clicRBS
Nova busca - outros

consciência animal

12 out12:21

Adote um amigo - dê um lar com carinho e responsabilidade

 

Sou uma cadela adulta, de porte médio, já castrada e muito dócil. Procuro um lar com muito carinho e responsabilidade.

 


Gostou de mim? Adote! Contato: Susi – (54)8416-6570
conscienciaanimal@hotmail.com

A ONG só adota animais para quem possuir o pátio totalmente fechado.


1 comentário
04 out14:26

Espaço Consciência Animal: Hoje é o dia Mundial dos Animais


No dia em que o mundo todo lembra dos animais, a Consciência Animal pede ajuda para os cães e gatos abandonados que são cuidados pela associação. Rações, potes, casinhas ou qualquer valor em dinheiro são muito bem-vindos! Participe!



Comente aqui
29 set18:23

Participe da campanha do Dia Mundial dos Animais


Dia 4 de outubro é o Dia Mundial dos Animais, e gostaríamos de informar os a população desta data, promovendo uma campanha de ‘aniversário’, pedindo doações. Participe!



Comente aqui
26 set14:36

Adote um amigo - lindos filhotes


Estes lindos filhotes estão para adoção. Eles têm em torno de 45 dias. Já desmamaram e estão comendo ração. São sete no total. Duas fêmeas (caramelo) e cinco machos.
Precisamos de famílias responsáveis e com carinho de sobra para adotar esses anjinhos. É necessário ter o pátio cercado, por mais que o animal ficará somente dentro de casa. Eles são crianças, e precisam brincar na grama.

Gostou de nós! Adote! Entre em contato com a Associação Consciência Animal pelo telefone (54) 8416-6570 ou pelo e-mail: conscienciaanimal@hotmail.com


1 comentário
23 set13:10

Procura-se labradora perdida no bairro Carniel


Uma labradora fugiu no dia 7 de setembro no bairro Carniel. Ela foi vista no mesmo dia nas redondezas do bairro brincando com outros cachorros.

Ela tem oito meses, o pelo é cor de caramelo e atende por Shiva.

Se você encontrou Shiva, entre em contato com Jéssica Cardoso pelo telefone (54) 9142-2646.





Comente aqui
21 set17:51

“Banheiro no lugar certo” é a dica desta semana do espaço Consciência Animal


Quem não se sente orgulhoso quando finalmente seu cão aprende a usar o banheiro corretamente!? Aqui, você encontrará a forma mais simples de fazê-lo aprender onde ele pode fazer suas necessidades. O que ajuda nesta etapa da educação do seu cão é que eles gostam de manter limpos os lugares onde eles comem e dormem. Certamente, será os lugares onde não usarão como banheiro. Ou seja, nunca coloque a cama, água e ração perto do lugar demarcado para ser o banheiro. Aliás, filhotes muito pequenos ainda não fazem questão de manter o lugar onde dormem limpo… Mas após os seis meses, eles conseguem aprender com mais facilidade.

Aqui, vale a regra da nossa avó: “

“Banheiro no lugar certo” é a dica desta semana do espaço Consciência Animal

e pode fazer suas necessidades. O que ajuda nesta etapa da educação do seu cão é que eles gostam de manter limpos os lugares onde eles comem e dormem. Certamente, será os lugares onde não usarão como banheiro. Ou seja, nunca coloque a cama, água e ração perto do lugar demarcado para ser o banheiro. Aliás, filhotes muito pequenos ainda não fazem questão de manter o lugar onde dormem limpo… Mas após os seis meses, eles conseguem aprender com mais facilidade.

Aqui, vale a regra da nossa avó: “quanto mais cedo começar a ensinar, melhor”. Com muito mais paciência, você já pode ir mostrando para o seu filhote antes dos seis meses, o lugar que você quer que ele use como banheiro.


Mãos a obra!

Como você é o dono do cão, e não ao contrário, é você quem vai escolher o lugar da casa onde ele vai usar como banheiro. Dê preferência, para pisos frios, que são mais fáceis de limpar. Depois do escolhido um lugar, forre com jornal. No início deixe o espaço para o banheiro grande, depois vá tirando os jornais, até que fique do tamanho que você deseja, e de acordo com o tamanho do animal.

Com certeza ele não vai saber que ali é o banheiro, então, o primeiro xixi ou cocô que ele fizer, pegue com um jornal e coloque lá no lugar onde você demarcou para ser o banheiro. Ele vai sentir o cheiro lá, e vai começar a associar que é ali o lugar de fazer. Os lugares onde ele fizer as necessidades fora do banheiro, lave bem com produtos de limpeza de cheiro mais forte, para que o animal não sinta o cheiro do seu xixi ali, senão ele vai voltar a fazer ali.

Todas as vezes que ele fizer no lugar certo, elogie-o com entusiasmo, e pode também presenteá-lo com um ossinho ou bifinho próprio para cães (estão à venda em qualquer pet shop). Ele vai sentir que você ficou feliz com a atitude dele. Quando acontecer ao contrário, ele fizer no lugar errado e você estiver junto, pegue com um jornal e com seu cão no colo, coloque o dejeto lá no banheiro e mostre para ele, que ali é o lugar certo. Deixe ele cheirar e entender que ali é o lugar. Algum tempo depois, retire o jornal sujo. Mantenha sempre limpo o lugar. Mais tarde, quando ele associar bem, não vai querer fazer ali se já estiver sujo.

Bom, para filhotes é mais complicado, para adultos já é mais fácil. Uns aprendem mais rápido, outros demoram mais. Mas quando o seu cão estiver aprendido como usar o banheiro, chegou a hora de você ir tirando um pouco das folhas, e deixar somente o necessário. Não precisa que a área de serviço por exemplo, fique sempre toda forrada de jornal. Um pedaço apenas, de acordo com o tamanho do animal é suficiente.

Se você pegar o seu cão no ato de fazer xixi ou cocô no lugar errado, interrompa-o falando firmemente “Não!” só uma vez ou bata uma palma forte, uma só. Não dê bronca, não grite, apenas seja firme e leve-o para o lugar de sempre. Se ele continuar a fazer lá, elogie e reforce como sempre.  Limpe o acidente com algum neutralizador de odor que não contenha amônia.

Se eventualmente você pretende treinar seu cachorro a usar o banheiro do lado de fora, vá movendo gradativamente as folhas de jornal na direção da porta e finalmente para fora. Seu cachorro vai seguir o jornal.


Comente aqui
13 set16:18

Confira as dicas do Espaço Consciência Animal


Parece um assunto sem importância, e que todos os proprietários de animais já sabem, mas na verdade não é bem assim. Muitos donos de cães, e principalmente de gatos, não identificam seus animais usando coleiras com o número do telefone. O número e o nome do cão podem ser escritos na coleira mesmo. Um simples ato ajuda muito no caso do seu cão desaparecer, pois um animal com coleira solto na rua sabe-se que tem dono, mas sem o telefone, não se tem o que fazer. Não temos como entrar em contato para avisar que o seu cão encontra-se num determinado lugar se não tem o contato. Temos apenas um cão, com coleira e muito triste por estar perdido.



Pior ainda é com os gatos: além de eles gostarem muito de passear por aí, muitos donos nem sabem que existe uma coleira específica para os felinos. Ela é feita de elástico, que facilita para o animal se desvencilhar dela no caso de ficar preso num galho de árvore por exemplo. No caso dos gatos, pode-se escrever o telefone dentro da coleira, e o ideal é que ela seja trocada ao menos duas vezes por ano, pois como ela é de elástico, o número dentro da coleira não fica legível por muito tempo.

A melhor opção é a possibilidade, no caso dos cães, de adquirir uma medalha para gravar o número do telefone para contato e o nome do animal. Esta é fixada na coleira e não perturba o animal. Você pode encontrar com facilidade esta medalha em pet shops.

Mantenha sempre seu animal com a coleira identificada. Tirar para ele se sentir “mais à vontade” não é um ato de amor. Protegê-lo sim, é um sinal do seu cuidado e zelo por ele. Porém, para levar seu animal para passear é recomendável usar a coleira peitoral, para que ele não se machuque no caso de ficar puxando durante o passeio. Nem neste caso você precisa tirar a coleira de pescoço do seu cão. Ele permanece com ela, onde tem o telefone, e você só acrescente a coleira para o passeio. Ao comprá-las certifique-se do que elas são resistentes para o peso e tamanho do seu animal, além de confortáveis e não muito apertadas. A escolha da guia também deve ser feita com atenção, pois é através dela que você vai segurar seu amigo canino.



Comente aqui
03 set14:56

Castração será o primeiro assunto do espaço Consciência Animal



A Associação Consciência Animal de Gramado é a nova parceira do clicRBS Gramado e manterá uma página especial atualizada sobre diversos assuntos caninos e felinos, como cuidados com alimentação, vacinas, higiene, adoção e castração. Através dos comentários e e-mails, você terá um espaço onde pode fazer perguntas e sugerir pautas.


Em seis anos de trabalho na associação, percebemos que ainda têm assuntos simples sendo encarados como “monstros”. A castração é um deles, e será o primeiro tema do espaço Consciência Animal, pois uma simples cirurgia é capaz de evitar a superpopulação de animais abandonados nas ruas. Por exemplo: em seis anos, uma cadela e seus descendentes podem gerar 64 mil filhotes; e no caso das gatas, este número é ainda maior!

A castração é realizada pelo médico veterinário, que faz uma anestesia geral para a cirurgia. Nas fêmeas, consiste na retirada do útero, trompas e ovário, e nos machos, a retirada dos testículos. A castração é indicada a partir dos cinco meses. Sete dias depois, já podem ser retirados os pontos do animal e ele estará totalmente recuperado.

Além da retirada da possibilidade de reprodução, a cirurgia também diminui em 80% o risco de câncer de mama e outras doenças e deixa o animal mais domesticado, já que não terá mais interesse em fugas e brigas por fêmeas. Acaba com latidos, uivos e miados excessivos na época do cio.

No caso dos machos, existe mais resistência para a castração. O ato é taxado como uma “maldade” para o animal, como se ele fosse perder a masculinidade, porém, isso não passa de um mito. Cães e gatos perdem o hábito de urinar nos cantos para marcar território, porém não perdem o instinto de proteger seu território. Continuarão tomando conta da casa.

A Associação Consciência Animal tem uma parceria com veterinários em Gramado e Canela, onde as castrações saem a preço de custo para pessoas sem condições de pagar o valor particular.

Caso você se interesse ou tenha alguma dúvida, entre em contato pelo e-mail: conscienciaanimal@hotmail.com.


Comente aqui