Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pedágios

13 de novembro de 2012 0

A presidente Dilma aprovou, em janeiro deste ano, a lei que permite a cobrança de pedágio urbano. De lá para cá, surgiram apoiadores de pedágio para limitar acessos a praias da região, por exemplo. Atribuem a essa lei, a legalidade da cobrança. Por outro lado, os próprios pedágios intermunicipais, como os que existem na BR-101, já foram alvo de discussão de juristas, pautadas no direito de ir e vir. O assunto já virou tema de trabalhos de conclusão de curso pelo Brasil. Algumas pessoas conseguiram, na justiça, o direito de não pagar o pedágio. Na minha opinião, já pagamos impostos demais neste País. É evidente que a estrutura das rodovias melhorou com a privatização, mas penso que a cobrança de pedágios internos, nas cidades, representa um exagero. Afinal, atribuir aos pedágios a solução para problemas como o excesso de turistas em uma praia, por exemplo, é de uma pobreza de espírito gigante. Penso, também, que muitas questões ficaram mal resolvidas quando da privatização das rodovias brasileiras. Dia desses, por exemplo, com sol a pino e trânsito intenso na BR-101, a Autopista Liitoral Sul estava fazendo a manutenção da pintura na rodovia, o que provocava lentidão na pista. Coisas que poderiam ser feitas em horário alternativo, para não prejudicar o fluxo de veículos.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário