Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Coluna de 18 de agosto

19 de agosto de 2012 0

Sonho antigo

O empresário Pedro de Souza passou férias em Natal (RN) e mandou estas fotos para a coluna. Acompanhe o depoimento dele: “Além das incríveis belezas naturais de Natal, a ponte Newton Navarro que liga as cidades de Natal e Extremoz, me chamou atenção. A ponte foi construída há quatro anos. Antes os moradores usavam a balsa para ir de uma cidade a outra. O maior navio de cruzeiro do mundo consegue passar embaixo da ponte, normalmente. Extremoz e Natal são como Itajaí e Navegantes, cidades separadas pelo rio. Todos os dias eu gasto mais de R$12,00 para me deslocar até Navegantes, onde trabalho. Além disso, tem a questão da espera nos horários de pico. A cidade de Natal também é portuária e principalmente turística. Por que Itajaí não pode ter uma ponte neste estilo?”

Mau atendimento

O leitor Pedro Celito de Souza entrou em contato com a coluna para comentar o que falamos aqui, na terça-feira. Ele concorda com o atendimento ruim de alguns estabelecimentos comerciais da cidade. “Outro dia fui almoçar com meus filhos em uma casa de assados, eram 13 horas e o buffet já estava bem abandonado. A impressão que tive quando falei com o caixa foi de que eles estavam fazendo um favor deixando a gente almoçar lá”.

Quatro estações

Nossa região é linda, ótima para se viver, um dos melhores lugares do País, com toda certeza. Mas, cá entre nós, o clima vem pregando peças na gente. O sol não tem dado as caras com muita frequência e é possível sentir, na pele, as quatro estações do ano em um mesmo dia.

Carrões

Quantidade de carrões nas ruas das cidades da região impressiona. Modelos com preços, em média, na casa dos R$ 110 mil. E há quem diga que a coisa está ruim.

Chamadas

Nada mais irritante do que ter a chamada telefônica interrompida por queda de sinal da operadora. Por conta disso, a Agência Nacional de Telecomunicações quer que as empresas deixem de cobrar pela segunda chamada, feita em um prazo menor que dois minutos, quando a ligação é interrompida. Apoiada!

Osvaldo Reis

A professora Christiane Riffel gostou da revitalização da Osvaldo Reis, mas está preocupada com a falta de calçadas e ciclovias. “Passo todos os dias pela rodovia e acompanho a obra. Vejo as pessoas caminhando no meio da rua no morro de Cabeçudas. Alguém vai se defender dizendo que os proprietários dos terrenos é que devem fazer as calçadas. Discordo. Pela importância da rodovia, calçadas e ciclovias deveriam fazer parte do projeto. Os pedestres e ciclistas não foram contemplados na revitalização”.

Maior que a Argentina

O Banco do Brasil tem os maiores ativos do País, de acordo com a empresa de consultoria Economática: R$ 1,051 trilhão. Só para se ter uma ideia, essa cifra é maior do que o Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina, estimado em torno de R$ 960 bilhões este ano. O dado é ótimo para o Banco do Brasil, mas não deixa de ser assustador, afinal, é mais que a soma de todas as riquezas de nossos vizinhos.

“Hoje sei que tudo vigia, nada passa sem ser visto…” Günter Grass

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário