Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Coluna de 8 de setembro

09 de setembro de 2012 0

Obesidade

A obesidade canina é a responsável por boa parte das consultas veterinárias em nossa região. Na verdade, cães e gatos estão fora do peso. As principais causas são: excesso de ração, ração imprópria ao tamanho do animal, sedentarismo e ingestão de comida caseira. Aliás, essa última é a principal causa da gordura nos bichanos. Cá entre nós, o animal parece um espelho do dono. Se este é sedentário, o cãozinho também é.

Crítica

O leitor Roberto Vieira comentou, via blog, a nota da coluna do dia 31 de agosto, sobre o fato de este colunista receber críticas do tipo: “se não está contente com a cidade, mude-se daqui”. “Esta postura de sugerir que abandone Itajaí por não concordar com tudo que existe na cidade, seja bom ou ruim, me aborrece profundamente. Se os habitantes da Terra assim pensassem de forma geral, provavelmente a roda não teria sido criada. E quem contesta buscando evolução teria de procurar outro planeta para habitar”.

Poluição sonora

Uma caixa de som foi colocada em frente ao Centro Comercial da rua Alexandre Fleming, também chamado de novo camelódromo. Mas, se a intenção é atrair a clientela, então os comerciantes erraram feio. Na quarta-feira de manhã, músicas populares em um volume que foge totalmente ao bom senso. Ninguém aguenta aquele “me morde, me morde…”. Dava pra ouvir da rua Tijucas até a rua Almirante Barroso. Daí, eu penso. Ninguém precisa incomodar a vizinhança para vender alguma coisa, precisa?

Enchente 1

Há exatamente um ano, Itajaí começava a sofrer os efeitos de uma grande enchente. Não foi tão catastrófica quanto a de 2008, mas deixou boa parte da cidade, novamente, alagada. Ruas do Promorar, do Dom Bosco e Cordeiros foram duramente atingidas.

Enchente 2

Evitar que tais eventos aconteçam é algo que beira o impossível, já que Itajaí foi construída praticamente no leito do rio e recebe todo o volume de água que desce da Bacia Hidrográfica do Itajaí Açu. Mas minimizar os impactos, a dor, o sofrimento do itajaiense, é algo que poderia ter sido feito há muito tempo. Os planos dos governantes do passado, ainda na década de 60, não contemplaram Itajaí.

Enchente 3

Reduziu-se o impacto das cheias em Blumenau, por exemplo, mas não aqui. Acostumar-se com as enchentes é algo que o itajaiense não pode e não deve fazer. Temos que lutar, junto com os nossos governantes, para que a cidade seja, pelo menos, melhor protegida. Aliás,  essa deveria ser  a principal bandeira dos três candidatos a prefeito.

A sombra não existe. O que você chama de sombra é a luz que não se vê”. Henri Barbusse

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário