Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Coluna de 31 de agosto

31 de agosto de 2012 3

Antecipada

Está certo que nossos dias são, muitas vezes, nublados, sem graça. Na região Sul, de modo geral, o sol não dá as caras com tanta frequência como na região Nordeste do País, mas a primavera antecipada deste ano alterou a paisagem, para nosso deleite. As flores vieram mais cedo. Ruas enfeitadas pela natureza encantadora. Viva a primavera e toda a alegria que ela nos traz!

Perguntinha

Quantas pessoas já lhe abordaram e perguntaram, daquele jeito, como quem não quer nada: “Por acaso, você já tem candidato?”. A pergunta vem acompanhada de uma indicação. “Eu tenho um candidato que é…” Coisas do momento eleitoral. Mas que é chato, com certeza é.

Colunista 1

Desde que virei colunista de jornal diário, querem, de todo jeito, me arranjar pegadinhas. Tentam saber em quem irei votar, por exemplo. Ou tentam me arrancar opiniões sobre esse e aquele. Convite para almoço, então, nunca recebi tantos. Mas, como eu sempre digo, estou de dieta, muito obrigado.

Colunista 2

Aliás, neste primeiro mês na função de colunista do Sol Diário já ouvi algumas coisas desagradáveis como, por exemplo, “se não está satisfeito com esta cidade, mude-se daqui”, quando apontamos alguns problemas na tentativa de contribuir com a sociedade onde vivemos. Oras, eu nasci aqui. Amo esta região e, exatamente por isso, quero contribuir, desta forma, para a melhoria das nossas ruas, bairros, nos municípios da região. É nosso dever alertar, cobrar, sim, das autoridades competentes. Mudar daqui, jamais!

Motonave

Excelente a atitude dos organizadores do 8º Motonave, em Navegantes, de não permitir a entrada e circulação de motocicletas com o escapamento aberto ou adulterado, além de empinadas ou som automotivo no local do evento. Bom senso nunca é demais. O Motonave deve reunir mais de 60 mil pessoas, neste final de semana, na avenida Beira-Mar, próximo ao Molhe Norte, em Navegantes.

Fast-food 1

Esses dias, numa filial de uma poderosa rede de fast-food, a fila se estendia até a porta do estabelecimento, quando a gerente do local anunciou: “Acabou o hambúrguer!”. Alguém lá do final da fila disparou: “E vão vender o que, então?”. Realmente, não dá pra entender tamanho despreparo do estabelecimento.

Fast-food 2

Falando em fast-food, um projeto do Senador Eduardo Amorim, do PSC, de Sergipe, quer quer acabar com a venda de brinquedos em restaurantes e lanchonetes. Isso vai gerar muita reclamação no início, mas tem todo sentido. Quantas crianças esquecem o brinquedo ainda na bandeja do fast-food, logo após adquirirem?

Fast-food 3

Cria-se uma necessidade de obter o produto e essa necessidade acaba imediatamente após a compra. Nós, adultos, já somos bombardeados com esse marketing agressivo o tempo todo. Mas as crianças não deveriam ser. Ponto positivo para o projeto do senador. Agora, se vai passar, é outra questão. Até porque o lobby da indústria do fast-food, é muito grande.

“A sabedoria humana é resumida em duas palavras: ‘Espera’ e ‘esperança’”. Alexandre Dumas

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • Roberto diz: 4 de setembro de 2012

    Praxedes, já fui vítima deste tipo de patrulha e fiquei tão indignado quanto você. O fato de criticar denota preocupação com o coletivo e vontade de contribuir para mudanças que beneficiem a comunidade. É função de jornalistas e comunicadores em geral. Sem cobrar o poder público, somos cúmplices daqueles que recebem -e bem- para nos representarem sem, na maior parte dos casos, fazer jus à confiança recebida na eleição. Que vaquinhas de presépio e ovelhinhas gentis sigam direto para o matadouro, caso assim o desejem. Não é o meu caso, e certamente não é o seu.
    Abraço

  • Roberto diz: 4 de setembro de 2012

    Esta postura de sugerir que abandone Itajaí por não concordar com tudo que existe na cidade, seja bom ou ruim, me aborrece profundamente. Se os habitantes da Terra assim pensassem de forma geral, provavelmente a roda não teria sido criada. E quem contesta buscando evolução teria de procurar outro planeta para habitar.

Envie seu Comentário