Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Coluna de 24 de agosto

25 de agosto de 2012 0

Rua Alberto Werner

Fazendo um favor para a Secretaria de Obras de Itajaí, lembramos que boa parte da rua Alberto Werner está parecendo uma colcha de retalhos. A pacata rua de outrora agora é extremamente movimentada. Dá para perceber que os reparos feitos no asfalto são muitos, e uma nova camada asfáltica ali cairia muito bem, naquele trecho entre a ligação com a rua Brusque e a Umbelino Damásio de Brito. É irritante a quantidade de desníveis na pista.

Piratas 1

A fábrica de CDs e DVDs piratas que foi fechada esta semana em Balneário Camboriú só existia porque há procura por estes produtos. Fico imaginando, quantas fábricas deste tipo devem existir para poder abastecer os camelódromos da região. Devem ser muitas, pois a variedade dos itens à disposição é muito grande e a procura também.

Piratas 2

Com os preços exorbitantes dos produtos originais, até hoje o governo ainda não fez sua parte em tentar reduzir impostos e tornar os produtos originais acessíveis. Os produtos piratas são ilegais, mas o preço dos originais também é imoral.

Blindados

Depois dos automóveis blindados, a moda agora, nas grandes cidades brasileiras, é blindar as residências. Em São Paulo, prefere-se blindar as portas, para evitar arrombamentos. Já no Rio de Janeiro, a preferência é por blindar as janelas e evitar balas perdidas. Será que essa moda vai chegar aqui?

Redes sociais

De um jornalista amigo meu: “Redes sociais digitais como o Facebook já nascem com prazo de validade curto porque se baseiam em narcisismo e hipocrisia”. Vale a reflexão. É o interesse humano pela vida alheia que sustenta essas redes. E, se as relações humanas estão sucateadas, logo, as redes sociais digitais voltadas para a vida pessoal dos usuários também serão reflexo disso. As pessoas que compõem as redes são as mesmas que as destroem.

Calçadas

Ainda sobre a discussão das calçadas, iniciada aqui, ontem, também é importante destacar que existe a falta de zelo absoluto e o zelo extremo. Tive uma vizinha que lavava a calçada todo santo dia. Eu achava um exagero. O que ela gastava de água, era uma barbaridade. Sim, em vez da vassoura, costumava lavar somente com a mangueira. Atentado ao meio ambiente.

Contradição

O Brasil se prepara para ser o primeiro País da America Latina a ter o novo tratamento contra hepatite C subsidiado pelo governo. Isso prova que nem tudo está perdido. Somos bons em tratamentos caros, prolongados e de controle absoluto como o coquetel antirretroviral. Mas ainda pecamos nos casos simples de saúde, como no atendimento ambulatorial de emergência. Hospitais lotados, gente deitada nos corredores. Nisso, ainda temos muito que melhorar.

“O mundo não é ruim, só está mal frequentado”. Luis Fernando Verissimo

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário