clicRBS
Nova busca - outros
13 out12:10

Festival de Cinema deste ano tem verbas suspensas pela Lei Rouanet


Vanessa Franzosi, Sucursal da Serra

 

As investigações em torno do Natal Luz estão respingando em outros eventos de Gramado. Mais de R$ 2 milhões que haviam sido aprovados pela Lei Rouanet para o 39º Festival de Cinema de Gramado foram suspensos neste mês pelas investigações envolvendo o Natal Luz e a Associação de Cultura e Turismo de Gramado (ACTG), entidade que capta recursos e contrata fornecedores.

O valor suspenso é aguardado para o pagamento de dívidas do Festival de Cinema, e representa em torno de 40% da receita do evento.

Por causa das investigações de possíveis irregularidades nas contas do Natal, a ACTG ficou inapta a receber recursos da Lei Rouanet. O recurso para o Festival de Cinema foi aprovado antes dessa decisão da Justiça, mas ainda não havia sido liberado. No início deste mês, a aprovação foi suspensa pelo Ministério da Cultura (MinC).

A operação Papai Noel, do Ministério Público Estadual e que investiga o Natal Luz, foi desencadeada uma semana antes da abertura do Festival de Cinema de Gramado, que ocorreu entre 5 e 13 de agosto. Com fornecedores contratados e o evento realizado, o Festival acumula dívidas de mais de R$ 2 milhões em função da suspensão dos recursos federais. Do total de R$ 2,315 milhões aprovados, R$ 315 mil foram recebidos.


Edição deste ano aconteceu de 5 a 13 de agosto

 

De acordo com o presidente do festival, Alemir Coletto, estão sendo estudadas formas de reverter a decisão do Ministério.

- As verbas para o festival foram aprovadas antes da operação do Natal e o festival não está envolvido nas irregularidades. Isso que queremos mostrar ao MinC para que a verba seja liberada – explica.

No final de setembro, Coletto anunciou o cancelamento do Festival Internacional de Gastronomia por não ter sido liberado o recurso de R$ 815 mil pela Lei Rouanet para a ACTG. O festival estaria na quinta edição.


Por

Comentários