Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Náutico"

Missão cumprida em Pernambuco

12 de setembro de 2013 20

Vencemos. Sem sofrimentos. Um 2 a 0 em cima do lanterna Náutico, que nos mantém na perseguição aos líderes. Não teve espetáculo, fomos eficientes. O Grêmio visitou o lanterna e fez o que manda a cartilha de quem sonha em ser campeão: venceu.

Mais uma vez o bom resultado passou pela solidez da defesa. O Náutico tem suas limitações técnicas – visíveis na tabela e em campo -, é um virtual rebaixado, mas nossa defesa fez bem o seu trabalho. A única chance de gol clara dos pernambucanos saiu aos 42 minutos do segundo tempo.

Já a parte ofensiva fez um jogo sem brilho. Apertando um pouco mais, teríamos goleado. Só que o Grêmio fez um jogo de segurança. Saiu, marcou o 1 a 0 e esperou a bola derradeira. Rhodolfo perdeu um gol feito. Paulinho não. Teve uma boa chance e cravou o 2 a 0.

Além do gol do Paulinho, a boa surpresa foi o lateral-esquerda Wendell, que substituiu Alex Telles. O guri mostrou qualidade técnica, velocidade e, acima de tudo, personalidade. Deu bons dribles, tentou ir na linha de fundo. Ficamos otimistas. Maxi Rodríguez também entrou bem. Deu assistência, distribuiu canetas.

A lamentar na noite, apenas os gols de Cruzeiro e Botafogo no final dos seus jogos. Poderíamos ter encostado mais nos líderes. Mas a caça continua. Estamos em terceiro, criando musculatura no G-4. Cruzeiro 43 pontos, Botafogo 39 e Grêmio 37. Domingo o Galo de Ronaldinho nos aguarda da Arena. Todos lá!

Para arrancar vencendo

11 de setembro de 2013 17

O returno começa na noite de hoje para o Grêmio. Com oportunidade de arrancar com nova vitória. Em Pernambuco, visitamos o lanterna Náutico. Chance de engatar a marcha do segundo triunfo seguido e continuar no encalço dos líderes Cruzeiro e Botafogo.

Estamos bem desfalcados, mas, como os próprios amigos aqui do blog frisaram, não é desculpa. Quem pretende ser campeão precisa bater o lanterna. A vitória, por sinal, é importante em termos de pontuação e de ânimo. Tropeçar no Recife é o típico resultado capaz de erguer a ira da torcida, de levantar novos questionamentos sobre a qualidade do time. Por isso, queremos um Grêmio sério, compenetrado e matador. Sem firulas na hora de finalizar. Chance de gol é para aproveitar.

Pelas escalações divulgadas, Renato preferiu não inventar para hoje. Fez bem. Gabriel entra na vaga do lesionado Werley, para compor nosso trio de zaga com Bressan e Rhodolfo. Já na lateral-esquerda quem debuta é o jovem Wendell, trazido do Londrina. Nunca vimos o guri jogar, espero que nos traga uma grata surpresa. Boa sorte para ele.

Já os meias e os atacantes seguem os mesmos. Cinco peças que terão de chamar a responsabilidade, em especial o trio mais ofensivo, Zé Roberto-Barcos-Kleber. Uma boa atuação dos três será decisiva para vitória.

No momento, somamos 34 pontos, poderemos ir aos 37. O Cruzeiro (40) joga fora contra o Goiás, o Botafogo (36) recebe o Corinthians. É a noite para encostar no topo.

 

Vale manter os três zagueiros sem Werley?

10 de setembro de 2013 33

Vamos com um time em retalhos contra o Náutico, amanhã. São nove desfalques. O que dificulta uma partida que teríamos condições plenas de ganhar.

Werley fica cinco semanas fora. Foto: Ricardo Duarte

Werley fica cinco semanas fora. Foto: Ricardo Duarte

A lista envolve lesionados, poupados e jogadores a serviço de seleções. Estão fora Elano, Riveros, Vargas, Werley, Alex Telles, Adriano, Marcelo Grohe, Yuri Mamute e Matheus Biteco. E Rhodolfo ainda será reavaliado antes do jogo .

Dos desfalques, destaco Werley, de fora por cerca de cinco semanas, em virtude de lesão no tornozelo. Ou seja, só volta aos gramados na segunda quinzena de outubro, lá pelo meio do returno do Brasileirão e depois do primeiro confronto com o Corinthians pela Copa do Brasil.

A ausência chega a colocar na dúvida a manutenção do esquema com três zagueiros. Vale a pena voltar ao 4-4-2? Ficamos no 3-5-2, com Rhodolfo, Bressan e Gabriel, tendo Saimon como reserva imediato? Ou após a volta de Riveros puxamos Souza para a zaga, posição em que ele não costuma atuar?

Difícil a missão de Renato. E difícil será a missão de bater o Náutico em Pernambuco, mesmo que o rival ocupe a lanterna do campeonato. Por exemplo, quem sabe o nome do reserva do Alex Telles? É o Wendell, jovem de 19 anos que trouxemos do Londrina. Vamos de Wendell ou Renato puxa o Pará para esquerda e escala o Moisés na direitas? Complicado.

A lista de ausências aumentará a responsabilidade do trio Zé Roberto, Kleber e Barcos. Maxi Rodríguez precisará estar atento no banco para entrar concentrado, sem a afobação que tem demonstrado. Teremos de nos superar amanhã.