clicRBS
Nova busca - outros

neve

03 ago20:58

Gramado registra neve granular

Atualizada às 11h


Por volta das 20h da noite desta quarta-feira, a chuva forte que caiu em Gramado se transformou em neve granular em alguns pontos da cidade. Leitores registraram o fenômeno no Centro de Gramado. A neve granular, outro fenômeno, se acumulou nas janelas de casas. Em alguns pontos da cidade, como no Bairro Planalto, próximo ao Lago Negro, ela foi mais forte.

Segundo a meteorologista Estael Sias, o fenômeno registrado em Gramado, Canela e Nova Petrópolis é definido como “neve granular”.


Registrou o fenômeno? Mande fotos!

 

 

 

 

 

 

Comente aqui
03 ago17:32

Temperatura cai na serra gaúcha e aumenta a chance de neve



A temperatura está em declínio em toda a serra gaúcha, o que aumenta as condições de neve e chuva congelada nas próximas horas, enquanto houver instabilidade presente. 

— Nesta quarta-feira ainda nenhum município gaúchos registrou neve, mas como o frio aumenta muito do fim do dia para a noite e o ciclone mantém o transporte de umidade em direção a todo o leste do Estado, ainda teremos chance de neve até a noite — explica a meteorologista Estael Sias.

>>> Entenda a diferença entre neve e chuva congelada

No entanto, a partir da madrugada, o ar mais seco trazido por uma massa de ar polar irá limpar o tempo pelo Oeste e, apesar do frio mais intenso, a ausência de instabilidade inibe a condição de neve. 

— O que irá definir se irá nevar ou não é a presença da instabilidade, pois o frio será intenso durante a noite. Porém, é provável que a chuva fique mais restrita ao nordeste do Estado — destaca Estael.

Chuva congelada é registrada na Serra

Em São José dos Ausentes, na Serra, foi registrada chuva congelada na tarde desta quarta-feira. Ontem, pequenos flocos de neve puderam ser vistos no município.

Relatos de chuva congelada também foram feitos por moradores de Gramado, São Marcos e Bento Gonçalves, também na serra gaúcha.

A temperatura está em declínio em São José dos Ausentes. Entre 14h e 15h a temperatura caiu de 3,7°C para 2,7°C, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Na terça-feira, além de São José dos Ausentes,  Bom Jesus e Garibaldi, na Serra, e Itapuca, próximo a Soledade, no norte do Estado registraram neve.

Comente aqui
03 ago10:50

Volta a nevar em Santa Catarina, e RS pode registrar mais uma vez o fenômeno hoje

ZERO HORA


Segundo o meteorologista Cléo Kuhn, segue sendo pequena a chance de neve em Gramado, onde além de tudo ela pode ocorrer somente em áreas isoladas. A maior possibilidade é de neve da tarde para a noite.

A mínima da noite foi de 3.3ºC e pela manhã está subindo. Perto das 11h, fazia 5.1ºC.

O sábado tem sol e tempo seco e firme em Gramado. Já no domingo, deve chover ainda pela manhã.


Neve em SC

Turistas no município de São Joaquim, na serra catarinense, deixaram o hotel na manhã desta quarta-feira para admirar a neve. Os pequenos flocos caíram entre as 8h10min e as 9h, segundo confirmou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Em Urubici/SC, também houve registro ne neve hoje pela manhã. Ontem, o fenômeno foi registrado em pelo menos seis municípios catarinenses e quatro gaúchos.

Como está o tempo em sua cidade? Mande fotos

As chances de voltar a nevar no Rio Grande do Sul nesta quarta-feira continuam, especialmente durante a manhã e a noite, segundo a previsão da Somar. Isso porque as temperaturas seguem baixas e o ciclone formado ontem, que já se afastou para o oceano, continua provocando, além de ventos fortes, chuva fina no Estado.

— É quase impossível falar em neve sem estar no local da ocorrência, porém vale destacar que chove fraco em cidades da Serra. Nada impede que esta chuva seja, na realidade, neve — disse ele, analisando as condições meteorológicas esta manhã.

A mínima nesta manhã no RS foi registrada em São José dos Ausentes:  0,8ºC. Em Porto Alegre, a temperatura chegou a 8,3ºC de acordo com os registros do Inmet.


Entenda a diferença entre neve e chuva congelada

Nesta terça-feira quatro municípios gaúchos registraram neve (Garibaldi, São José dos Ausentes, Bom Jesus e Itapuca), em outros pôde ser vista chuva congelada, como Soledade e Fontoura Xavier, no norte do Estado. Mas como identificar cada um dos fenômenos?

A meteorologista Estael Sias explica que neve são flocos de gelo mais leves do que as gotas de chuva e, por isso, caem mais lentamente e mais sem direção. Chegando a superfície, se mantêm no formato de gelo e pode ou não se acumular.

Já a chuva congelada é quando a chuva se congela em algum momento na viagem da nuvem até a superfície, virando líquido novamente assim que entra em contato com algum material.

— A neve não fica líquida ao encostar numa superfície sólida. Ela chega ao chão como flocos e se acumula ou derrete depois de um tempo. A chuva congelada cai como pequenos flocos, mas ao encostar na roupa ou solo, por exemplo, vira líquido imediatamente, sem acumular — esclarece Estael.


Comente aqui
02 ago09:57

Frio e umidade aumentam expectativa de neve

Atualizada às 17h50min


A chuva que começou na manhã de terça-feira aumentou a expectativa da chegada da neve. Alguns relatos contam que ela caiu junto com a chuva por poucos segundos por volta das 11h. Foi tão rápido que não foi possível registrar em fotos e nem confirmar se foi neve ou chuva congelada.

A manhã de terça-feira em Gramado registrou queda de temperatura. Ao meio-dia, fazia 2.9ºC com sensação de -2.2ºC. O vento forte continua com momentos de rajadas mais fortes, chegando à 62.8 km/h no final da manhã. Durante a tarde, a temperatura chegou aos 4.6ºC e o vento ficou mais forte. O Corpo de Bombeiros registrou 15 ocorrências de árvores que caíram sobre fios ou perto de residências principalmente nos bairros. Ninguém ficou ferido. Os ventos chegaram a 75.6 Km/h.


>>>Registrou a neve? Envie seu relato!

 


 

A ventania e a probabilidade de neve existem em decorrência de uma área de umidade estacionada sobre o nordeste do Estado, um sistema de baixa pressão, sobre o qual avança ar frio polar. Para completar, está em formação um ciclone extratropical próximo à costa gaúcha. É por esses fatores que a instabilidade se mantém no Estado, pelo menos até quarta-feira.

A mínima do dia foi às 11h35min, quando fez 2.7ºC. A sensação térmica é negativa e o tempo permanece fechado.

 

>>>Confira a previsão do tempo completa


O casal de designers Heloisa Ganzo e Carlos Eduardo são de Floripa e estão esperando a neve

 

Comente aqui
01 ago13:34

Instabilidade aumenta no Norte e dará origem a ciclone extratropical na madrugada

ZERO HORA


A instabilidade se mantém no Estado nesta segunda-feira, apesar das baixas temperaturas. Para o final da tarde, a previsão é de que a formação de um ciclone extratropical próximo à costa do Rio Grande do Sul provoque chuva em todas as regiões. Há risco de vendavais com rajadas de até 90 km/h, principalmente no leste do  Estado. 

Como está o tempo em sua cidade? Mande fotos

A madrugada foi gelada em grande parte do território gaúcho. Até as 6h, a mínima registrada pelas estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) era de 6,3ºC em São José dos Ausentes. A velocidade do vento na cidade chegou a quase 65 km/h. 

Ao longo do dia, a temperatura deve se manter baixa no Rio Grande do Sul e os termômetros não devem passar dos 16ºC. No centro-sul do Estado, o tempo seco predomina, mas apenas nas primeiras horas da manhã.

Em Porto Alegre, o tempo permanece encoberto e volta a chover à tarde. Há risco de vento forte. A temperatura mínima deve ficar em torno dos 11ºC e a máxima não passa dos 14ºC. Na Serra, o tempo permanece encoberto e há risco de temporais no fim do dia. 

Na terça-feira. a chuva se intensifica na metade sul e no leste do Rio Grande do Sul, devido à atuação do ciclone extratropical. Pode chover mais de 50 mm em algumas localidades. Na Serra, o vento pode chegar aos 100 km/h. Os temporais, no entanto, devem atingir o Estado apenas no início do dia. Ao final da terça-feira, o tempo abre e as temperaturas entram em declínio. 

Possibilidade de neve

O vento também vai intensificar a sensação de frio nos próximos dias. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), na quarta-feira a mínima pode chegar a -1ºC, e há previsão de geada. Ainda de acordo com o Inmet, as temperaturas máximas não devem passar dos 15ºC no RS até quinta-feira.

Além disso, por causa da instabilidade associada à queda das temperaturas, a possibilidade de neve no Estado não está descartada, conforme previsão da meteorologista Estael Sias, da Central RBS.

Segundo Estael, as condições favoráveis à ocorrência de vento forte e neve continuam até quarta-feira, quando o ciclone começa a se afastar. Alguns modelos, porém, indicam a instabilidade saindo mais rápido para o oceano, o que reduz as chances de nevar.


Comente aqui
31 jul22:28

Ciclone provoca mais chuva, intensifica o frio e traz possibilidade de neve

ZERO HORA


O tempo continua instável esta semana no Rio Grande do Sul. Um sistema de baixa pressão atmosférica mantém a presença das nuvens e as condições de chuva ao longo desta segunda-feira em grande parte das regiões.


Como está o tempo em sua cidade? Mande fotos

Na terça-feira, esse sistema dá origem a um ciclone extratropical que pode provocar ventos de 80km/h a 100km/h, sobretudo no Sul e no Leste.

Além disso, por causa da instabilidade associada à queda das temperaturas, a possibilidade de neve no Estado não está descartada, conforme previsão da meteorologista Estael Sias, da Central RBS.

— Da mesma forma que o ciclone suga umidade da Amazônia, transporta ar frio ao circular os ventos no sentindo dos ponteiros do relógio. Nessa combinação de ar frio e chuva, aumenta a chance de precipitação de neve em áreas isoladas da Serra, sobretudo à noite, entre terça e quarta-feira — explica Estael.

O vento também vai intensificar a sensação de frio nos próximos dias. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), na quarta-feira a mínima pode chegar a -1ºC, e há previsão de geada. Ainda de acordo com o Inmet, as temperaturas máximas não devem passar dos 15ºC no RS até quinta-feira.

Segundo Estael as condições favoráveis à ocorrência de vento forte e neve continuam até quarta-feira, quando o ciclone começa a se afastar. Alguns modelos, porém, indicam a instabilidade saindo mais rápido para o oceano, o que reduz as chances de nevar.

Mínima foi de 1°C neste domingo

O domingo foi de temperatura baixa no Rio Grande do Sul. Em Santana do Livramento, na Fronteira Oeste, a mínima foi de 1°C. A máxima foi registrada em Iraí, no Extremo Norte.

Na Capital, a temperatura não passou dos 12,4°C. A mais baixa registrada em Porto Alegre foi de 8,8°C. Os dados são do Inmet.

Comente aqui
28 jul11:48

Gramado poderá ter neve o ano todo

ZERO HORA

Vanessa Franzosi, Sucursal da Serra

 

O fenômeno climático mais comemorado pelos turistas no inverno, na Serra, poderá ser registrado em qualquer época do ano, quando o projeto de um parque temático de neve sair do papel. Enquanto não se torna real, chegar perto dos cristais de gelo é exclusividade de poucas pessoas que têm acesso a uma espécie de fábrica de neve, em Gramado.

 

Paulo Machado pesquisou por mais de 25 anos

 

Nos fundos de uma casa, o experimento com câmera fria, nitrogênio, contêiner e água deu forma aos estudos de mais de 25 anos do publicitário porto-alegrense Paulo Machado. Após erros e acertos, em 2004 ele chegou a uma fórmula de produzir neve verdadeira, de forma artificial. Agora, com o segredo patenteado, ele e o empresário gramadense Pedro Henrique Bertolucci, ex-prefeito da cidade, querem tornar real o sonho dos turistas em ver neve quando visitam Gramado.

– É uma neve biodegradável, feita com água da chuva e nitrogênio, que qualquer pessoa pode pegar na mão, divertir-se – explica Bertolucci.

Para que o parque – que terá área de mil metros quadrados – fosse apresentado ontem a empresários em busca de interessados em investir entre R$ 6 milhões e R$ 10 milhões, os mentores da ideia trabalham, desde o ano passado, na fabricação de neve.

– Será a primeira produção indoor desse tipo de neve na América do Sul, produzida com fornecedores gaúchos. E será na forma de pó, para que as pessoas possam interagir – explica Machado.



>>> Leia a matéria completa na Zero Hora desta quinta-feira




Comente aqui
27 jul10:28

Parque de Neve de Gramado quer fazer nevar o ano inteiro



Foi lançado em Gramado o pré-projeto do Parque de Neve, um parque temático que quer fazer nevar em Gramado o ano inteiro. Com produção de neve em pó, com nitrogênio e água, o espaço pretende reproduzir características de Gramado dos anos 50 e 60, com casas típicas e um ambiente com temperatura interna entre -7C° e -10°.

O Parque de Neve foi idealizado pelo ex-prefeito Pedro Bertolucci e pelo empresário Paulo Machado, que realizou 25 anos de pesquisas para a criação da neve. A ideia é atrair investidores para a construção do local e finalização do projeto, utilizando o entretenimento como eixo principal. O projeto do parque ainda depende de empresários interessados em investir entre R$ 6 milhões e R$ 10 milhões.

O parque ainda não tem área definida, mas é projetado para ter 1.000m² e receberá 80 toneladas de neve renováveis periodicamente, permitindo a circulação de até 350 pessoas simultaneamente.

Segundo Paulo Machado, a tecnologia desenvolvida permite produzir a neve natural sem produtos químicos, usando como elementos somente a água e o nitrogênio (dois elementos da natureza) garantindo a produção de neve de forma biodegradável e ecologicamente correta.


Veja como deve ser o Parque de Neve em Gramado


>>> O que você achou do projeto? Comente e diga o que você achou do Parque de Neve.



5 comentários
30 jun19:13

Frio intenso retorna no fim de semana com previsão de neve


Da Central RBS de Meteorologia


Com a frente fria sobre o Rio Grande do Sul, a sexta-feira continua com tempo nublado e chuva a qualquer hora do dia na metade norte gaúcha, sendo que à noite as áreas de instabilidade ganham força e ocorrem fortes pancadas de chuva em algumas áreas.

Os ventos que sopram do quadrante sul trazem ar mais frio para o Estado e, por isso, a temperatura não sobe muito no decorrer do dia, a máxima não passa dos 20°C no Estado à tarde.

Na serra esta sexta-feira vai ser de tempo fechado e com chuva ao longo do dia. Há previsão de temporais nos Campos de Cima da Serra à tarde. A grande quantidade de nuvens e os ventos frios de sul fazem com que a máxima fica em torno dos 12°C na serra. Em Gramado, os termômetros chegam aos 11°C à tarde.


PREVISÃO para 25/06 sábado

O fim de semana começa com chuvas bem mais fracas no Rio Grande do Sul já que a frente fria começa a se afastar. Ainda ocorrem pancadas de chuva fraca intercaladas com períodos de melhoria no norte e nordeste do Estado.

Na serra a previsão é que o tempo permaneça instável no sábado. O dia será de tempo nublado e chuva fraca no decorrer do dia. Faz frio durante a madrugada, com mínima próxima dos 10°C. A temperatura não sobe muito e a máxima mão passa dos 15°C. Em Gramado, mínima de 5°C e máxima de 9°C à tarde.


PREVISÃO para 26/06 domingo

No domingo a frente fria se afasta por completo e dá lugar a uma nova massa de ar polar que deixa o tempo firme em boa parte do Rio Grande do Sul. À noite o frio ganha força e como ainda resta muita umidade no nordeste gaúcho, há risco de neve em Bom Jesus, São José dos Ausentes, Cambará do Sul e Vacaria.

Na serra o tempo segue nublado e ocorrem pancadas fracas de chuva a qualquer hora do dia que começa com temperatura na casa dos 10°C, mas no decorrer do dia a temperatura fica em declínio e a mínima será registrada à noite, chegando a -1°C em São José dos Ausentes e a 1°C em Cambará do Sul. Em Gramado, a mínima prevista é de -2ºC.

Há risco de neve nos pontos mais altos nos Campos de Cima da Serra à noite.


Comente aqui
27 jun10:15

Vídeo: turistas comemoram chegada neve em Gramado


Na noite de domingo, dia 24, turistas aproveitaram a chegada da neve em Gramado. Vídeo zerohora.com.


Comente aqui