Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Coluna de primeiro de agosto

01 de agosto de 2012 1

Satisfação

A dona Rose Mari Stuart, de 63 anos, entrou em contato comigo para relatar um caso que a tirou do sério. Dia desses, ela pegou um ônibus em Cordeiros, onde mora, com direção ao Centro de Itajaí. Quando passou o cartão do idoso, uma moça desconhecida veio lhe tirar satisfação. Ela não acreditou que Rose Mari tivesse 63 anos. Mas não fique triste, dona Rose Mari, essa moça não tem culpa. Vivemos num país onde muita gente ainda leva vantagem em tudo. Por isso a desconfiança da jovem. Será que não tem gente fazendo isso por aí, usando o cartão do idoso sem ter idade para isso?

Gasolina

Itajaienses estão felizes com o preço da gasolina praticado em alguns postos da cidade. Pra quem já pagou R$ 2,79, os atuais R$ 2,29 são pura alegria. Só resta saber até quando isso vai continuar. E outra: quando a promoção terminar, vai custar quanto? Esse é o perigo. Geralmente, o preço ultrapassa o anteriormente praticado.

Bom demais

Um cineminha é sempre uma ótima opção. Principalmente para as crianças. Elas relaxam, se divertem, prestam atenção. Mas eu gostaria de entender por que existem tão poucas seções destinadas aos pequenos, nos cinemas de Balneário Camboriú. Não há demanda?

Batman

Ainda falando em cinema, a bilheteria do novo filme do Batman despencou 60% nos Estados Unidos e no Canadá, por causa da tragédia ocorrida na estreia, quando um atirador matou 12 pessoas numa sala de cinema no Colorado. Na estreia do filme no México, um incêndio assustou os expectadores em Guadalajara. Ainda bem que ninguém ficou ferido.  Aqui, tudo sob controle. Melhor assim.

No exterior

Se você é aqui da nossa terrinha e vive atualmente no exterior, então entre em contato conosco. O que você mais sente saudade da nossa região?

Guarda municipal armada

Sobre a coluna de segunda-feira, o leitor Albanir dos Santos comentou, no blog, a opinião do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itajaí (CDL), José Dada, sobre a importância da criação de uma guarda municipal armada em Itajaí. Para Albanir, isso contraria o artigo 144 da Constituição. A atribuição da guarda municipal corresponde apenas à vigilância dos bens, serviços e instalações do município. Já o Rafael Stein Santos, que também participou da discussão, acredita que as guardas armadas municipais, a exemplo de Balneário Camboriú, serão julgadas inconstitucionais. Ele questiona o que o município fará com a estrutura montada (servidores, equipamentos), quando isso acontecer.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Daniel Ramos De Oliveira diz: 1 de agosto de 2012

    Boa noite senhor Carlos Praxes,gostaria de oferecer a minha contribuição quanto a Guarda Municipal.Ao contrário do que os colegas que comentaram no outro Post,sim ela não está em cumprimento efetivo do que está descrito no Artigo 144,por não ser uma instituição de segurança pública,no entanto a Secretaria Nacional de Segurança Pública(SENASP),e para a sua diretora Cristina Villanova,afirmou que “a Guarda Municipal é um eficaz instrumento de prevenção à criminalidade”,ou seja, hoje se têm um entendimento que a Guarda Municipal é uma instituição destinada também a proteger os Cidadãos.Além disso atualmente se observa que a Guarda Municipal estão crescendo,e estão se mostrando uma Instituição séria e preparada para enfrentar os crimes,com especial destaque a Guarda Municipal de Curitiba,Campinas e Americana,que atualmente são três instituições que vêm efetuando um trabalho contra a criminalidade muito eficiente.E hoje se existe um entendimento que quando se refere os seguintes trechos de atuação de que a Guarda Municipal pode atuar somente à “vigilância de bens,serviços e instalações do município”,no entanto alguns juristas e especialistas em segurança pública entendem como “bens municipais”,tudo que faz parte da estrutura municipal,inclusive os Moradores da cidade,podendo desta forma atuar em policiamento ostensivo e preventivo em áreas públicas,podendo desta forma na cidade de Itajaí,atuar ostensivamente na região da Avenida Hercílio Luz ou na região da Estefano José Vanolli.
    Por fim,as Guardas Municipais não são inconstitucionais,e possuem poder para prender e são habilitadas para portarem armas,sendo que na Lei 10.826, no seu Artigo 6º no Incisos III e IV,regulariza que os Agentes podem portar armas nos municípios com população entre 50 mil a 500 mil habitantes,onde se enquadram as cidades de Itajaí e Balneário Camboriú.

    Daniel Ramos de Oliveira.

Envie seu Comentário