Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Coluna de 19 de setembro

19 de setembro de 2012 0

Bolões

A Caixa Econômica Federal oficializou, na semana passada, os bolões de apostas. Isso acaba com a possibilidade de um ganhador não receber o prêmio, como aconteceu em alguns bolões informais. Mais segurança na aposta. E quem não gosta de fazer uma “fezinha”?

Adesivos

Candidatos estão extrapolando novamente. Em Itajaí, estão colando adesivos de candidatos nos portões, nas campanhias de portões eletrônicos, nas caixas de correio das residências, sem autorização dos moradores. Isso é falta de respeito total. No passado, já fizeram isso nos automóveis. Sujeito rodava a cidade inteira e só depois se dava conta de que havia adesivo de candidato colado na parte traseira do veículo. Não pode. Respeito é bom e todos gostam.

Trote

Um rapaz de 15 anos foi detido, na semana passada, em Camboriú, acusado de passar trotes à Polícia Militar. Ele usava um orelhão para fazer isso. A falta de bom senso das pessoas é algo preocupante nos dias de hoje. Não é só falta de educação, é maldade. É não se importar com os outros, é brincar com coisas sérias. Burrice, também.

Ainda os professores

Sobre o comentário de ontem a respeito da falta de professores, é preciso ressaltar que, por um lado vale a pena ser professor. É uma profissão em que recebemos muito feedback e, por isso, crescemos muito profissionalmente. Mas os professores do ensino fundamental também convivem com desrespeito por parte de seus alunos, com falta de educação extrema e até mesmo violência física. Somados aos baixos salários, fica difícil decidir-se por  essa profissão, mesmo sendo uma das mais nobres.

Sem alternativa 1

Comentário do leitor Paulo Afonso dos Santos, no site do O Sol Diário, esta semana, questiona como a Autopista Litoral Sul pode fazer uma obra na BR-101 sem oferecer alternativa aos usuários da rodovia. “Era só fazer duas pontes de ferro destas do Exército para os dois sentidos”.

Sem alternativa 2

A rodovia é privatizada e pagamos pedágio para trafegar nela. Mesmo assim, ninguém parece interceder pela população em um momento como este. Simplesmente fecham os olhos para a questão. Esse tipo de situação já deveria ter sido prevista quando da licitação das rodovias, no passado. Pelo jeito, não foi.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário