Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Para equilibrar contas, prefeito de Indaial reduz próprio salário

23 de maio de 2013 18

Para tentar conter gastos e arcar com os custos essenciais até o final do ano, a prefeitura de Indaial está adotando medidas extremas de contenção. Decreto a ser assinado pelo prefeito Sérgio Almir dos Santos (PMDB) até amanhã determina que a partir de 1º de junho todos os 84 funcionários que ocupam cargos comissionados sofrerão corte de 15% no salário. Na lista entram, inclusive, o prefeito e o vice. O vencimento do primeiro, aliás, é de R$ 16 mil.

Além disso, segundo o secretário de Administração e Finanças, Márcio Antônio Ferrari, haverá redução de 50% no pagamento das gratificações de funções e corte total das horas extras. A prefeitura também adotará horário diferenciado de atendimento. Muitas secretarias, como Obras, Agricultura e Saneamento, funcionarão apenas meio período.

A medida vale, a princípio, por 90 dias. Se a arrecadação não melhorar, pode ser prorrogada por mais 90 dias.

A economia estimada com a adoção destas medidas é audaciosa: R$ 600 mil por mês.

Tudo para conseguir honrar o salário dos servidores, que teve reajuste de 6,2% (só o INPC), desde janeiro, na data-base da categoria.

Bem que Blumenau poderia copiar esta iniciativa, pois vive neste momento a campanha salarial dos servidores. Será que não seria o caso de adotar as mesmas medidas, pelo menos até equilibrar as receitas?

Comentários (18)

  • david rage agains’t the system diz: 23 de maio de 2013

    Com certeza aqui em em todo o país deveria se fazer o mesmo!! Todos os políticos ganham de mais para o que fazem. Muitos sem graduação e nem ensino fundamental completo. Com certeza aqui tem que ser feito o mesmo, pois comissionado ganhando 5 mil por mês para trabalhar 7 horas e olha lá é muita grana! Uma vergonha!! redução já napoleão, e pro legislativo também!!!

  • Pedro diz: 23 de maio de 2013

    Parabéns ao prefeito de Indaial! Mostra que está no poder pelo povo e não para engordar sua conta bancária…

  • Eduardo SC diz: 23 de maio de 2013

    Todo comissionado é mal intencionado!

  • luis francisco diz: 23 de maio de 2013

    Não faltava mais nada, só botar a culpa no servidores de carreira. Se a coisa desandou e porque alguém administrou mau, certo? Se uma prefeitura recebe 500 e gasta 1.000 só pode dar nisso. Isso é assim aqui e na China. Só pra lembrar, muito provavelmente quem ocupava o cargo que cuidava do dinheiro não era de carreira e nem técnico, se fosse dificilmente chegaria onde chegou. E concordo com o David, as prefeituras tão cheias de gente sem nenhuma competência técnica, muito menos estudo/formação em cargos de chefia e ganhando esta baba mesmo R$ 5, 6 mil reais só porque carregaram bandeira de x ou y durante 40 dias em campanha política. Os auditores do TCE que estão passando as contas da prefeitura de Blumenau a limpo, deveria fazer o mesmo em Indaial.

  • Kátia diz: 23 de maio de 2013

    Dá pra ver o quanto esses cargos são uteis mesmo, é muita gente “mamando” e sem ter competência.
    Sem comentar que algumas secretárias irão atender somente em meio período, a de obras mesmo é uma vergonha, a famosa Rua Minas Gerais está intransitável, venham conferir!

    Concordo com o Luis, o TCE deveria passar uma auditoria nas contas da Prefeitura de Indaial.

  • waldir diz: 23 de maio de 2013

    QUASE SEMPRE ESTE TIPO DE MEDIDA COMECA PELOS MUNICIPIOS MENORES,POR QUE ENTRE OS GRANDES SÓ JOINVILLE O PREFEITO RENUNCIOU O SEU SALARIO? FAZEM DE TUDO PARA DEIXAR SUAS CONTAS BANCARIAS BEM GORDINHA,EU NÃO DIGO ABDICAR DO SALARIO TODO MAS UM A PARTE ATÉ QUE É BEM VINDO FACAM COMO O VEREADOR CIM,QUE DAI EM POUCO TEMPO AS FINANCAS DO MUNICIPIO DE BLUMENAU JÁ TOMA UM EQUILIBRIO.

  • edson diz: 23 de maio de 2013

    estranhei essa, o povo pagar por vacilo de administração? li no jornal um monte de multa, tinha umas 300. É MOLE, 300. Nem tenho que ter faculdade pra fazer esta conta, 300 x 85 e uns quebrado é o que deve custar a maioria das multa já que o preço é 85 já dá 25 mil, isso eu vi só num jornal e o resto? e não tem dinheiro?

  • Almir diz: 23 de maio de 2013

    E olha que teve 04(Quatro anos para acertar as contas) e só agora vai fazer isto. Talvez tenha sido o prefeito da gestão passada que deixou a prefeitura com as contas assim.

  • anita diz: 23 de maio de 2013

    Daqui a 4 anos o prefeito de Indaial vai pro palanque e diz foi ele que resolveu o débito e salvou a prefeitura e aí passa menos de um ano de mandato e o novo prefeito que ele vai tentar eleger vem com a mesma história. Reduzir gastos porque tão no vermelho. Será que um dia o povão vai acordar e não acreditar mais em político, comissionado, etc, etc, etc?

  • Tiago diz: 23 de maio de 2013

    Isso não tem nada demais!
    O que me deixa indignado é saber que em uma cidade como Indaial, que tem 55 mil hab. tenha 84 cargos comissionados(sem contar os servidores vagabundos). O mínimo à fazer seria demitir 50 desses caras que estão aí só pra mamar na teta do governo…

  • João diz: 23 de maio de 2013

    Se fosse ano eleitoral ele não faria isso…. Se não fosse o prefeito reeleito colocaria a culpa no prefeito anterior…. será que não há previsão orçamentária? quem trabalha na PM de Indaial sabe que o problema é ter que colocar todos os parentes dos 7 partidos coligados pra “mamar”…. o Povo e os funcionários de carreira e que realmente trabalham vão ter que pagar essa conta….

  • decio diz: 23 de maio de 2013

    bom, com as comissões sobre as multas de transito, (42 lombadas eletronicas), mais as propinas de plantão, ele até poderia abrir mão de todo o salario, que não iria sentir falta.

  • Valdecir diz: 24 de maio de 2013

    As medidas para conter os gasto pode ser legal, o que acho imoral é justificar tais medidas sugerindo ser necessárias para conseguir honrar com o salário dos servidores, que receberam apenas o que a lei lhe garante, a reposição salarial.
    Talvez deve-se fazer uma avaliação mais criteriosa quanto a capacidade técnica dos cargos comissionados e gratificados pois são estas pessoas que auxiliam diretamente na administração e contas públicas, por serem consideradas qualificadas, capacitadas e de confiança. São estas situações que demonstram a importância de uma boa assessoria técnica.
    O prefeito de Indaial deveria publicar o gasto financeiro com os 84 cargos comissionados, nomes e qualificação para exercer a função pela qual foi nomeado e função que realmente exerce.
    A jornada de trabalho em algumas secretarias será reduzida para 6 horas, talvez a redução de 50% dos cargos em comissão (42) e manter corte 15% no salário seria uma medida ainda mais adequada, pois se terá horário de trabalho reduzido. E um bom corte nas funções gratificadas também iria fazer a diferença.
    Se alguém tiver a curiosidade em conhecer a estrutura administrativa do poder executivo, os cargos em comissão e salários deve acessar a lei complementar nº 134/2012 poderá visualizar os valores pago para cada cargo comissionado, (R$ 971,14 à R$ 6.700,00) sem considerar a reposição salarial de 6,2% (INPC) deste ano.

  • CURTO&GROSSO diz: 24 de maio de 2013

    Cada vez me convenço ainda mais que de palhaço neste circo, só tem mesmo é o povo !!!

  • Claudio diz: 24 de maio de 2013

    E tem gente que ainda acredita. Vergonhoso e cômico.

  • Sirlei diz: 25 de maio de 2013

    Independentemente se vai haver ou não economia, acho que uma auditoria do Tribunal de Contas cairia bem para Indaial. Aliás não só para Indaial. Aqui em Ascurra, também. Até hoje a população não sabe se as contas de 2011 da prefeitura foram aprovadas. Ano passado, na campanha, os comentários nas ruas era de que a administração municipal estava no vermelho e se não se reelegesse tudo viria à tona. Aqui em Ascurra quem tava lá dentro conseguiu permanecer e em Indaial também. TCU, não é a hora de ver como conseguiram isso?

  • Giovana Passarelli diz: 22 de junho de 2013

    Prefeito Serginho. Tá mais do que na hora de eliminar cargos de confiança nesta prefeitura. Tem gente sem nenhuma instrução, ignorante, que ocupa cargo de Diretor nas secretarias. Só porque um dia, fez campanha política. É dinheiro do povo sendo jogado fora!!! ali entra: prêmios, licenças, abonos, etc… cuidado. O povo está cansando de ver estas barbaridades.

  • marina kreutzfeldt diz: 22 de junho de 2013

    Prefeito Serginho. Tá mais do que na hora de fazer uma limpa nestes cargos de confiança que vce colocou dentro das secretarias, só para aumentar ainda mais gastos.Gente ignorante, sem estudo, ocupando cargo de diretoria. Pra quê? só porque durante as eleições seguraram sua bandeira???? ridículo.

Envie seu Comentário