ 5.000 com o pagamento em até dois dias úteis.

    A pré-venda do primeiro lote do Kicks, mil unidades da série especial Rio, começou no dia 17. Com os mesmos itens, o preço foi igual ao da SL. O Rio tem branca, branca com teto laranja e cinza.   O Kicks acirrará a disputa entre os utilitários esportivos compactos que tem no Honda HR-V, Jeep Renegade, Ford EcoSport e Renault Duster seus principais concorrentes. O Nissan terá motor 1.6 16V de 114 cv e câmbio automático continuo variável (CVT). O mesmo que equipa o hatch March e o sedã  Versa desde o começo de junho.

 

Citroën C3 com motor PureTech 1.2 Flex custa a partir de R$ 46.490

22 de junho de 2016 0

O propulsor de três cilindros deixou hatch até 32% mais econômico em relação ao anterior

C3_BAIXA-44

Principal novidade do compacto é o novo motor importado da Franca (Fotos Citroën, DV)

 O motor de três cilindros PureTech 1.2 Flex, maior conectividade e manutenção programada são as principais novidades do Citroën C3 2017 que manteve o mesmo visual. O novo propulsor substitui o 1.5 nas versões Origine, Attraction e Tendance. Já a opção 1.6 permanece inalterada. O Citroën C3 custa a  partir de R$ 46.490, na opção PureTech 1.2 Flex Origine, a R$ 63.190, na 1.6 automático Exclusive.

O PureTech tem duplo comando de válvulas variável, quatro válvulas por cilindro, bomba de óleo variável, coletor de escapamento integrado ao cabeçote, e sistema de partida a frio com aquecimento no injetor, que dispensa o tanquinho auxiliar. São de 84 cv com gasolina e 90 cv apenas com etanol distribuídos pelo câmbio manual de cinco marchas. Com classificação AAA no programa Etiqueta Nacional de Conservação de Energia, do INMETRO, a  montadora enfatiza que a redução de consumo de combustível pode chegar até 32% em trânsito urbano e permite ao hatch rodar até 16,6 km/l na estrada quando abastecido com gasolina. Produzido na França, o PureTech  recebeu alterações e adaptações para atender as condições brasileiras como reforço de componentes para utilização do etanol. A transmissão também adequada às novas potência e força do motor.

A opção do para-brisa Zenith, como uma bolha de vidro, valoriza o C3 ampliando o ângulo de visão. A central multimídia com tela de sete polegadas sensível ao toque com a função MirrorScreen e reconhecimento de voz permite espelhamento e controle das funções de  smartphones com sistemas Android e CarPlay (Apple). Já o aplicativo Link MyCitroën  armazena e recupera informações como como autonomia, consumo da última semana, odômetro, dados do percurso, localização do veículo e continuidade da navegação entre outras.

 Opções e preços

 Origine – R$ 46.490

Direção elétrica, ar-condicionado,  vidros, retrovisores  e travas elétricas, freios com ABS e REF ( repartidor eletrônico de frenagem) são de série, entre outros itens.

Attraction – R$ 49.990

Acrescenta sistema de áudio com rádio AM/FM, Bluetooth com entrada USB, e vidros com acionamento elétrico nas quatro portas, luzes diurnas em LEDs,  rodas de liga leve e faróis de neblina, entre outros. A central multimídia é opcional.

Tendance – R$ 52.960

Conta ainda com o para-brisa Zenith, alarme e sensor de estacionamento traseiro. A central multimídia é opcional.

O  Citroën C3 PureTech 1,2l Flex tem três anos de garantia e seis anos de garantia anticorrosão perfurativa. O Plano de Revisão a R$ 1 Por Dia, com revisões de 10.000, 20.000 e 30.000 km, tem preços fixos de R$ 365 por ano.

Versões e preços

Citroën C3

PureTech 1.2 Flex Origine – R$ 46.490

PureTech 1.2 Attraction – R$ 49.990

PureTech 1.2 Flex Tendance – R$ 52.690

1.6 automático Tendance – R$ 57.690

1.6 automático Exclusive – R$ 63.190

Fonte: Citroën

Fiat Mobi Way, aventureiro para trilhas urbanas, custa a partir de R$ 39.300

19 de junho de 2016 2

O sub-compacto tem detalhes exclusivos que valorizam o visual e suspensão elevada

FIAT MOBI-WAY ON -PRISCILA NUNES 20

Para-choque, caixa de rodas e barras no teto pretas (FOTOS PRISCILA NUNES/ESPECIAL)

      Campinas (São Paulo) *

     Estradas vicinais de terra batida com trechos em péssimas condições, pedras soltas, valetas, buracos, asfalto deteriorado e lombadas, muitas lombadas foram encaradas pelo  Mobi Way On sem dificuldades em pouco mais de 50 quilômetros entre Campinas e a Fazenda Capoava, em Pedregulho, Itú, no interior de São Paulo. A manhã ensolarada ajudou o test-drive e o pequeno Fiat encarou situações críticas, levantou poeira, superou surpresas por caminhos de difícil acesso, que, em determinados momentos, lembram trechos de  ruas ou estradas brasileira e  pouco parecem para o tráfego de automóveis. O Fiat Mobi Way custa R$ 39.300 e o Way On, R$ 43.800.

     A suspensão do Way, 1,5 centímetros mais alta em relação às demais versões, molas e amortecedores recalibrados, e a adoção da barra estabilizadora na dianteira, compensa o aumento das altura, e a tendência de inclinação da carroceria em curvas,  reforça o apelo aventureiro leve. A suspensão do sub-compacto, mais macia, absorveu as irregularidades da terra batida e do asfalto comprometido. O que indica que o pequeno  Fiat pode também pode ser uma opção para jovens que preferem viagens curtas para a praia nos finais de semana.  Com condutor e acompanhante,  os 73 cv (gasolina) e 75 CV (etanol) do motor de quatro cilindros 1.0 Fire em conjunto com o câmbio de cinco velocidades atendem as  necessidades do carro. Mas exigem o controle do acelerador e a constante troca de marchas em trechos como o do teste-drive.

     Nos pequenos trechos de asfalto,o Way foi rápido. Àgil no trânsito urbano, só foi contido pelo excesso  de quebra-molas, fiscalizadores eletrônicos da região, alertados pela editora multimídia Priscila Nunes. Acompanhando a bela paisagem rural do interior de São Paulo, na terra, que correspondeu ao percurso principal, cumpriu sua proposta ignorando os obstáculos naturais.

    O diretor da Fiat Chysler Automóveis, Carlos Eugenio Dutra, explicou que, ao contrário do que muitos pensam, o “Moby não é um mini Uno” mas um carro que tem pouco do irmão maior. A rigidez estrutural mudou, foram usados novos materiais e o peso foi reduzido. Entre as modificações, o desenho do assoalho diferenciado que deu maior rigidez e absorção de impacto.

     Por fora, o Way e o Way On são identificados pelo visual aventureiro urbano com para-choques redesenhado, barras longitudinais no teto emolduras nas caixas de rodas e adesivo que identifica o modelo na tampa traseira. Os pneus 175/65 R14 são do tipo superverde.

Versões e preços

Mobi Way –  R$ 39.300

     Direção hidráulica, volante com regulagem de altura, ar-condicionado,banco do condutor com regulagem de altura, computador de bordo, vidros e travas elétricos,  predisposição para rádio, freios ABS com EBS e duplo airbag, entre outros, são itens de serie.  O rádio Connnect integrado ao painel com RDS, viva-voz Bluetooth e função Audio Streaming, sistema de conectividade para smartphones iOS e Android via Bluetooth e comandos no volante – o Fiat Live On – que estará disponível em breve.

 Mobi Way On – R$ 43.800

     Acrescenta rodas de liga leve de 14 polegadas exclusivas, faróis de neblina, retrovisores externos elétricos (com função tilt-down) e repetidores de seta, revestimento em tecido bicolor,  painel com acabamento preto brilhante, sistema Connect integrado ao painel com RDS, viva-voz Bluetooth e função Audio Streaming com comandos no volante, sensor de estacionamento painel com acabamento preto brilhante, apóia-pé, porta-óculos e alças de segurança no teto, entre outros.

    Como as demais versões do Mobi, o Way e Way On podem ser equipados com mais de  40 acessórios Mopar disponível na rede Fiat, como retrovisor interno com câmera de ré, central multimídia com navegador GPS e tela touch screen, pedaleiras esportivas, pet bag, ecobag, par de bolsas expansíveis para o porta-malas.

*Viagem a convite da FCA

 

 

Volkswagen Driving Experience aquece o Velopark

18 de junho de 2016 1

Montadora leva 60 carros para diversas atividades na pista e mostra de tecnologia

VW EXPERIENCE - VELOPARK 15

Acelerar, conhecer os carros e os benefícios da eletrônica embarcada (Fotos Gilberto Leal)

       A baixa temperatura, a neblina e a possibilidade de conhecer a fundo os veículos Volkswagen desafiaram mais de 600 convidados que foram ao Velopark, em Nova Santa Rita, neste sábado. Com o termômetro nos oito graus e a visibilidade prejudicada pela cerração – que fechou o Aeroporto Salgado Filho para pousos e decolagens – as atividades começaram as 9h. Foi a oportunidade para conhecer, testar e aproveitar condições especiais de venda dos modelos da marca alemã.  Até o final da tarde de domingo, os organizadores do Volkswagen Driving Experiênce 2016, estimam que o evento movimentará em torno de 1.500 visitantes.

O VW Driving Experience levou para a área de box, parte do estacionamento e as pistas do autódromo  14 atividades. Nos diversos estandes os visitantes conheceram a história da marca, os sistemas de conectividade e multimídia, como um carro VW é produzido, os motores, os mitos e verdades que envolvem o carro, além de participarem de jogos e contarem com um espaço para crianças. Também foram para a pista para conhecer como funciona o Park Assist, que estaciona sozinho o carro, dirigiram diversos dos mais de 20 modelos expostos, entre outras atividades. As atividades preferidas foram a prova de arrancada com os Jetta 1.4 Turbo e o circuito externo com todos os modelos VW, em especial o Passat CC, o Touareg, e o Fusca (New Beetle).  Para completar, a avançada tecnologia do Golf hibrido Plug-In.

O gerente de Markting e Brand Experiênce da Volkswagen, Luiz Antônio Buozzi, destaca a importância do evento que, em seu terceiro ano, já passou por 18 cidades, facilitando para mais de 17 mil interessados o conhecimento e a oportunidade de avaliar os carros da marca. Também de comprar produtos como camisetas, camisas, jaquetas e bonés, entre outros artigos.  Nas áreas de vendas alguns modelos de veículos da família VW tem bônus de R$ 1.000, enquanto a financeira oferece modalidades de pagamento parcelado.

     Neste ano, o Driving Experience passará em agosto pela cidade de São Paulo, setembro por Ribeirão Preto e outubro pelo Rio de Janeiro. Durante o Salão do Automóvel de São Paulo, de 10 a 2º  novembro, a Volkswagen promoverá evento semelhante adaptado às condições da área externa do São Paulo Expo.

Ford Ka 2017 tem oferta especial por R$ 39.990

17 de junho de 2016 0

A promoção dos compactos com taxa zero em até 30 vezes inclui também o sedã Ka+

NovoKa_1 TD

A campanha promocional dois dois modelos seguirá até o final de junho (Fotos Ford, DV)

Os compactos mais vendidos da Ford, o Ka e o Ka+ terão até o final de junho condições promocionais. Com preço de  R$39.990 à vista, o hatch poderá ser financiado com entrada e saldo em até 30 meses com taxa zero. O sedã teve o preço reduzido para R$ 42.990, na versão 1.0, e R$ 46.990, na 1.5 e também poderá ser financiado com taxa zero. Durante o período da campanha, o  Ka SE 1.0, por exemplo, pode ser comprado  com entrada de R$27.593,10, e 30 parcelas de R$ 444.

     O Ka e o Ka+ trazem de série, na versão de entrada, a SE,  direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas com controle remoto, limpador e desembaçador traseiro e abertura elétrica do porta-malas. Também o rádio My Connection Gen.3 com AM/FM, USB e Bluetooth, além de  fixação do celular no painel, o MyFord Dock. Os dois modelos são equipados com os motores  o 1.0 TiVCT Flex, de 85 cv, e o Sigma 1.5 16V Flex, de 110 cv .

Porto Alegre terá estação para carga de baterias de carro elétrico

16 de junho de 2016 0

O serviço funcionará a partir de 2017 para proprietários de veículos  da BMW na capital

RBMW  I 8

Ousado superesportivo elétrico BMW i8 com portas tipo asa de gaivota no Salão de Paris

     A BMW vende no mercado brasileiro o compacto i3 e o esportivo i8 mas em volume limitado. O presidente do BMW Group Brasil, Helder Boavida, lamentou a falta de apoio governamental como existe nos Estados Unidos, países europeus e Japão, durante o evento Tá na Mesa, na Federasul. O primeiro i3 vendido em Porto Alegre pela Iesa BMW na semana passada. A montadora já instalou 35 pontos de reabastecimento para veículos elétricos da marca, a maioria em São Paulo.

Elder Boavida

Simone Leite, presidente da Federasul, e Elder Boavida (FOTOS Gilberto Leal e BMW, DV)

     O executivo lamentou a falta de incentivos fiscais para os carros elétricos e híbridos, defendeu um tratamento especial e sistemas de crédito a longo prazo lembrando que o país tem uma cultura petroleira.  Reiterou o avanço da importância da sustentabilidade e a necessidade de reduzir a participação de veículos a gasolina ou etanol como vem ocorrendo em outros países. Boavida acredita no avanço dos elétricos e híbridos nos próximos dez a 15 anos e, no futuro, dos a hidrogênio e célula(pilha) de combustível.

     A primeira estação de recarga de baterias de carros BMW será definida nos próximos meses para funcionar em 2017. Boavida justificou que é um investimento elevado e que deverá ser compatível com o volume de venda. Exige ainda a formação de pessoal para venda e pós-venda. Atualmente, com a venda ainda restrita, a montadora instala o equipamento para recarga na casa do comprador. Como a autonomia do i3, por exemplo, é de 110 quilômetros, e o uso diário é de 30 a 40 quilômetros por dia, a carga dura praticamente uma semana. O executivo considera o carro elétrico ideal para o trânsito urbano. A expectativa é de venda de 15 a 20 carros por ano na capital gaúcha. Para ele, cidades do porte de Porto Alegre em outros países têm em torno de 200 a 300 estações. Ale acredita que no futuro 150 seriam suficientes na capital.

Jaguar Land Rover inaugura fábrica brasileira

15 de junho de 2016 0

Com investimento de R$ 750 milhões, a planta de Itatiaia produzirá até 24 mil carros

Fábrica Jaguar Land Rover 8

Veículos serão atenderão mercado doméstico e do Mercosul  (Fotos Jaguar Land Rover, DV)

      Os primeiros Range Rover Evoque montados no Brasil chegarão aos concessionários até o final do mês. Com investimento de R$ 750 milhões do grupo britânico, a fábrica de Itatiaia, no interior do Rio de Janeiro, foi inaugurada no começo desta semana. A planta produzirá também o Land Rover Discovery Land Sport. A flexibilidade da linha de montagem permite a montagem de outros modelos como o Jaguar XE. Localizada na Via Dutra, ocupa uma área de 60 mil metros quadrados que com mil empregos diretos e indiretos poderá produzir 24 mil veículos por ano, mas começa a operar com 70% da capacidade. Os carros serão destinados ao mercado brasileiro e posteriormente poderão ser exportados, principalmente para os países do Mercosul.

     A fábrica de Itatiaia é a primeira 100% da Jaguar Land Rover fora da Inglaterra. A empresa do conglomerado indiano Tata também na em joint venture com a Chery , na China, e na Índia, em planta do grupo controlador. Executivos da empresa garantem qe os veiculos produzidos no país não terão qualquer diferença em em relação aos fabricados na Inglaterra. Também serão mantidos os  mesmos preços.

     Os bancos, vidros e sistema de escapamento dos veículos montados em Itatiaia serão fornecidos por empresas instaladas no país. O motor será importado da matriz.  O grupo britânico em parceria com o Senai instalou um centro educacional em Resende, cidade próxima da fábrica de veículos. Serão oferecidos atividades e da indústria automotiva que atenderão crianças e jovens entre cinco e 18 anos das escolas da região Sul Fluminense.

%d blogueiros gostam disto: