Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "rodrigo oliveira"

Direção do Grêmio esclarece por que não foi à Fifa cobrar dívida do Atlético-MG por Victor

04 de fevereiro de 2017 6
Goleiro Victor atuou no Grêmio entre 2008 e 2012. Foto: Bruno Cantini / Divulgação / Atlético-MG

Goleiro Victor atuou no Grêmio entre 2008 e 2012. Foto: Bruno Cantini / Divulgação / Atlético-MG

O Atlético-MG deve R$ 8,7 milhões ao Grêmio por contra da contratação do goleiro Victor, em 2012.

Os mineiros não pagaram e o assunto tramita na Justiça.

A direção gremista fez um esclarecimento importante nesta semana sobre o tema.

O clube de Belo Horizonte não pode ser notificado na Fifa, pois se trata de uma transferência nacional.

Segundo o vice de futebol Odorico Roman, uma ação na entidade máxima do futebol mundial só caberia se fosse uma transação envolvendo clubes de países diferentes.

Desta forma, a única maneira de exigir que o Atlético-MG pague a dívida é recorrer à Justiça brasileira

Em 2016, a 17ª Vara Cível de Porto Alegre determinou que a quantia fosse paga, mas o clube mineiro recorreu.

Confira a explicação do Inter sobre a má qualidade do gramado do Beira-Rio

03 de fevereiro de 2017 0
Gramado do Beira-Rio ainda apresenta irregularidades. Foto: Rodrigo Oliveira / Rádio Gaúcha

Gramado do Beira-Rio ainda apresenta irregularidades. Foto: Rodrigo Oliveira / Rádio Gaúcha

A péssima qualidade do gramado do Beira-Rio é algo que chama atenção desde a reapresentação do grupo colorado para a temporada 2017, em janeiro.

Apesar de uma relativa melhora, no jogo contra o Brasil, na última quarta, pela Primeira Liga, persistiam várias falhas e irregularidades na grama que preocuparam a comissão técnica no início do jogo.

Ainda antes da partida contra os pelotenses, um dirigente ouvido pela reportagem da Rádio Gaúcha revelou que uma das causas para o problema foi a demora no aumento da temperatura em Porto Alegre, em dezembro, o que dificultou o crescimento das sementes específicas para o calor, a chamada “grama de verão”.

Na reapresentação do grupo, dia 11 de janeiro, a má qualidade do gramado do Beira-Rio já chamava atenção. Foto: Carlos Macedo / Agência RBS

Na reapresentação do grupo, a má qualidade do gramado já chamava atenção. Foto: Carlos Macedo / Agência RBS

Nesta quinta, a pedido do Blog Gre-Nal, a direção do Inter enviou um esclarecimento oficial sobre o tema:

“Com o atraso da última rodada do Campeonato Brasileiro (pela tragédia da Chapecoense), algumas ações para manutenção e melhoria do gramado foram adiadas. Esse atraso acabou influenciando no tempo necessário para o crescimento e fortalecimento da grama plantada”, explicou o vice de patrimônio do clube, Léo Centeno, através da assessoria de imprensa.

A expectativa do Inter é que, ainda no mês de fevereiro, o gramado volte a ter a qualidade de antes.

‘No jogo contra o Brasil de Pelotas pela Primeira Liga, já se notou uma grande melhoria no gramado em comparação ao dia da reapresentação dos jogadores. Acreditamos que dentro de 15 ou 20 dias o gramado do Beira-Rio já esteja muito perto do padrão de excelência que sempre foi destaque”, completa Centeno.

Renato já tem data para escalar os reforços do Grêmio pela primeira vez

03 de fevereiro de 2017 0
Lateral Cortez é mais um que deve ganhar uma chance na partida da Primeira Liga. Foto: Lucas Uebel / Divulgação: Grêmio

Lateral Cortez é mais um que deve ganhar uma chance na partida da Primeira Liga. Foto: Lucas Uebel / Divulgação: Grêmio

O jogo contra o Flamengo, na próxima quarta, pela Primeira Liga, deve ser repleto de atrações para o torcedor do Grêmio.

O técnico Renato Portaluppi já confirmou que pretende utilizar uma equipe reserva, por conta da grande sequência de partidas do mês de fevereiro.

Com isso, vários reforços recém-contratados e atletas que retornaram de empréstimo devem ser titulares pela primeira vez em 2017.

Os laterais Léo Moura e Cortez, o volante Michel e os atacantes Beto da Silva e Jael têm boas chances de começarem o jogo, marcado para o estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Atletas que voltaram de empréstimo, como o zagueiro Bressan, o meia Maxi Rodríguez e o atacante Fernandinho, também devem começar no time titular. Quem eventualmente não iniciar, deve entrar no decorrer do segundo tempo.

Atacante Jael deve ganhar oportunidade contra o Flamengo, pela Primeira Liga. Foto: Lucas Uebel / Divulgação: Grêmio

Atacante Jael deve ganhar oportunidade contra o Flamengo, pela Primeira Liga. Foto: Lucas Uebel / Divulgação: Grêmio

O único reforço que já estreou com a camisa gremista é o lateral Leonardo Gomes, que iniciou a partida contra o Ypiranga, nesta quinta, pelo Gauchão, já que o titular Edílson ainda se recupera de uma cirurgia e deve voltar em breve.

Porém, a tendência é que a escalação que foi utilizada na vitória por 2 a 0 sobre o time de Erechim seja mantida para o jogo de domingo, contra o Caxias, também pelo Estadual.

“Vai depender dos jogadores, temos que dar tempo para readquirirem ritmo de jogo. Hoje estão todos exaustos. Vamos ver no dia a dia quem poderá jogar. Vamos recuperar esse time na sexta e no sábado. Se não mudar de ideia, a equipe será a mesma. Contra o Flamengo, já falei com o departamento de futebol. Não adianta botar a mesma equipe, será totalmente diferente. Poderemos ver os jogadores que chegaram, e dar ritmo a eles”, explicou o técnico Renato Portaluppi.

Com base nas palavras do treinador, uma estimativa de time para o duelo contra o Flamengo, em Brasília, teria: Bruno Grassi; Léo Moura (Edílson), Rafael Thyere, Bressan e Cortez; Michel e Kaio; Fernandinho, Maxi Rodríguez e Everton; Jael.

O time para este jogo, no entanto, só será confirmado a partir de segunda-feira.

 

Novo posicionamento de Paulão foi uma das novidades de Zago na vitória do Inter

02 de fevereiro de 2017 2
Paulão atuou pelo lado esquerdo contra o Brasil. Foto: Carlos Macedo / Agência RBS

Paulão atuou pelo lado esquerdo contra o Brasil. Foto: Carlos Macedo / Agência RBS

As vaias da torcida não foram o único fato que chamou atenção na atuação do zagueiro Paulão, na vitória do Inter por 2 a 1, sobre o Brasil, nesta quarta, pela Primeira Liga.

Em uma rara situação desde que chegou ao Beira-Rio, o defensor foi posicionado pelo lado esquerdo da zaga.

Isso é uma novidade para o atleta. Desde 2014, quando desembarcou no clube, Paulão sempre atuou no lado direito da defesa, independentemente do seu parceiro. Foi assim também na maior parte da sua carreira.

No primeiro jogo do Inter em Porto Alegre, em 2017, no entanto, o técnico Antônio Carlos Zago resolver colocar o jogador, que é destro, no lado esquerdo.

Quem atuou no lado direito foi Klaus, que sempre atuou por ali no Juventude, sob o comando do próprio treinador.

Nos treinamentos, Zago costuma testar todos os zagueiros nos dois lados.

Em baixa com a torcida, Paulão foi muito vaiado pelos torcedores no anúncio da escalação e também nos primeiros minutos de partida.

Renato já dá indícios de como pretende utilizar Fernandinho, Bolaños e Jael no time Grêmio

01 de fevereiro de 2017 0
Miller Bolaños e Fernandinho devem ser os reservas imediatos de Douglas e Ramiro, respectivamente. Montagem sobre fotos de André Ávila e Bruno Alencastro / Agência RBS

Miller Bolaños e Fernandinho devem ser os reservas imediatos de Douglas e Ramiro, respectivamente. Montagem sobre fotos de André Ávila e Bruno Alencastro / Agência RBS

O time titular do Grêmio não é mistério para ninguém. A base da equipe no início da temporada 2017 será a mesma que venceu a Copa do Brasil em 2016. A única alteração está no meio-campo, onde Walace, negociado, será substituído por Jaílson. A dúvida é sobre como o técnico Renato Portaluppi planeja aproveitar os reforços que foram contratados. Nesta terça, ele apresentou os primeiros indícios.

Em uma parte do trabalho tático, o treinador posicionou uma parte da equipe reserva. Chamou atenção a disposição do setor ofensivo.

Miller Bolaños atuou como meia centralizado, como se fosse Douglas. Já Fernandinho, que voltou de empréstimo do Flamengo, atuou bem aberto na ponta direita. Em tese, fez a função de Ramiro, mas avançando bem mais à linha de fundo. Já Everton foi posicionado como ponta esquerda, em um papel parecido com o de Pedro Rocha. Por fim, Jael atuou como centroavante, no lugar de Luan.

Pelos primeiros indícios, Miller Bolaños, Fernandinho, Everton e Jael despontam como os reservas imediatos, respectivamente, de Douglas, Ramiro, Pedro Rocha e Luan.

O atacante peruano Beto da Silva, contratado do PSV, ainda não foi testado de forma efetiva. Segundo jornalistas peruanos, o atleta é polivalente e pode fazer qualquer uma das funções ofensivas, seja como meia centralizado, atacante de lado ou camisa 9.

Outra alternativa que Renato terá para a meia, além de Douglas e Miller Bolanos, é o uruguaio Maxi Rodríguez, que também voltou de empréstimo.

Já o time titular, que deve atuar contra o Ypiranga na quinta, pelo Gauchão, terá: Marcelo Grohe; Leonardo Gomes, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jaílson e Maicon; Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan.

O lateral Edílson ainda se recupera de uma cirurgia e está de fora da partida.

Rudolph diz não, e Grêmio segue em busca de um executivo de futebol

31 de janeiro de 2017 0
Marcelo Rudolph preferiu permanecer como supervisor. Foto: Reprodução / Facebook

Marcelo Rudolph preferiu permanecer como supervisor. Foto: Reprodução / Facebook

O Grêmio segue sem um executivo de futebol. O supervisor do clube, Marcelo Rudolph, foi convidado para assumir o cargo, mas preferiu permanecer na suas funções atuais. Com isso, a direção terá que buscar um outro nome para assumir o posto de dirigente profissional no vestiário.

Rudolph exerce hoje o cargo de supervisor de futebol. Entre as suas principais tarefas está a organização das viagens e da logística da delegação nas partidas. Segundo o vice de futebol Odorico Roman, ele preferiu não assumir a gestão do futebol agora.

“Ele entendeu que nã0 era o momento e já estava envolvido no planejamento (da logística) da Libertadores”, explicou o dirigente.

O clube vai agora em busca de um novo profissional para assumir o cargo de executivo. Antes de Rudolph, o supervisor da CBF, Luis Vagner Vivian, já havia recusado o convite.

O departamento de futebol gremista é comandado pelo vice Odorico Román, que trabalha em parceria com o diretor Saul Berdichevsky. Os dois, no entanto, são dirigentes nomeados pelo presidente Romildo Bolzan e não profissionais contratados.

No momento, o clube não conta com um dirigente profissional no comando do vestiário.

Para não frear estrangeiros da base, Grêmio prioriza reforços brasileiros

31 de janeiro de 2017 1
Foto: Cristiano Oliveski / Grêmio/Divulgação

Foto: Cristiano Oliveski / Grêmio/Divulgação

Na busca por reforços, o Grêmio prioriza jogadores brasileiros. A direção até está atenta ao mercado sul-americano, e alguns nomes estrangeiros chegaram a ser analisados. No entanto, para fechar o grupo da temporada 2017, a direção deve priorizar atletas nascidos no Brasil.

O motivo é o limite de profissionais de fora do país que podem participar dos jogos. A CBF permite que até cinco estrangeiros sejam relacionados para uma mesma partida. A preocupação é não frear a ascensão dos estrangeiros oriundos da base gremista.

Além do zagueiro argentino Kannemann, titular absoluto, e o atacante equatoriano Miller Bolaños, reserva que entra constantemente, o grupo principal conta com o meia uruguaio Maxi Rodriguez, que deve ser aproveitado pelo técnico Renato. Além disso, Martín Chaves, promessa do Peñarol que deve ser integrada ao grupo de transição assim que chegar a Porto Alegre, é uruguaio e, ao despontar como alternativa para o time principal durante a temporada, pode ocupar outra vaga destinada a estrangeiros.

Como há uma vaga sobrando e um dos estará no grupo de transição (Chaves), em tese haveria espaço para contratar um ou dois atletas de fora do Brasil. No entanto, esta não é a intenção da direção. A meta é priorizar jogadores brasileiros.

O motivo é que há no Grupo de Transição um jogador estrangeiro bastante elogiado. Trata-se do volante argentino Ezequiel Esperon, 20 anos, natural de Buenos Aires e contratado no início de 2016.

Se eventualmente o jogador deslanchar nesta temporada e for promovido, haveria cinco atletas de fora do país no grupo. Neste caso, seria importante que uma das vagas ficasse em aberto.

Vale ressaltar que a contratação de um estrangeiro não é descartada de forma radical. Se houver um negócio muito vantajoso por um atleta acima da média, o clube até admite abrir uma exceção e fazer o negócio. No entanto, não é nem a prioridade e nem a tendência. A ideia é ir em cima de jogadores brasileiros.

O atacante peruano Beto da Silva, contratado recentemente, e o jovem atacante sul-africano Ty Sandows, 21 anos que subiu da base ano passado, têm passaporte brasileiro e não contam como estrangeiros.

A direção do Grêmio já anunciou os laterais Leonardo Gomes, Léo Moura e Bruno Cortez, o volante Michel e o atacante Jael. A partir de agora, a meta é contratar dois zagueiros para repor as saídas de Wallace Reis e Fred. A chegada de um volante, para substituir Walace, que foi negociado com o Hamburgo, também está sendo analisada.

Para aumentar poder ofensivo, Inter mira atacante "de lado e com potência"

31 de janeiro de 2017 1
Marcelo Cirino, do Flamengo, é a prioridade para reforçar o ataque. Foto: Gilvan Souza / Divulgação / Flamengo

Marcelo Cirino, do Flamengo, é a prioridade para reforçar o ataque. Foto: Gilvan Souza / Divulgação / Flamengo

Melhorar a qualidade do ataque é uma das prioridades do Internacional na busca por reforços. Ainda que o grupo conte no momento com pelo menos seis atacantes, há o entendimento que falta um jogador com mais potência e com capacidade na vitória pessoal, alguém que parta para cima dos zagueiros adversários e tenha facilidade no um contra um.

As primeiras contratações feitas pela direção tiveram como foco o setor defensivo. Os laterais Alemão e Uendel e os zagueiros Klaus e Neris chegaram para renovar a defesa, considerada uma carência na temporada passada. O lateral Carlinhos, do São Paulo, está acertado e depende apenas de detalhes burocráticos para ser anunciado.

Porém, os jogos-treino contra Inter de Lages e Tubarão e o jogo contra o Veranópolis, pelo Gauchão, mostram que o ataque colorado ainda tem pouca agressividade. Nos três jogos, os atacantes tiveram muitas de dificuldades de penetrar na defesa adversária.

Para resolver o problema, a ideia é buscar um atacante de lado que tenha potência, velocidade e explosão, alguém capaz de partir para cima dos defensores e, no um contra um, obter a vitória pessoal, seja com dribles ou com uma arrancada letal.

A preferência é que este nome também seja um goleador. Taison, do Shakhtar Donetsk, que foi tentado em dezembro, é o exemplo mais apropriado do perfil buscado pela direção. Marcelo Cirino, do Flamengo, ainda em negociação, é uma das alternativas para preencher esta lacuna. Porém, mais de um nome pode ser contratado para esta função.

“Estamos encontrando dificuldades, mas a chegada de dois ou três jogadores de ataque no máximo, que joguem pela beirada, é o que estamos procurando”, definiu o técnico Antônio Carlos Zago após o empate com o Veranópolis.

Até o momento, apenas um jogador foi contratado para o ataque. Trata-se de Roberson, que estava no Juventude. O entendimento no Beira-Rio é que ele, Diego, Aylon e Nico López são jogadores de qualidade e que possuem boa movimentação, porém são atletas mais técnicos e cadenciadores. Nenhum deles possui estas características de potência e de vitória pessoal.

O grupo conta também com centroavantes mais clássicos, como Ariel e Brenner. No entanto, eles ainda não deram boa resposta. Por conta disso, não está descartada também a contratação de mais um jogador com esta característica. Afinal, Antônio Carlos gosta de atuar com um camisa 9 de ofício. Por estas razões, a direção tenta o atacante Carlos, do Atlético-MG.

Porém, esta não é a prioridade. A busca por um atacante de lado “potente” é considerada hoje a meta mais importante do Inter para completar o elenco.